Desenvolvimento Regional Sustentável

Mestrado em Desenvolvimento Regional Sustentável (Proder)

Atualizado em 16/09/2019 às 16h26

Carga Horária
416 horas
Tipo
Presencial
Duração
24 meses
Vagas
24
Campus
Crato

Coordenação: Prof. FRANCISCO ROBERTO DE AZEVEDO

Bloco X, Sala 1

Criado em 2011, o Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional Sustentável (Proder) foi o primeiro stricto sensu da UFCA e um dos primeiros do país ligados à sustentabilidade. O principal objetivo do Proder/UFCA é fomentar e consolidar pesquisas, de caráter interdisciplinar, sobre temas relativos aos processos de desenvolvimento de uma região – em especial, do semiárido. O egresso desse programa será capaz de exercer atividades de ensino e pesquisa, de assessoria e consultoria, de avaliação e planejamento estratégico, em instituições públicas e privadas, no meio rural ou urbano, em caráter interdisciplinar. As linhas de pesquisa do Proder/UFCA são: 1. Ambiente e Desenvolvimento Regional Sustentável; 2. Sociedade, Estado e Desenvolvimento Regional Sustentável e 3. Tecnologia e Modelagem. O Proder/UFCA oferta 20 vagas para ingresso, todos os anos.

QUALIFICAÇÃO GAP0054
Carga Horária

16 horas.

Professores
Nenhum professor cadastrado.
Ementa

Exame de qualificação previsto nas normas

Bibliografia
Bibliografia não cadastrada.
PROFICIÊNCIA GAP0113
Carga Horária

16 horas.

Professores
Nenhum professor cadastrado.
Ementa

Exame de proficiência previsto nas normas

Bibliografia
Bibliografia não cadastrada.
AGRICULTURA FAMILIAR GAP7011
Carga Horária

64 horas.

Professores
Ementa

Estudos de Sistemas Agrários na perspectiva do Desenvolvimento Sustentável. Enfoque sistêmico. Princípios Gerais do Método. Participação dos docentes e discentes no diagnóstico. Definição do objeto de estudo e área de trabalho. Análise global da região. Categoria de produtores e tipologia dos sistemas de produção. Caracterização e avaliação agronômica dos sistemas de produção. Avaliação econômica dos sistemas de produção (relação entre os subsistemas). Discussão dos resultados com os agricultores. Propostas de ação de desenvolvimento.

Bibliografia
Bibliografia não cadastrada.
AGROGEOLOGIA GAP7022
Carga Horária

64 horas.

Professores
Ementa

A terra em conjunto e a litosfera.Importância agrícola dos minerais e das rochas. Principais minerais de interesse para a gênese do solo: primários, acessórios e secundários. Principais rochas de interesse para a gênese do solo: magmáticas ou ígneas, sedimentares e metamórficas.Gênese do solo: fatores e processos pedogenéticos. Qualidade do solo e sustentabilidade dos agroecossistemas. A bacia sedimentar do Araripe.

Bibliografia
Bibliografia não cadastrada.
CIÊNCIA E INOVAÇÕES TECNOLÓGICAS GAP7033
Carga Horária

64 horas.

Professores
Ementa

A disciplina tem por objetivo fornecer aos estudantes o instrumental básico para o entendimento das dinâmicas que envolvem o progresso técnico. A partir de conceitos fundamentais, o aluno tem condições de compreender o novo paradigma técnico-econômico e neste contexto o papel da ciência e das inovações tecnológicas para o processo de desenvolvimento regional.

Bibliografia
Bibliografia não cadastrada.
DESENVOLVIMENTO REGIONAL SUSTENTÁVEL GAP7044
Carga Horária

64 horas.

