Integralização

Atualizado em 26/05/2020 às 12h18

O processo de integralização da extensão consiste na inserção de ações de extensão nos currículos de todos os cursos de graduação da Universidade Federal do Cariri, perfazendo um percentual mínimo de 10% (dez por cento) da carga horária total do curso. O objetivo da integralização é aprimorar a qualidade dos cursos de graduação e contribuir para a disseminação de conhecimentos pautados na dialogicidade, interdisciplinaridade e na aproximação entre sociedade e universidade.

Fevereiro

Reunião com a PROGRAD para definição das ações conjuntas das Pró-Reitorias para a realização do processo de integralização da extensão em 2019.1

Março

Criação de formulário no FORMs para receber as sugestões/críticas ao regulamento de Integralização da Extensão;

Abril

Evento sobre Integralização da Extensão para participação da comunidade acadêmica UFCA;

Definição dos membros do Comitê de Integralização da Extensão;

Emissão das Portarias dos membros do Comitê de Integralização da Extensão

Maio

Publicação no CONSUP do Regulamento de Integralização da Extensão na UFCA

Reunião com a direção do IFE (Brejo Santo) sobre a implementação da integralização da extensão nos cursos que compõem esta Unidade Acadêmica;

Reunião com o NDE e colegiado dos cursos Interdisciplinar de Ciências Naturais e Matemática e Letras/Libras

Junho

Reunião com a direção do CCT sobre a implementação da integralização da extensão nos cursos que compõem este centro;

Reunião com o NDE e colegiado dos cursos de Engenharia Civil, Engenharia de Materiais, Matemática computacional e Ciências da Computação

Julho

Reunião CPEX/ PROEX/PROGRAD para análise, divulgação e avaliação das ações desenvolvidas no semestre 2019. 1 quanto a integralização da extensão na UFCA

Agosto

Reunião com a direção da FAMED sobre a implementação da integralização da extensão no curso de Medicina;

Reunião com o NDE e colegiado do curso de medicina para traçar estratégias de implementação da integralização da extensão neste curso

Reunião com a direção do CCSA sobre a implementação da integralização da extensão nos cursos que compõem este centro;

Reunião com o NDE e colegiado dos cursos de Administração e Administração Pública

Setembro

Reunião com o NDE e colegiado do curso de Biblioteconomia, Ciências Contábeis,

Reunião com a direção do IISCA sobre a implementação da integralização da extensão nos cursos que compõem este centro;

Reunião com os NDE e colegiado do curso de Jornalismo, Música, Filosofia e Design

Outubro

Reunião com a direção do CCAB sobre a implementação da integralização da extensão no curso de Agronomia;

Reunião com o NDE e colegiado do curso de agronomia para traçar estratégias de implementação da integralização da extensão neste curso

Novembro

Recebimento pelo Comitê de Integralização da Extensão dos PPCs dos cursos visitados nas reuniões realizadas ao longo do ano para avaliação das propostas elaboradas para integralização das ações de extensão em seus currículos;

Dezembro

Recebimento pelo Comitê de Integralização da Extensão dos PPCs dos cursos visitados nas reuniões realizadas ao longo do ano para avaliação das propostas elaboradas para integralização das ações de extensão em seus currículos;

Avaliação das ações realizadas ao longo do ano para definição das metas e estratégias sobre integralização da extensão na UFCA para o ano de 2020

O que é integralização da extensão?

O processo de integralização da extensão consiste na inserção de ações de extensão nos currículos de todos os cursos de graduação da Universidade Federal do Cariri, perfazendo um percentual mínimo de 10% (dez por cento) da carga horária total do curso.

Porque é necessário realizar a integralização da extensão?

Essa obrigatoriedade se deu para todas as Instituições de Ensino Superior (IES) a partir da Resolução 07/2018 do Conselho Nacional de Educação.

O que é creditação das atividades de extensão?

