“Ficou claro que a Educação, como um todo, tornou-se prioridade”, diz reitor da UFCA após reunião entre reitores e a Presidência da República, em Brasília

Atualizado em 23/01/2023 às 15h04

Professor Ricardo Ness, reitor da UFCA, cumprimenta o presidente Lula durante encontro com reitores, em Brasília, em janeiro de 2023. Foto: Ricardo Stuckert

O reitor da Universidade Federal do Cariri (UFCA), Ricardo Ness, participou de reunião, em Brasília, no último dia 19 de janeiro, entre a Presidência da República e os reitores das universidades federais e das instituições federais de Educação profissional, científica e tecnológica. Além do presidente, Luiz Inácio Lula da Silva, estiveram presentes, entre outras autoridades, o ministro da Educação, Camilo Santana, e a ministra da Ciência, Tecnologia e Inovações, Luciana Santos.

De acordo com professor Ricardo Ness, esta foi a primeira vez, desde o fim do governo da ex-presidente Dilma Roussef, que os reitores se reúnem com o chefe do executivo federal: “As reitoras e os reitores presentes saíram da reunião sentindo-se respeitados e prestigiados, com renovados sentimentos de otimismo e confiança”, destacou.

Durante a reunião, Lula alçou a Educação como peça chave em seu projeto de governo, a ser implementado durante o seu terceiro mandato à frente da Presidência, exaltou conquistas de seus governos anteriores na área da Educação e sinalizou que pretende repetir o encontro com os reitores anualmente. O gesto, conforme o presidente da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) e reitor da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Ricardo Marcelo Fonseca, é “carregado de simbologia”, logo após o encerramento de um período em que as universidades foram “maltratadas, detratadas e esganadas orçamentariamente”.

Sobre o encontro, o reitor da UFCA destaca ainda o fato de a reunião ter sido convocada pelo próprio presidente Lula e de estarem presentes não apenas os titulares dos Ministérios da Educação (MEC) e da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), mas também o ministro da Casa Civil, Rui Costa, o ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Márcio Macedo, e os presidentes da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), Mercedes Bustamante, e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Ricardo Galvão.

“[Essas presenças] assinalam mudanças profundas no tratamento que será dado às universidades. A titulo de exemplo, já no dia 18 passado, o ministro Camilo Santana recebeu os dirigentes da Associação dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior, a Andifes, quando na pauta a questão mais urgente para as universidades foi discutida: a recomposição do orçamento das instituições. Já solicitamos audiência com o senhor ministro para apresentarmos as demandas e contribuições da UFCA”, frisou o reitor.

Com informações da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Serviço

Gabinete da Reitoria
reitor@ufca.edu.br