Professores
Ementa

O objetivo geral da disciplina é aprofundar o estudo das relações entre sociedade e meio ambiente na busca do desenvolvimento sustentável, privilegiando a dimensão espacial e regional. Os objetivos específicos incluem: 1) conhecimento da diversidade e da dinâmica espacial do desenvolvimento, considerando dimensões ambientais, econômicas, políticas, sociais e culturais; 2) compreensão críticas de políticas e práticas de desenvolvimento regional no Brasil, no contexto mundial; 3) estabelecer bases para pesquisas a ações a favor do desenvolvimento regional sustentável. A disciplina fornece a base para que o aluno se envolva efetivamente com os temas propostos pelo Mestrado.

Bibliografia
  • Desenvolvimento ? um conceito ultrapassado ou em renovação? Da teoria à prática e da prática à teoria
ECONOMIA REGIONAL GAP7055
Carga Horária

64 horas.

Professores
  • INEZ SILVIA BATISTA CASTRO
Ementa

Estuda a a dimensão espacial na análise dos fenômenos econômicos. Visa fornecer aos estudantes conceitos, métodos e técnicas de análise que os iniciem em novos modos de raciocinar e abordar a realidade econômica. Aborda: tópicos sobre os principais conceitos de espaço e região; teoria dos pólos, métodos e técnicas de regionalização e análise regional; tópicos sobre a localização da atividade econômica. A questão Nordeste no contexto da acumulação capitalista no Brasil: desigualdade de renda e emprego, de mobilidade especial e social, de atividades produtivas e de utilização e apropriação de meios de produção.

Bibliografia
Bibliografia não cadastrada.
EDUCAÇÃO PARA A SUSTENTABILIDADE GAP7066
Carga Horária

64 horas.

Professores
Ementa

Reflexão sobre a interdisciplinaridade. Da transição de uma educação ambiental para a ideia de educação para a sustentabilidade. Desafios da Educação para o século XXI. Educação e dialogicidade. Educação e Cultura de Paz. Aprendizagem significativa, elaboração de projetos e desenvolvimento de habilidades pessoais necessárias para a sustentabilidade.

Bibliografia
  • Educar Para Paz e Para a Sustentabilidade: Construindo Caminhos Para Outro Mundo Possível. Revista NAU Social - v.5, n.8, p. 71 ? 82
  • Aprendizagem Significativa e Educação Ambiental: Um Possível Diálogo a partir de Estratégias Modais. Aprendizagem Significativa em Revista ? v.4, n.3, p. 26 ? 36
  • Mudança Pedagógica e Educacional para Sociedades do Conhecimento Sustentáveis. In: COWEN, R.; KAZAMIAS, A.M.; ULTERHALTER, E. Educação comparada: panorama internacional e perspectivas; volume 2. Brasília: UNESCO, CAPES, p. 353 ? 372
  • A Educação Ambiental e a Interdisciplinaridade no Contexto Escolar. VII Congresso de Medio Ambiente AUGM, 33 p
  • Educação e Desenvolvimento na Contemporaneidade: dilema ou desafio? In: BURSZTYN, M. (org.) Ciência, Ética e Sustentabilidade - Desafios ao novo século. São Paulo: Cortez; Brasília: UNESCO, p. 95 ? 113
  • Educação Ambiental ou Educação para o Desenvolvimento Sustentável?, Capítulo 6. In: Educação Ambiental e Desenvolvimento Sustentável: Problemática, Tendências e Desafios. Fortaleza: Edições UFC, p. 185 ? 197
  • Cultura de Paz: Redes de Convivência. São Paulo: SENAC, 50 p.
  • Educar para uma vida sustentável. In: Educar para a sustentabilidade: uma contribuição à década da educação para o desenvolvimento sustentável. São Paulo: Editora e Livraria Instituto Paulo Freire, p. 61 ? 86
  • Desafios da Universidade na Sociedade do Conhecimento: Cinco anos depois da conferência mundial sobre educação superior. Brasília: UNESCO, 45 p.
  • Paulo Freire: Por uma Educação Libertadora e Humanista. VIII Congresso Nacional de Educação (EDUCERE), 14 p.
  • A Dialogicidade de Freire na Construção do Diálogo Igualitário e suas Relações com os Princípios da Aprendizagem Dialógica. TCC em Pedagogia, Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 50 p.
  • Uma Cartografia das Correntes em Educação Ambiental, Capítulo 1. In: SATO, M.; CARVALHO, I.C.M. Educação Ambiental: Pesquisa e Desafios. Porto Alegre: Artmed, p. 17 ? 44
  • Os Quatro Pilares da Educação, cap. 4. In: Educação: Um Tesouro a Descobrir. 2 ed. São Paulo: Corteza, p. 89 ? 102
  • O Paradigma Transdisciplinar: Uma Perspectiva Metodológica para a Pesquisa Ambiental, Capítulo 4. In: PHILIPPI JR., A.; TUCCI, C.E.M.; HOGAN, D.J.; NAVEGANTES, R. Interdisciplinaridade em Ciências Ambientais. São Paulo: Signus Editora, p. 71 ? 94
  • Marcos Conceituais para o Desenvolvimento da Interdisciplinaridade, Capítulo 5. In: PHILIPPI JR., A.; TUCCI, C.E.M.; HOGAN, D.J.; NAVEGANTES, R. Interdisciplinaridade em Ciências Ambientais. São Paulo: Signus Editora, p. 95 ? 107
EPISTEMOLOGIA E MÉTODOS DE PESQUISA GAP7077
Carga Horária

