Início do Conteúdo

A Pró-Reitoria de Extensão da Universidade Federal do Cariri (Proex/UFCA) – responsável pela interação entre a universidade e a comunidade externa – vai promover, nos próximos dias 1º e 2 de dezembro, na cidade de Salitre, a ação UFCA Itinerante. O objetivo é levar atividades e projetos da UFCA para cidades do Cariri que, por razões ligadas principalmente à distância, ainda não são impactadas pelas iniciativas.    "Atualmente, as ações de extensão da UFCA concentram suas atividades no eixo Crajubar [Crato, Juazeiro do Norte e Barbalha]. E nós somos a Universidade Federal do Cariri inteiro", disse a Pró-Reitora de Extensão, Fabiana Lazzarin. Para Fabiana, é importante levar essas ações para cidades distantes dos campi da UFCA e, ainda, fazer com que a universidade seja conhecida nos 29 municípios que compõem o Cariri cearense: "Há famílias que vivem de agricultura familiar que sequer sabem da existência de uma universidade pública no Cariri, que não sabem que a UFCA tem projetos de extensão de preparação para o Enem [Exame Nacional do Ensino Médio, usado como critério de seleção em universidades públicas]. Divulgar a UFCA para essas pessoas é uma responsabilidade social importantíssima", afirmou.   De acordo com o Coordenador de Integração e Fomento das Ações de Extensão da Proex, Thiago Santiago, é comum que, em cidades mais afastadas do Crajubar, os estudantes sequer conheçam a UFCA: “Em Salitre, estive em salas lotadas com estudantes do ensino médio em que dois ou três sabiam da existência da UFCA. Levamos para Cedro-PE o projeto "Luar do Sertão", do Centro de Ciência e Tecnologia (CCT), para observar corpos celestes com um telescópio. Lá, muitos nos perguntaram ‘o que é isso’, apontando para o equipamento”, recorda.   De acordo com a Proex, a edição de Salitre da UFCA Itinerante será importante para consolidar a iniciativa tanto na comunidade externa quanto na própria UFCA: "Será um laboratório para todos nós. Esse primeiro evento vai mobilizar 68 pessoas da UFCA, entre professores, servidores e estudantes. Nossa expectativa é que 18 projetos cadastrados na Proex participem da ação em Salitre e, com os resultados, vamos planejar as próximas edições", disse a Pró-Reitora Fabiana.    As inscrições de projetos de extensão interessados em atuar na UFCA Itinerante de Salitre começam hoje (1º) e vão até a próxima quarta-feira (7). Para que os projetos selecionados sejam os mais conectados às demandas atuais da cidade, a seleção terá participação de representantes do município. Ainda segundo a Proex, a comunidade acadêmica que irá até Salitre terá ajuda de custo da UFCA para hospedagem e alimentação. IDH das cidades visitadas Para elencar as primeiras cidades a serem visitadas pela UFCA Itinerante, a Proex utilizou como critério a ordem crescente de Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) dos municípios caririenses. O IDH – que considera dados de saúde, de educação e de renda de uma população – varia de 0 a 1. Com o IDH mais baixo do Cariri (0,54), Salitre é seguida, nesse critério, pelas cidades de Potengi (0,562), Araripe (0,564) e Tarrafas (0,576). Os melhores IDHs do Cariri são justamente os das cidades do Crajubar: Crato tem índice 0,713; Juazeiro do Norte, 0,694 e Barbalha, 0,683. Serviço Pró-Reitoria de Extensão (Proex/UFCA) Coordenadoria de Integração e Fomento das Ações de Extensão Bloco I, sala 202 – campus Juazeiro do Norte Telefone: (88) 3221-9287 \n O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
A Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis da Universidade Federal do Cariri (Prae/UFCA) lança, nesta quinta-feira (1º), o Edital Auxílio Inclusão Digital-2018. O objetivo é financiar equipamentos eletrônicos que permitam a inclusão digital de estudantes da UFCA em situação de vulnerabilidade socioeconômica. Os selecionados terão até R$ 1.500,00 (mil e quinhentos reais) à disposição. Ao todo, serão ofertadas 200 vagas.   As inscrição devem ser realizadas entre 5 e 12 de novembro. Conforme o edital, os candidatos devem preencher formulário, disponível na Plataforma Forms, entregar questionário socioeconômico e, ainda, documentos diversos. Os estudantes contemplados com programas da Prae/UFCA, neste ano, ou os que estão concorrendo ao Edital Unificado 2018 podem entregar documentação reduzida e o questionário simplificado (verificar situação no item 11 do edital).    