Nota de Pesar: Valfrido Salmito Filho

Atualizado em 20/09/2022 às 21h31

Valfrido Salmito Filho. Foto: arquivo Sudene. Reprodução O Povo

A Universidade Federal do Cariri (UFCA) manifesta pesar pelo falecimento, aos 88 anos, do filósofo, economista e advogado cearense Valfrido Salmito Filho. Nascido em 1934, em São Benedito-CE, na serra da Ibiapaba, Valfrido ingressou em 1955 no curso de Filosofia, no Seminário São Francisco, em Olinda-PE, tendo cursado ainda ciências jurídicas e sociais na Faculdade de Direito da Universidade Federal do Ceará (UFC), em 1957. Durante o curso, participou do Programa de Treinamento em Desenvolvimento Econômico (PTDE), em 1960, no Instituto de Economia da UFC.

Sempre afeito à democracia e à justiça social, Valfrido Salmito atuou no Banco do Nordeste (BNB), entre 1959 e 1962, e na Superintendênca do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), de 1962 a 1974. Retornou à Sudene como superintendente em 1978, quebrando a regra de nomeação, para o cargo máximo do órgão, de militares ou de técnicos de outras áreas – o que se estabeleceu desde 1964, quando o economista paraibano Celso Furtado (1920 – 2004) teve seus direitos políticos cassados e precisou deixar a Superintendência (da qual foi fundador e primeiro superintendente). Salmito foi superintendente da Sudene até outubro de 1984, quando se tornou assessor do Ministério do Interior em programas de desenvolvimento do Nordeste. O economista permanenceu no cargo até maio de 1990.

Entre os três filhos do economista, está o professor do Instituto Interdisciplinar de Sociedade, Cultura e Artes da UFCA (IIsca/UFCA), Ricardo Salmito.

Por toda a sua brilhante trajetória e pela atuação deste grande intelectual cearense para a materialização das aspirações próprias da democracia, a UFCA, neste momento de dor, estende condolências a familiares e amigos de Valfrido Salmito Filho, comprometida em manter viva a missão de transformar vidas por meio do conhecimento e da liberdade.

Juazeiro do Norte, 20 de setembro de 2022.