64 horas.

Professores
Ementa

Conhecimento e níveis de conhecimento. O fundamento epistêmico das ciências: a abstração cognitiva. Alcances e limites do método científico. Os delineamentos de pesquisa. A relação leis/teorias e o método científico. Os principais métodos de investigação (de abordagem e de coleta).

Bibliografia
Bibliografia não cadastrada.
ESTÁGIO À DOCÊNCIA GAP7088
Carga Horária

32 horas.

Professores
Ementa

Envolve a participação do pós-graduando em atividades de ensino da graduação. Participação em atividades de ensino da graduação: Planejamento, desenvolvimento e avaliação de aulas, Elaboração de material didático, Atuação no ensino (aulas teóricas ou práticas/laboratório), Atendimento aos alunos; Correção de provas e exercícios Vinculação entre teoria/prática e vivência de atividades de ensino, aprendizagem e pesquisa na graduação. Realização de estágio nas fases de observação, planejamento e avaliação, desenvolvendo um olhar crítico sobre essa prática didático-pedagógica.

Bibliografia
  • PIMENTA, S. G. O estágio na formação de professores: unidade teoria e prática. 4. ed. São Paulo: Cortez, 2001.
  • Pimenta, S. G. & Lima, M. S. L., Estágio e Docência. São Paulo: Cortez Editora. 2004.
  • DEMO, P. Educar pela pesquisa. 4. ed. Campinas: Autores Associados, 2000.
  • FREIRE, PAULO. Pedagogia da autonomia: Saberes necessários à prática educativa. 3a Edição, São Paulo, Editora Paz e Terra, 1998. 165p.
  • MORIN, E. Os sete saberes necessários à educação do futuro. 2ªed. São Paulo: Cortez; Brasília: UNESCO. 2000.118p.
  • ALVES, R. Conversas com quem gosta de ensinar. Cortez Editora. Editores Associados. São Paulo. 1980. 91p. (pdf)
ESTUDOS DO SEMIÁRIDO GAP7099
Carga Horária

64 horas.

Professores
Ementa

A disciplina se propõe a fornecer elementos para a discussão do desenvolvimento do Semiárido, na perspectiva das dimensões da sustentabilidade (ambiental, econômica, social-cultural e política-institucional). Aborda: Conceito de semiárido. Características sociais, econômicas, políticas e ambientais da região semiárida do Nordeste do Brasil; Biodiversidade; ecossistema, habitat, desertificação e seca; Processo de ocupação e apropriação dos recursos naturais do semiárido nordestino. Biomas do Nordeste brasileiro - O bioma caatinga.