Os alunos matriculados no período noturno no campus Juazeiro do Norte e os que estudam nos demais campi poderão entregar a documentação na Secretaria de Documentação e Protocolo (Sedop/UFCA) da respectiva unidade acadêmica. Auxílio Inclusão Digital O Auxílio Inclusão Digital é resultado de uma consulta online, promovida pela Coordenadoria de Atenção e Integração Estudantil (Caie-Prae/UFCA), que procurou saber se os alunos já possuem ou não computador/notebook. Com as respostas, a Prae decidiu lançar o edital para financiar a compra e também a manutenção/atualização dos equipamentos eletrônicos. Ao todo, participaram da pesquisa 350 estudantes de graduação da UFCA. 98,57% deles foram favoráveis à criação do novo auxílio da Prae.   Serviço Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis – (Prae/UFCA) Sala 201, bloco I, campus Juazeiro do Norte Horário: 8h às 12h e 13h às 17h (segunda a sexta-feira) Telefone: (88) 3221.9363   Dúvidas sobre documentação Serviço Social - Prae/UFCA Sala 26, bloco Azul, piso inferior, campus Juazeiro do Norte Horário de funcionamento: 8h às 12h e 13h às 17h (segunda a sexta-feira) Telefone: (88) 3221.9364
Nesta quarta-feira (31), a corte do Supremo Tribunal Federal (STF), por unanimidade, declarou inconstitucionais as várias ações policiais executadas em pelo menos 35 universidades brasileiras, a mando de Tribunais Regionais Eleitorais pelo país. As ações foram justificadas como necessárias para impedir propaganda eleitoral irregular, mas apreenderam materiais de cunho antifacista que não mencionavam candidatos. Além disso, as "batidas" interrogaram professores e estudantes, o que é uma inibição ao livre debate.   Em seu voto, contrário às ações nas universidades, a ministra do STF, Cármem Lúcia, afirmou que as práticas contrariam a Constituição Federal por dificultar a manifestação plural de pensamento e que "a única força que deve ingressar nas universidades é a força das ideias".   O Reitor da Universidade Federal do Cariri (UFCA), Ricardo Lange Ness, afirmou que as instituições de ensino superior receberam bem a notícia: "foi um claro recado para aqueles que defendem o autoritarismo e a repressão por parte do Estado. [A decisão] defendeu fortemente o direito à liberdade de expressão na academia como preceito constitucional. Em tempo de embates e afrontas, a decisão do STF tranquiliza e projete nossos alunos, servidores docentes e técnicos-administrativos e fortalece a todos no justo posicionamento pela defesa da democracia e da liberdade de expressão", disse. Ato contra mensagens homofóbicas em banheiro Ainda nesta quarta-feira, a Reitoria da UFCA repudiou inscrições homofóbicas com alusões ao nazismo escritas em um dos banheiros masculinos do Bloco E do campus Juazeiro do Norte. Em nota, a UFCA "reforça que se opõe a todos os discursos geradores de violência, sejam racistas, homofóbicos, misóginos e/ou contra culturas minoritárias - principalmente se proferidos em espaços de promoção da liberdade, como os das instituições de ensino". Nesta quinta-feira (1º), um ato de solidariedade à comunidade LGBTQ+ está marcado para ocorrer no pátio do campus Juazeiro do Norte, às 11h30. A gestão universitária, incluindo o Reitor e os Pró-Reitores da UFCA, deve acompanhar o momento.   *Com informações do El País
A Reitoria da Universidade Federal do Cariri (UFCA) tomou conhecimento de inscrições homofóbicas com alusões ao nazismo escritas em um dos banheiros masculinos do Bloco E do campus Juazeiro do Norte. A instituição repudia o teor dessas mensagens. Para a UFCA, tais demonstrações de violência são inaceitáveis.    Diante das ameaças à integridade física de pessoas e do desrespeito à dignidade humana a que temos assistido por todo o país, a UFCA reforça que se opõe a todos os discursos geradores de violência, sejam racistas, homofóbicos, misóginos e/ou contra culturas minoritárias - principalmente se proferidos em espaços de promoção da liberdade, como os das instituições de ensino.   Além  de se comprometer em apurar os fatos que levaram a essas repulsivas manifestações no ambiente físico da instituição, a Universidade Federal do Cariri se posiciona permanentemente como promotora e defensora da democracia e da pluralidade.