No Brasil o sistema de controle de integralização curricular pode ser o de crédito ou carga horária. Existem componentes curriculares como as disciplinas que são contabilizadas em créditos, outros por sua vez como as Atividades Complementares são contabilizadas em horas. Dessa forma, creditação é um termo usado para definir o cômputo de créditos em extensão em componentes curriculares que utilizam essa ferramenta. Deve-se ressaltar que no âmbito do FORPROEX o conceito mais aceito é o da integralização, já que abarca um processo mais amplo de efetiva integração da extensão na matriz curricular dos cursos.

Quais documentos normatizam a integralização nos cursos de graduação na UFCA?

Lei nº 13.005/2014; O Plano Nacional de Educação 2014- 2024; Resolução nº 7 do Conselho Nacional de Educação de 18 de dezembro de 2018 que estabelece as Diretrizes para a Extensão na Educação Superior Brasileira e regimenta o disposto na Meta 12.7; o Plano Nacional de Extensão Universitária; a Resolução de Integralização da Extensão 42/CONSUNI, DE 16 DE MAIO DE 2019 da UFCA

Como incluir a extensão universitária nos cursos de graduação da UFCA?

Através da criação de componentes curriculares em extensão, sendo eles Unidade Curricular de Extensão (UCE) e/ou Disciplinas Mistas.

O que é Unidade Curricular de Extensão?

De acordo com a Resolução Nº 42/2019/UFCA a Unidade Curricular de Extensão (UCE) é um componente livre, ou seja, consiste na participação do estudante em uma ação de extensão escolhida por ele entre todos os programas e projetos de extensão em desenvolvimento na UFCA, sejam desenvolvidos no âmbito do seu curso de origem ou não. Logo, na Unidade Curricular de Extensão o cumprimento das horas se dará com a atuação do estudante em ações de extensão, devendo ser permitido participar de quaisquer atividades de extensão, mantidas pelas instituições de ensino superior (Art. 6º, § 1º).

Não há um professor titular de UCE. O coordenador do programa ou projeto onde o aluno atuou é quem deverá acompanhar o estudante como já acontece com bolsistas e voluntários e ao final de sua atuação viabilizar junto com a PROEX o certificado/declaração das horas que foram desenvolvidas.

A exemplo do acontece com o componente Atividades Complementares, o aluno deverá fazer uploud desse documento no SIGAA, que será analisado pela autoridade competente no seu curso; em alguns cursos o responsável por essa análise é o próprio coordenador do curso em outros há comissões ou docentes designados.

O que são as disciplinas mistas?

São disciplinas previstas na matriz curricular do curso de graduação em que a ação de extensão será desenvolvida de acordo com os conteúdos ministrados na parte teórica da disciplina.

De acordo com o atual Regulamento da Graduação a parte designada para extensão não pode ser maior que 25% da carga horária total da disciplina. Isso significa dizer que uma disciplina não pode ser exclusivamente de extensão.

Nesse caso diferente da UCE, há um professor titular da disciplina que a ministrará e ao final registrará nota e frequência dos estudantes matriculados. Ao registrar a nota e a frequência do estudante na disciplina mista, as horas referentes à extensão serão automaticamente creditadas no histórico do aluno para fins de integralização.

Quais as etapas para a inclusão da integralização da extensão nos projetos pedagógicos dos cursos?

Os cursos de graduação deverão através de seus Núcleos Docentes Estruturantes, considerando as particularidades de seus cursos, refletir sobre a melhor forma de incluir a extensão na matriz curricular da graduação. Para tanto deverá registrar essas alterações no Projeto pedagógico do curso e fazer tramitar a referida documentação na Pró-reitoria de Graduação da UFCA e demais órgãos competentes.