Bibliografia
  • Tecnologias de convivência com o semiárido Brasileiro. Editor: EDITORA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE ? EDUFCG. 2017
  • Recursos Naturais do Semiárido - Estudos Aplicados. 1ª Edição Publisher: EDITORA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE - EDUFCG. 2016
  • GHEYI, Hans Raj et al. Recursos hídricos em regiões semiáridas. Campina Grande: Instituto Nacional do Semiárido, 2012.
  • TROLEIS, Adriano Lima; SANTOS, Ana Claudia Ventura. Estudos do Semiárido. 2. ed. ? Natal: EDUFRN, 2011
  • CUNHA, Tony Jarbas Ferreira et al. Principais solos do semiárido tropical brasileiro: caracterização, potencialidades, limitações, fertilidade e manejo. Embrapa Semiárido-Capítulo em livro científico (ALICE), 2010.
  • BRASIL. Ministério de Ciência e Tecnologia. Instituto Nacional do Semiárido. Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Recursos hídricos em regiões semiáridas. Campina Grande, PB : INSA; UFRB, 2012.
GESTÃO AMBIENTAL GAP7100
Carga Horária

64 horas.

Professores
Ementa

O objetivo geral da disciplina é apresentar um marco de referência conceitual necessário a uma visão crítica e globalizante da problemática ambiental, apresentando instrumentos de políticas públicas voltadas ao meio ambiente. Serão analisadas as ações do Estado brasileiro na administração do meio ambiente e debatidos aspectos técnicos, legais, institucionais, políticos e econômicos de instrumentos que são fundamentais nas ações de controle ambiental. Complementarmente, serão discutidas diretrizes e mecanismos necessários à implementação de uma gestão integrada de recursos hídricos e as questões centrais da gestão ambiental urbana, por se tratarem de temáticas prioritárias no enfrentamento da problemática ambiental brasileira.

Bibliografia
  • SEIFFERT, Maria Elizabete Bernardini.. Gestão Ambiental: Instrumentos, esferas de ação e educação ambiental. 2a.ed.. Atlas. 2011
  • DIAS, Reinaldo.. Gestão Ambiental: Responsabilidade Social e Sustentabilidade. 2a.ed.. Atlas. 2011
  • BARBIERI, José Carlos.. Gestão Ambiental Empresarial – Conceitos, modelos e instrumentos. 3a.ed.. Saraiva. 2011
GESTÃO SOCIAL GAP7111
Carga Horária

64 horas.

Professores
Ementa

A definição, e o desenvolvimento, da Gestão Social apresenta delineamentos, que ensejam um nova perspectiva sobre a própria gestão, no caso a Administração como campo de conhecimento. É possível entender a gestão social como o gerenciamento de empreendimentos de cunho social, os quais apresentam especificidades, incluindo-se a gestão pública e suas políticas; bem como, pela incorporação do atendimento de objetivos sociais por parte das empresas privadas. Contudo, uma nova acepção para a gestão social advoga que invariavelmente a gestão, ou Administração, deva ser social, sob o julgo de se assim não o for, não será gestão. Nestes termos, um curso na área de Gestão Social é oportuno e inovador, provoca a interação entre teoria e prática, reflexão e intervenção, reconhecendo e valorizando os diferentes saberes relacionados ao desenvolvimento e à gestão social. O curso de Mestrado Profissional em Administração, a ser realizado pelo PPGA/CPPS da UFC Cariri possui um desenho inovador e experimental que visa promover a articulação entre diferentes disciplinas do conhecimento científico, diferentes escolas e saberes, além de diferentes atores (governamentais, empresariais e não- governamentais). Estratégia e Responsabilidade Social Empresarial Aborda o papel dos conhecimentos e técnicas administrativas no desenvolvimento de modelos de gestão que contemplem aspectos ambientais e socialmente responsáveis. Envolve os conhecimentos de Teoria Organizacional, Estratégia Empresarial, e Responsabilidade Social. Busca ainda a construção de indicadores e metodologias de avaliação dos impactos econômicos, sociais, ambientais e institucionais da adoção de modelos de gestão socialmente responsáveis.

