Laboratório da Famed/UFCA recebe certificação do Lacen para testes de Covid-19

Atualizado em 29/06/2020 às 14h21

Da esquerda para a direita, pesquisadores da UFCA à frente do projeto de testagem no Cariri, no Laboratório de Patologia Experimental da Famed: professora Sally Lacerda, professor Cláudio Gleidston, professor Marcos Antônio Pereira e a técnica de laboratório, dra. Racquel Oliveira

O Laboratório de Patologia Experimental (Lapex), na Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Cariri (Famed/UFCA), encontra-se habilitado para realizar diagnóstico laboratorial de Covid-19 – a doença causada pelo novo coronavírus. É o que diz o Laboratório Central de Saúde Pública do Ceará (Lacen), do governo do estado, em ofício enviado nesta segunda-feira, 29 de junho de 2020, à Direção da Famed/UFCA.

De acordo com o Lacen, o certificado veio após visita técnica de profissionais da Secretaria de Saúde estadual (Sesa/CE) para verificar as condições de infraestrutura e de biossegurança do Lapex. Também conforme o Laboratório Central, foi analisado ainda o Painel de Verificação dos resultados do equipamento a ser utilizado para análise molecular das amostras de pacientes: o RT PCR (do inglês polymerase chain reaction, ou “reação em cadeia da polimerase em tempo real”, em tradução livre), que é um equipamento que amplia o material genético do vírus até a sua detecção, tanto qualitativa quanto quantitativamente.

Neste mês, a UFCA já recebeu da Sesa os primeiros kits de testagem para prosseguir com os preparativos para o início dos exames no Cariri. Atualmente, todos os testes moleculares realizados no Ceará estão sendo feitos na capital do estado, Fortaleza, tanto pelo Lacen quanto por instituições parceiras, certificadas para reforçar a capacidade de testagem do Ceará, como a Universidade Federal do Ceará (UFC), o Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce) e a Universidade de Fortaleza (Unifor).

Os protocolos para os testes já foram elaborados pelos profissionais da UFCA à frente do projeto, encabeçado pelo diretor da Famed/UFCA, Cláudio Gleidston (médico com doutorado em Farmacologia e pós-doutorado em Saúde Coletiva). Também integram a iniciativa a professora da UFCA Saly Lacerda (doutora em Ciências da Saúde), os professores da UFCA Roberto Flávio Fontenelle (doutor em Biologia Oral e Osteoarticular, Biomateriais e Biofuncionalidade) e Marcos Antônio Pereira (doutor em Biotecnologia em Saúde); além da técnica de laboratório da Universidade, Racquel Oliveira (doutora em Desenvolvimento e Inovação Tecnológica em Medicamentos).

Segundo o diretor da Famed/UFCA, com o certificado e os kits para testagem, a próxima etapa é a recepção e treinamento dos profissionais que vão executar os exames no Lapex. Além disso, os pesquisadores da UFCA entrarão em contato com os profissionais que coletam as amostras de pacientes com suspeita de terem contraído Covid-19, nos municípios de abrangência da Regional Regional Sul da Sesa/CE: “Faremos uma videoconferência com esses profissionais, explicando o protocolo adequado de coleta e de transporte. Depois, vamos treinar farmacêuticos selecionados pela Regional para a manipulação das amostras no laboratório da Famed/UFCA, o que deve durar um dia e meio. Com os equipamentos calibrados, com os profissionais treinados e com os kits à disposição, o laboratório será blindado por dois dias, para assegurar um ambiente adequado para a manipulação biomolecular. Depois disso, o laboratório poderá começar imediatamente a realizar os exames”, assegura o médico.

Reforma

Ainda conforme Cláudio – logo após a disponibilização, por parte da Reitoria, de equipamentos no laboratório da Famed/UFCA (link para uma nova página) para as autoridades estaduais de saúde, no fim de abril passado -, duas auditoras do Lacen vieram ao Cariri para a verificação das instalações: “essa reforma já estava programada antes mesmo de começar tudo isso [a quarentena]. Iríamos fazer de maneira mais lenta mas, depois da inspeção, as auditoras solicitaram que entregássemos a reforma completa mais rapidamente. Levei [a demanda] à gestão universitária, que autorizou a agilidade nas obras”, disse Cláudio.

Serviço

Faculdade de Medicina
famed@ufca.edu.br