Conheça os cursos de graduação da UFCA: Agronomia

Atualizado em 31/03/2022 às 12h02

Vagas: 50 vagas anuais
Semestres: 10
Modalidade: Bacharelado
Campus: Crato
Período: Integral (Matutino/Vespertino)

Atuar no gerenciamento de produções agrícolas, desenvolver medidas para conservação e utilização do solo e coordenar projetos agroindustriais são atribuições de profissionais formados em Agronomia. A Universidade Federal do Cariri (UFCA) oferece, desde 2006, uma graduação na área, no campus Crato, na modalidade bacharelado. A Universidade disponibiliza, todos os anos, 50 vagas no curso, em turno integral (manhã e tarde).

A região do Cariri cearense, onde se situa a UFCA, é cercada pela Chapada do Araripe – que, por sua vez, detém boa oferta de solo fértil e de recursos hídricos. Com isso, o Cariri tem, entre as suas principais atividades econômicas, aquelas ligadas à Agricultura e à Criação de Animais, com predominância de pequenas propriedades e grande participação da agricultura familiar. Isso torna necessária a presença de profissionais qualificados/as na área de Agronomia. Por essa razão, o curso de Agronomia foi um dos primeiros ofertados pela UFCA e está prestes a completar 15 anos.

Estudantes e professores do curso de Agronomia participam do evento Horta Show Cariri, realizado em novembro de 2019, na cidade de Barbalha-CE. Foto: Acervo Curso de Agronomia

Na Universidade, essa formação compõe o Centro de Ciências Agrárias e da Biodiversidade (CCAB – link para uma nova página) – Unidade Acadêmica que compreende, além do bacharelado em Agronomia, o bacharelado em Medicina Veterinária e o Mestrado em Desenvolvimento Regional Sustentável (Proder – link para uma nova página). Quanto aos docentes, 26 professores estão vinculados ao CCAB – todos mestres ou doutores.

A matriz curricular do curso de Agronomia na UFCA é composta por 58 disciplinas obrigatórias (ofertadas do primeiro ao nono semestre) e 42 optativas, que podem ser cursadas a partir do terceiro semestre. Somando essas disciplinas ao estágio obrigatório, às atividades complementares e ao Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), a graduação em Agronomia na Instituição exige, para sua conclusão, o cumprimento de carga horária total de 4.112 horas.

As disciplinas dessa graduação estão divididas em 8 áreas de estudo, sendo elas: “Ciências Biológicas”, “Ciências Exatas e da Terra”, “Engenharia Rural”, “Fitossanidade”, “Fitotecnia”, “Sociologia e Economia Rural” e “Solos e Zootecnia”.

Estudantes e professores do curso de Agronomia da UFCA na 19ª Exposição de Produtos da Agricultura Familiar (Exproaf), realizada na cidade do Crato, em 2019. Foto: Acervo Curso de Agronomia

Na última edição do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade – link para uma nova página), o curso de Agronomia da UFCA obteve conceito 3, em uma escala que varia de 1 a 5. Essa nota o coloca como segundo melhor curso do Estado do Ceará na área de Ciências Agrárias.

Assim como a maior parte das graduações ofertadas pela UFCA, o ingresso no curso de Agronomia ocorre por meio do Sistema de Seleção Unificada (SiSU – link para uma nova página).

Estrutura do Curso

O campus Crato dispõe de uma área total superior a 16 hectares (entre área construída e área de campo), que é usada para realização de atividades práticas e também de pesquisas científicas. O curso conta ainda com 6 salas de aula, biblioteca, 12 laboratórios e 3 estruturas de apoio (link para uma nova página).

Oficina sobre “Solos Supressivos”, ministrada pela professora Eliane Mayumi, realizada em outubro de 2018. Foto: Acervo Curso de Agronomia

Apesar de a atual área do campus Crato corresponder às demandas do curso de Agronomia e às do mestrado, a UFCA estuda a possibilidade de criar uma Fazenda Experimental, fora do atual campus, para atividades relacionadas à Pesquisa e à criação de grandes animais. Isso porque o campus Crato é próximo a áreas residenciais, o que impossibilitaria a ampliação do espaço para essa finalidade.