Bibliografia
  • Dicionário para formação em Gestão Social
  • Gestão social: reflexões teóricas e conceituais
  • Sociedade Civil e Espaços Públicos no Brasil
METODOLOGIA DO ENSINO SUPERIOR GAP7122
Carga Horária

32 horas.

Professores
Ementa

Formação de profissionais de educação: professor-educador. Tendências pedagógicas. A comunicação de massa. Planejamento do processo ensinoaprendizagem: importância, fases e componentes do plano instrucional. Objetivos, conteúdos, técnicas de ensino, recursos instrucionais e avaliação. Fundamentos filosóficos, sociológicos e políticos no processo educativo; a contemporaneidade ? desenvolvimento científico e tecnológico e seu impacto na percepção de realidade: cultura, educação e poder: sua manifestação no currículo. A problemática da prática docente ? a questão didática.

Bibliografia
  • MORIN, Edgar. Educação e complexidade: os sete saberes e outros ensaios.. . Cortez. 2002
MÉTODOS QUALITATIVOS EM PESQUISA GAP7133
Carga Horária

64 horas.

Professores
  • ADRIANA DE ALENCAR GOMES PINHEIRO
  • FRANCISCA LAUDECI MARTINS SOUSA
Ementa

Natureza da pesquisa qualitativa. Métodos e técnicas de coleta de dados em pesquisa qualitativa. Análise e tratamento de informações em pesquisa qualitativa. Características essenciais à pesquisa qualitativa. Estudo de caso. Diferentes técnicas de pesquisa qualitativa: entrevista individual; grupo focal e análise documental. Análise de conteúdo. Análise de Discurso. Tendências em pesquisa Métodos qualitativos na pesquisa interdisciplinar.

Bibliografia
Bibliografia não cadastrada.
MÉTODOS QUANTITATIVOS DE PESQUISA GAP7144
Carga Horária

64 horas.

Professores
Ementa

O objetivo com a disciplina é desenvolver a habilidade na construção e execução de projetos de pesquisa dentro da tradição do método quantitativo aplicado. Ao final da disciplina é esperado que o aluno compreenda o processo e o design da pesquisa quantitativa, seja proficiente para elaborar projetos de pesquisa e instrumentos que atendam às propriedades de validação e confiabilidade e capacitado a compreender as técnicas estatísticas multivariadas mais comumente utilizadas em pesquisas da área. Desta maneira, os principais tópicos abordados são: tipos de design de pesquisa com dados quantitativos e seus principais constituintes; mensuração de variáveis; construção de instrumento de coleta de dados, validação e confiabilidade; a lógica da análise do levantamento de dados; análise de dados não-paramétricos; e o uso de técnicas multivariadas de análise.

Bibliografia
Bibliografia não cadastrada.
PLANEJAMENTO REGIONAL E URBANO GAP7155
Carga Horária

64 horas.

Professores
Nenhum professor cadastrado.
Ementa

Planejamento urbano e regional - conceitos e principais teorias; Teoria da polarização; Organização espacial; Análise Espacial; Instrumentos econômicos na gestão ambiental; exclusão social e a defesa ambiental: conflitos e perspectivas. Dimensões regionais e urbanas brasileiras; Formação regional e urbana no Brasil; Concentração e desconcentração espacial brasileiro. O papel das cidades no desenvolvimento regional. Processo de urbanização recente no Brasil e regiões. Criação de Regiões Metropolitanas. Urbanização e esvaziamento das zonas rurais.

Bibliografia
Bibliografia não cadastrada.
POLÍTICAS PÚBLICAS GAP7166
Carga Horária

64 horas.

Professores
Ementa

A disciplina políticas públicas tem como objetivo apresentar conceitos e fundamentos de interesse para a formação em Políticas Públicas, com ênfase para o Desenvolvimento Regional Sustentável. O curso parte de uma retrospectiva histórica sobre a formação e o papel do Estado moderno, estuda a evolução da relação entre aumento das atribuições do poder público e o crescimento das estruturas estatais. Investiga a gênese e o desenvolvimento das políticas públicas de natureza social, analisa o contexto do surgimento do planejamento governamental como processo, avalia a crise atual do Estado e discute, à luz das tendências internacionais e das características nacionais, os rumos das políticas públicas. Tem como objetivos principais: Discutir os conceitos de análise de políticas e de análise para políticas; Discutir a forma com que questões e problemas são definidos, e as agendas políticas estabelecidas; Analisar como as decisões são tomadas e as políticas feitas, e como análise é utilizada no processo de tomada de decisão; e Analisar como as políticas são administradas, gerenciadas, implementadas, avaliadas e terminadas.