Quais as etapas para a realização da integralização da extensão através da Unidade Curricular de Extensão (UCE)?
  1. Previsão da UCE no Projeto Pedagógico do Curso (PP) de graduação;
  2. Cadastro dos programas e projetos de extensão na PROEX que serão executados pelos estudantes sob coordenação dos docentes proponentes;
  3. Execução das ações de extensão por parte do estudante a partir da interação com a comunidade externa e do protagonismo discente;
  4. Envio à PROEX do relatório da programa ou projeto de extensão pelo coordenador da ação;
  5. Homologação do relatório e elaboração do certificado de extensão pela PROEX;
  6. Upload do certificado por parte do estudante no SIGAA;
  7. Análise e deferimento da documentação por parte do coordenador do curso de graduação ou do coordenador de extensão do curso de graduação.
  8. Registro automático no histórico das horas cumpridas naquele programa/projeto.
Quais as etapas para a realização da integralização da extensão através de disciplinas mistas?
  1. Previsão das disciplinas mistas no Projeto Pedagógico do Curso (PPC) de graduação;
  2. Cadastro dos programas e projetos de extensão na PROEX que serão executados pelos estudantes sob coordenação dos docentes titulares da disciplina ou de docentes que com esse professor colaborem;
  3. Oferta das disciplinas mistas para fins de matrículas dos estudantes;
  4. Desenvolvimento da disciplina e consequente ações de extensão planejadas no plano de ensino;
  5. Aprovação do estudante na disciplina.
  6. Registro da nota e frequência no SIGAA por parte do docente titular da disciplina;
  7. Registro automático no Histórico do estudante das horas de extensão cumpridas naquela disciplina.
É obrigatório que o professor titular da disciplina mista também seja o coordenador do projeto ou programa de extensão que será desenvolvido por ocasião da disciplina mista?

Não. O professor titular da disciplina mista pode ou não ser o coordenador do programa ou projeto que será desenvolvido na disciplina. Caso não seja ele o coordenador da ação deverá estar em diálogo com o referido professor para ao final do semestre ter condições de registrar a nota e a frequência do estudante de acordo com o rendimento que ele teve tanto na parte teórica quanto na parte de extensão.

Qual a diferença entre a Unidade Curricular de extensão (UCE) e a carga horária do componente Atividade Complementar?

A UCE reúne exclusivamente horas de extensão desenvolvidas pelos estudantes escolhidas por ele de forma livre entre todos os programas e projetos em desenvolvimento na UFCA e até fora dela no caso em que seja possível o aproveitamento de horas de extensão realizadas em outra IES. O componente Atividade Complementar por sua vez pode reunir uma variedade de ações sejam elas na pesquisa, extensão, monitoria, estágios não obrigatórios, e outros casos especificados pelos colegiados de cada curso de graduação. O que não deve ocorrer sob nenhuma hipótese é que o discente conte a mesma carga horária de extensão de forma concomitante dos dois componentes curriculares, ou seja a UCE e a Atividade Complementar.

As horas de extensão não poderão mais ser utilizadas para cumprimento do Componente Atividades Complementares?

De acordo com a Resolução Nº 42/2019/UFCA o estudante não poderá contar duplamente as horas de extensão nas Atividades Complementares e nas UCE’s ou Disciplinas Mistas, ou seja, o estudante deverá escolher quais horas creditará para UCE’s e para Atividades Complementares.

As horas desenvolvidas por ocasião de disciplinas mistas já contarão automaticamente para a integralização, logo não poderão ser contabilizadas para atividades complementares.

É possível realizar aproveitamento da carga horária das ações de extensão desenvolvida em outra IES?

Sim. O estudante poderá solicitar o aproveitamento da carga horária das ações de extensão cadastradas em programas e/ou projetos realizados em outras instituições de ensino superior no Brasil ou no Exterior desde que comprovadas por meio de documentação oficial e realizadas a partir do primeiro semestre do curso atual. Em caso de mudança de curso, o aluno poderá solicitar o aproveitamento da carga horária nas ações de extensão integralizadas anteriormente na UFCA.