Atualmente, 12 projetos de Extensão e de Cultura da UFCA (link para uma nova página) são desenvolvidos no âmbito da graduação em Agronomia. O Laboratório Vivo de Agricultura Urbana (LVAUP/UFCA), por exemplo, é um dos projetos de Extensão no curso. As atividades desse laboratório são realizadas pelo Núcleo de Pesquisa e Extensão em Horticultura (NUPEH/UFCA), que objetiva contribuir para a segurança alimentar e nutricional de pessoas que vivem em zonas urbanas.

Estudantes de Agronomia trabalham na estruturação de espaço que serve como base das atividades do LVAUP/UFCA, em 2019. Acervo Curso de Agronomia

Coordenadora LVAUP/UFCA, a professora do CCAB/UFCA, Cláudia Marco, enfatiza a importância desse laboratório para a formação dos futuros/as engenheiros/as agrônomos/as: “Para os estudantes do curso de Agronomia, [o projeto] tem o propósito de contribuir na sua formação; tornando-a mais interdisciplinar ao ofertar palestras, oficinas, agendas virtuais que trabalhem diferentes temáticas da agricultura realizada na zona urbana”, disse.

Atualização do Projeto Pedagógico

O Projeto Pedagógico do Curso (PPC – link para uma nova página) de Agronomia da UFCA passou por uma atualização em 2018 e possibilitou o fortalecimento das atividades relacionadas à graduação nos quatro pilares da Universidade: Ensino, Pesquisa, Extensão e Cultura. 

Outra atualização está prevista para 2023, com a integralização da Extensão (link para uma nova página). De acordo Felipe Câmara, coordenador do curso de Agronomia da UFCA, essa mudança será essencial na promoção da Extensão dentro das práticas de Ensino, ao oferecer disciplinas mistas que envolvam também práticas extensionistas: “Esta mudança promoverá maior integração entre os pilares da Universidade: Ensino, Pesquisa, Extensão e Cultura; o que possibilitará a formação de um profissional mais completo e apto para atuar no mercado”, acredita.

Minicurso realizado com estudantes do curso de Agronomia sobre “Máquinas Agrícolas”, em outubro de 2018. Foto: Acervo Curso de Agronomia

Programa de Educação Tutorial (PET)

O Programa de Educação Tutorial (PET – link para uma nova página) é um programa do Governo Federal no âmbito do Ensino Superior que tem como objetivo incentivar, sob supervisão docente, universitários em práticas acadêmicas. Sob tutoria do professor Janailton Coutinho, esse programa, no curso de Agronomia da UFCA, existe desde 2010. Atualmente, o PET Agronomia (link para uma nova página) conta com 12 estudantes bolsistas e 2 voluntários; além do professor Janailton e de uma cotutora, a professora Edilza Vasquez. 

De acordo com professor Janailton, o PET Agronomia põe em evidência as multidimensões do Ensino Superior, sempre auxiliando os estudantes, mesmo com as limitações impostas pela pandemia de covid-19: “Eles ensinam e aprendem novas tecnologias, pondo-se em contato mesmo em período remoto. Durante a pandemia, não houve intervalo nas nossas ações. Mesmo distante conseguimos manter nossos trabalhos na forma de lives, jornal, informes, revistas e estudos, pois entendemos que a Universidade não pode parar. Mudamos apenas o jeito de fazer”, explica.

“O curso de Agronomia é um dos poucos que te dá uma visão holística da vida”

Daniele Coelho cursa atualmente o sétimo semestre de Agronomia da UFCA. Ela precisou retornar para sua cidade natal, Fortaleza, devido à pandemia. A estudante afirma que escolheu o curso de Agronomia pelo leque variado de opções para se trabalhar durante e após a graduação: “Ao contrário de atividades em que você fica concentrado somente em um aspecto, na Agronomia, você sempre precisa estar atento ao todo. Você pode se especializar em uma área ao final da graduação, mas o curso de Agronomia é um dos poucos que te dá uma visão holística da vida, pois ele não te separa do ecossistema homem/natureza”, reflete.