Bibliografia
Bibliografia não cadastrada.
RECUPERAÇÃO DE ÁREAS DEGRADADAS GAP7177
Carga Horária

64 horas.

Professores
Ementa

Conceitos e Legislação. Principais agentes degradantes do meio ambiente urbano. Técnicas de amostragens de solos e Caracterização dos solos (parâmetros e ensaios). Quantificação da produção de sedimentos em bacias hidrográficas e medição de sedimentos transportados pelo escoamento. Degradação dos Solos (processos erosivos e movimentos de massa). Técnicas básicas de recuperação de áreas urbanas, envolvendo medidas físicas. Visita Técnica em área de degradação do solo. Principais agentes degradantes do meio ambiente urbano (água). Poluição/Contaminação da água. Impactos de metais pesados no solo e nas águas. Técnicas de amostragens de águas e caracterização das águas (parâmetros e ensaios). Técnicas de amostragens de águas e caracterização microbiológica das águas (parâmetros e ensaios). Técnicas básicas de recuperação de áreas urbanas, envolvendo medidas físicas, químicas e biológicas. Visita Técnica em área de degradação de água.

Bibliografia
  • Gustavo Henrique de Sousa Araujo, Josimar Ribeiro de Almeida, Antonio José Teixeira Guerra. Gestão ambiental de áreas degradadas. 13. Bertrand Brasil. 2005
RECURSOS HÍDRICOS GAP7188
Carga Horária

64 horas.

Professores
Ementa

Bacias hidrográficas. Reservatórios de acumulação. Barragens e impactos ambientais. Relatórios RIMA. Problemas de erosão em bacias. Produção de sedimentos. Recursos hídricos em regiões semi-áridas e processos hidrológicos. Disponibilidade de águas subterrâneas. Previsão de enchentes. Estimativa de população. Estudo de consumo. Vazões de dimensionamento. Sistemas de captação de água. Adutoras por gravidade e por recalque. Estações elevatórias de águas superficiais e subterrâneas. Reservatório e rede de distribuição. Gestão ? Comitês de Bacias, Lei das Águas, Regulação, Setor Privado e Setor Público.

Bibliografia
  • Hidrologia -Ciência e Aplicação
REDES E TERRITÓRIOS GAP7199
Carga Horária

64 horas.

Professores
  • FRANCISCA LAUDECI MARTINS SOUSA
  • JOSIER FERREIRA DA SILVA
Ementa

Conceito de espaço e território (Estrutura, processo, função e forma como categorias do método geográfico; Técnica, espaço e tempo no processo de globalização). Região e Regionalização: a questão do Planejamento e do Desenvolvimento Regional. Regimes de acumulação e territorialidades. O período técnico-científico e o papel da região (Horizontalidades e verticalidades; As redes, a competitividade e o imperativo da fluidez). A organização do espaço no Semi-Árido: aspectos sociais, econômicos, políticos e ambientais. O conceito de rede (O tempo e o espaço do Iluminismo: emergência de um pensamento sobre as redes; A gênese e a evolução do conceito de rede). Redes técnicas, sociedade e território. As redes como portadoras de ordem e desordem na dinâmica de organização territorial. A rede como forma de organização espacial e de sua compreensão (A compressão do tempo-espaço no século XX e o debate contemporâneo sobre as redes e o território - As normas, a competitividade e o imperativo da fluidez na relação das redes com o território; Redes técnicas e território: crítica às noções de efeitos estruturantes e de determinismo tecnológico das redes). Redes, fluxos e território (Redes de informação e as novas dinâmicas territoriais; Redes sociais de migração e o território; Redes, sistema financeiro e território; Redes e empresas: usos e organização do território). Redes e organização do espaço urbano e regional.