O estudante só pode realizar a extensão para fins de integralização no seu curso de origem?

Regra Geral ao estudante é dada a possibilidade de desenvolver a extensão para fins de integralização no seu curso ou em outros cursos da UFCA, contudo a decisão cabe ao curso de graduação na medida em que isso seja definido no PPC. Ou seja, o PPC definirá as condições em que o aluno deverá desenvolver as atividades extensionistas, se através de UCE livremente em qualquer curso, se em disciplinas mistas ofertadas apenas no seu curso ou se através dos dois componentes.

É necessários que os programas e projetos de extensão a serem desenvolvidos pelos estudantes estejam citados no PPC?

No Projeto Pedagógico do Curso poderão estar citados ou não em específico os programas e projetos a serem desenvolvidos no curso.

É importante registrar que no caso das disciplinas mistas haverá a elaboração de um plano de ensino assim como acontece normalmente com as demais disciplinas e no plano de ensino deverá constar como as atividades de extensão se darão, citando aí os programas e projetos de extensão que serão desenvolvidos, nesse caso tais ações deverão estar previamente cadastradas na Proex, podem ser ações que já existem a algum tempo ou novas criadas especialmente para a disciplina mista.

No caso das Unidades Curriculares de Extensão o aluno atuará de forma livre em ações já cadastradas na PROEX e que serão escolhidas por ele durante o curso, logo não haverá a obrigatoriedade de registro em plano de ensino, já que a UCE não é disciplina.

Quanto tempo um projeto de extensão leva para ser cadastrado na Proex após ser enviado pelo proponente?

O fluxo de cadastro dura em média 30 dias tendo em vista o envio da proposta para avaliadores ad hoc. Isso significa que caso um docente deseje cadastrar programa ou projeto novo para desenvolver no âmbito de uma disciplina mista deverá cadastrar sua ação com a antecedência adequada considerando esse tempo médio de 30 dias.

Quem é o coordenador de extensão no curso de graduação e quais as suas atividades?

Um professor designado pelo curso de graduação para acompanhar o cumprimento da integralização da extensão previsto no PPC do curso. O coordenador de extensão tem o papel de apoiar a coordenação nesse acompanhamento, ele poderá por exemplo ser responsável pela análise e validação da carga horária das UCEs, poderá ainda mapear os projetos e programas de extensão desenvolvidos na UFCA para divulgação entre os discentes e docentes do curso; estimular a participação de docentes e discentes do curso na execução de projetos e programas de extensão para fins de integralização da extensão e realizar demais atividades consideradas pertinentes ao fomento, acompanhamento e suporte das ações de extensão desenvolvidas no curso com fins de integralização da extensão.

O que é o Comitê de Integralização da Extensão?

É um colegiado de servidores técnicos e docentes representantes da PROEX, PROGRAD, Unidades Acadêmicas e colegiados de cursos de graduação responsáveis por refletir acerca das questões relativas à integralização da extensão e emitir quando necessário pareceres consultivos.

PROEX/UFCA - Resolução de Integralização da Extensão na UFCA - Integralização da Extensão - 16.05.2019

Baixar documento

Ultima atualização: 2019-07-02 16:29:26

PROEX/UFCA - Resolução do Conselho Nacional de Educação - Integralização da Extensão - 18.12.2018

Baixar documento

Ultima atualização: 2019-07-02 16:30:09

PROEX/UFCA - Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação de Professores de 2015 - Integralização da Extensão - 01.07.2015

Baixar documento

Ultima atualização: 2019-07-02 16:30:59

PROEX/UFCA - Plano Nacional de Educação - Integralização da Extensão - 25.06.2014

Baixar documento

Ultima atualização: 2019-07-02 16:31:41

Ajude-nos a melhorar esta página

Você sugere alguma correção ou melhoria?

Unidade responsável por esta página: Pró-Reitoria de Extensão.