Participação da estudante de Agronomia Daniele Coelho no evento Horta Show, na cidade de Barbalha-CE, em 2019. Foto: arquivo pessoal

Daniele explicou ainda que o bacharelado em Agronomia tem seus desafios, entre os quais está lidar com a interdisciplinaridade da formação. Por exemplo, algumas das disciplinas obrigatórias ofertadas são: “Matemática Básica”, “Zoologia Geral”, “Aspectos Sociais da Agricultura” e “Educação em Direitos Humanos”. Apesar das dificuldades que isso possa representar para os estudantes do curso, Daniele acredita que a interdisciplinaridade é também a grande força da graduação oferecida pela UFCA: “cada aluno vai se identificando, se encontrando e se apaixonando por determinado campo desta vasta ciência que é a Agronomia”.

Relação com os produtores rurais

De acordo com o coordenador do curso de Agronomia na UFCA, a Universidade procura construir um modelo pedagógico capaz de propiciar aos futuros engenheiros agrônomos a habilidade científica e reflexiva para o melhor desenvolvimento das competências profissionais praticadas durante a graduação: “No curso de Agronomia, procura-se a construção de um modelo pedagógico capaz de propiciar ao futuro profissional uma capacidade científica e reflexiva, alicerçada em uma postura ética (…). Somente através de uma atuação ética e compromissada com o social e com o ambiental é que o trabalho científico do/a Engenheiro/a Agrônomo/a contribuirá para a construção de uma sociedade mais justa, responsável e sustentável ecologicamente com as futuras gerações”, ressaltou.

Segundo o docente, os processos de interação com os pequenos produtores da região é um movimento lento e demorado, mas que tem rendido bons resultados. Para esses agricultores, diz Felipe, as técnicas de cultivo são passadas de forma hereditária (de pai para filho), tornando um pouco mais difícil a adesão a tecnologias compartilhadas pela comunidade acadêmica do curso de Agronomia da UFCA, exatamente pelo fato de essa adesão poder representar a quebra dessa lógica familiar.

Oficina sobre “Compostagem”, ministrada para agricultoras de Juazeiro do norte durante Semana do Curso de Agronomia, em 2018. Foto: Acervo Curso de Agronomia

Recentemente, a UFCA foi convidada para colaborar com a criação da Cooperativa do Cariri, um importante passo para aproximar ainda mais o contato da Universidade com os produtores rurais da região e com o setor agrícola. A cooperativa contribui para a qualificação desses agricultores e, com isso, para a oferta de produtos de melhor qualidade, com maior valor agregado.

Empregabilidade

Professor Felipe explica que a maioria das oportunidades de emprego para egressos do curso de Agronomia está em instituições públicas, como na Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará (Ematerce – link para uma nova página) e em Organizações Não Governamentais (ONGs) que atuam na assistência técnica a pequenos agricultores familiares e no desenvolvimento rural sustentável. Há ainda a possibilidade de os egressos seguirem pelos caminhos do empreendedorismo ou da docência.

“Nota-se a crescente oferta de vagas de empregos na região, porém o curso de Agronomia da UFCA não visa a formar profissionais somente para a região, mas para atuar em todo território nacional. Atualmente, temos egressos atuando na Companhia Nacional de Abastecimento (Conab – link para uma nova página), em multinacionais e em usinas de produção de açúcar e álcool no interior de São Paulo”, afirma o coordenador.

Egressa do curso

Allanne Plácido, engenheira agrônoma formada pela UFCA, atualmente é voluntária em um projeto desenvolvido na cidade de Tarrafas-CE. A iniciativa apoia 30 famílias carentes da zona rural, na criação de animais e no plantio orgânico de hortaliças.

Formada em 2019, Allanne trabalha como voluntária em projeto social na cidade de Tarrafas-CE. Foto: arquivo pessoal

Após a graduação, Allanne explica que passou a prestar mais atenção nas pessoas ao seu redor e a trabalhar de maneira mais humanizada, alinhando prática e teoria: “Depois do curso de Agronomia, eu comecei a ter vivências e a olhar as pessoas por outra perspectiva, sempre seguindo o viés da agricultura orgânica e de subsistência que fizeram parte de toda minha formação”, disse.

Para quem deseja cursar Agronomia na UFCA, Allanne lembra-se do apoio que a instituição oferece aos seus estudantes: “Os primeiros semestres do curso são bem difíceis, mas não desista. No curso de Agronomia, raramente eu e os meus colegas não tínhamos bolsas ou auxílios; além de os professores serem bem capacitados para o que o curso propõe”, afirmou.

Serviço

Curso de Agronomia
agronomia.ccab@ufca.edu.br