Bibliografia
Bibliografia não cadastrada.
SEMINÁRIO TEMÁTICO I GAP7200
Carga Horária

32 horas.

Professores
Ementa

Variável, de conformidade com a temática proposta.

Bibliografia
Bibliografia não cadastrada.
SEMINÁRIO TEMÁTICO II GAP7211
Carga Horária

32 horas.

Professores
Ementa

Variável, de conformidade com a temática proposta.

Bibliografia
Bibliografia não cadastrada.
TÉCNICAS DE SENSORIAMENTO REMOTO E GEOPROCESSAMENTO GAP7222
Carga Horária

64 horas.

Professores
Ementa

Princípios físicos do sensoriamento remoto. Comportamento espectral de alvos. Tratamento digital de imagens. Classificação digital de imagens. Interpretação visual de imagens. Introdução ao geoprocessamento. Representação de dados espaciais em meio digital. Formas de entrada e armazenamento de dados. Técnicas de análise espacial. Consulta a bancos de dados de dados espaciais. Produção cartográfica. Aplicações do sensoriamento remoto e geoprocessamento em estudos ambientais.

Bibliografia
  • MOREIRA, M. A. Fundamentos do sensoriamento remoto e metodologias de aplicação. 3ª ed. atualizada e ampliada. Viçosa, MG: Ed. UFV, 2005. Il. 320 p
TUTORIA TRANSVERSAL COOPERATIVA I GAP7233
Carga Horária

32 horas.

Professores
Nenhum professor cadastrado.
Ementa

Será inserida pela coordenação.

Bibliografia
Bibliografia não cadastrada.
CARTOGRAFIA GEOTÉCNICA PARA PLANEJAMENTO URBANO GAP7244
Carga Horária

48 horas.

Professores
Nenhum professor cadastrado.
Ementa

A definir.

Bibliografia
Bibliografia não cadastrada.
GERENCIAMENTO DE ÁREAS DE RISCOS GEOLÓGICOS URBANOS GAP7255
Carga Horária

48 horas.

Professores
Ementa

A definir.

Bibliografia
Bibliografia não cadastrada.
MOVIMENTOS SOCIAIS E DESENVOLVIMENTO REGIONAL GAP7266
Carga Horária

64 horas.

Professores
Nenhum professor cadastrado.
Ementa

A definir.

Bibliografia
Bibliografia não cadastrada.
AGROECOLOGIA GAP7277
Carga Horária

64 horas.

Professores
Ementa

A ser informado.

Bibliografia
  • CAPORAL, F. R. e COSTABEBER, J. A. Agroecologia: Alguns conceitos e princípios. Brasília:. . Brasília: MDA/SAF/DATER. 2004
  • ALTIERI; M.A.. Agroecologia: bases científicas para uma agricultura sustentável Guaíba: Agropecuária. . Guaíba:. 2002
  • GLIESSMAN, S. R.. Agroecologia: processos ecológicos em agricultura sustentável. . Editora da Universidade/UFRGS. 2000
DISSERTAÇÃO GAP7999
Carga Horária

96 horas.

Professores
Nenhum professor cadastrado.
Ementa

Esta disciplina está destinada à confecção da dissertação de mestrado do aluno. A partir dos estudos desenvolvidos nas linhas de pesquisa que sustentam as áreas de concentração, o aluno deverá, com o acompanhamento dos professores orientadores, desenvolver estudos sobre sua questão específica, articulando um texto fundamentado e consistente, com o objetivo de formalizar seu projeto de pesquisa.

Bibliografia
Bibliografia não cadastrada.

Último Processo Seletivo

02/10/2018 às 00:00 - 16/10/2018 às 23:59

Nenhum processo seletivo em vigência.

Ajude-nos a melhorar esta página

Você sugere alguma correção ou melhoria?

Unidade responsável por esta página: Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação.