Egresso da UFCA fabrica e doa protetores faciais para município de Juazeiro do Norte

Atualizado em 27/03/2020 às 09h03

Protetor facial produzido pelo egresso da UFCA, Jorge Bandeira. Foto: Divulgação/Jorge Bandeira

Para contribuir com o enfrentamento à pandemia de Covid-19 na região do Cariri, o egresso da Universidade Federal do Cariri (UFCA), Jorge Bandeira, fabricou e doou 15 protetores faciais (face shield) para a Secretaria de Saúde do município de Juazeiro do Norte, na manhã desta quinta-feira, 26 de março. Designer de Produto e Modelador 3D, ele fabricou as máscaras com os próprios equipamentos e com doações recebidas para a compra do material.

A ideia surgiu quando Jorge soube de outras iniciativas de distribuição desse tipo de equipamento pelo Brasil, por meio de grupos de trabalho de impressão em 3D. “Quando soubemos de mais casos no Brasil, os grupos de impressão 3D começaram a se organizar (…). Compartilhamos arquivos e fizemos os testes. Assim que a gente viu que dava certo já começamos a imprimir e a testar. (…) Nisso, eu me mobilizei, imprimi um protótipo e deu certo”, explicou.  

Depois disso, Jorge divulgou a iniciativa nas redes sociais e entrou em contato com amigos e com algumas instituições – UFCA, Instituto Federal do Ceará (IFCE) e Prefeitura de Juazeiro – para ter condições de realizar o trabalho. Utilizou a própria impressora e usou as doações para comprar o material de fabricação das máscaras. Com a ajuda da esposa, Francisca Bezerra na produção, o designer de produtos tem conseguido confeccionar de seis a oito unidades por dia.

“Sei que não é uma quantidade grande. Mas estou ajudando como eu posso. (…) A gente tem que se ajudar e passar por tudo isso junto”, ressaltou. A intenção de Jorge é conseguir, de agora em diante, ainda mais apoio das pessoas e das instituições para produzir mais protetores faciais e contribuir com os profissionais de saúde. Os custos de produção de cada uma das máscaras, conforme Jorge, ficam, em média, entre 30 e 40 reais.

Benefícios dos protetores faciais

O protetor fácil produzido por Jorge é composto por uma estrutura impressa em 3D (polímero ABS), que dá sustentação à máscara e segura o elástico que prende o equipamento à cabeça, e uma lâmina de acetato (0,35mm), responsável por fazer a proteção da face.  De acordo com o médico perito da UFCA, Miguel Marx, membro do Comitê Interno de Enfrentamento ao Covid-19 da Universidade (Cieco-19/UFCA), a máscara protege toda a face do profissional de saúde, evitando que haja contato com diversas secreções contaminantes, como sangue, suor ou gotículas de saliva, que venham a ser projetadas na altura dos olhos, da boca e do nariz.

Além disso, Jorge destacou que o protetor facial, feito com esses materiais, pode ser reutilizável, porque permite a higienização com água e sabão e álcool em gel. De acordo com nota técnica da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) (link para uma nova página), que trata sobre orientações para prevenção e controle do novo coronavírus, o uso de cada um dos protetores faciais deve ser exclusivo de cada profissional, devendo, após a utilização, passar por limpeza e posterior desinfecção com álcool líquido a 70%, hipoclorito de sódio ou outro desinfetante recomendado pelo fabricante. Caso o protetor facial tenha sujeira visível, deve ser lavado com água e sabão/detergente e só depois dessa limpeza passar pelo processo de desinfecção.

O médico Miguel Marx lembra ainda que essas máscaras têm aplicação mais restrita, se comparadas às máscaras cirúrgicas, e se dirigem a um público alvo específico, ou seja, os profissionais de saúde no desempenho de uma atividade que possa gerar aerossóis ou gotículas, como nos casos de intubação para posterior acoplamento de ventilador mecânico. A população em geral que está com algum dos sintomas ou os profissionais que lidam com triagem de pessoal, movimentação de pacientes de um local para o outro e higienização podem utilizar as máscaras cirúrgicas convencionais, de acordo com Miguel Marx.  

Doações

Quem quiser contribuir com o trabalho de Jorge Bandeira pode entrar em contato por meio do perfil do designer de produtos no Instagram: @bandeirartes3d.

Serviço

Comitê Interno de Enfrentamento ao Covid-19 (Cieco-19/UFCA)
cieco19@ufca.edu.br