O evento "Geopark Araripe: um território diverso" teve início, nesta terça-feira (30), no campus Juazeiro do Norte da Universidade Federal do Cariri (UFCA). Até quinta-feira (1º), a comunidade terá acesso a atividades lúdicas promovidas pelo projeto Geopark Araripe, da Universidade Regional do Cariri (Urca). A programação prevê atividades como pintura do pássaro Soldadinho do Araripe; replicação de fósseis; cuidados com a pele com recursos extraídos da Chapada do Araripe e trilha ecológica por geossítios. A presença nas atividades será certificada. Veja a programação completa. Segundo a assessora para assuntos de educação do Geopark Araripe, Maria Neuma Galvão, o projeto foi convidado pela UFCA para que a comunidade acadêmica conhecesse as ações desenvolvidas pelo geoparque nos seus principais eixos de atuação, que são a geoconservação, o geoturismo e a geoeducação: "Cada um dos 6 municípios que estão na área do geoparque tem especificidades que precisam ser preservadas. É para isso que o Geopark Araripe atua", disse. A mesa de abertura da programação teve início às 9h30, com a presença do Pró-Reitor de Planejamento e Orçamento (Proplan/UFCA), Jeová Torres; do Coordenador de Gestão da Sustentabilidade da Proplan/UFCA, Dimas de Castro; do Chefe da Divisão de Educação para a Sustentabilidade da CGS-Proplan/UFCA, Diego Coelho; da Chefe da Divisão de Logística Sustentável da CGS-Proplan/UFCA,Thamara Martins e do geólogo, professor da Urca e Coordenador Executivo do Geopark Araripe, Idalécio de Freitas. Em sua fala, o Pró-Reitor Jeová destacou o compromisso da UFCA com a preservação do patrimônio (i)material e da sustentabilidade: "A UFCA tem a missão de formar não só profissionais, mas profissionais que sejam cidadãos comprometidos com o desenvolvimento sustentável", disse. Na sequência, Dimas de Castro reiterou que a UFCA "leva a sustentabilidade bem a sério", seguido por Diego Coelho, que ressaltou a "importância de a comunidade acadêmica externa à Urca ter conhecimento das iniciativas do Geopark Araripe". A professora Thamara Martins, por sua vez, agradeceu a disponibilidade da organização do geoparque em promover a programação educativa na UFCA. Na primeira palestra após a mesa de abertura, o professor Idalécio de Freitas trouxe dados geológicos sobre a Bacia do Araripe, que é "a maior do Nordeste brasileiro", e apresentou cada um dos 9 geossítios do Geopark Araripe. Além disso, o professor contou a história da descoberta, no Cariri, de um fóssil da ave mais antiga achada no Brasil, do gênero Enantiornithes, com 115 milhões de anos. Antes, fósseis dessa ave já haviam sido encontrados na Espanha e na China, "o que prova que a Pangeia [continente único na Era Paleozoica que teria dado origem aos continentes atuais] de fato existiu, já que seria improvável a viagem de um pássaro entre o Cariri e a China nas distâncias atuais". Já na segunda palestra, a professora Maria Neuma Galvão trouxe detalhes das oficinas oferecidas pelo Geopark Araripe, que já produziu biojoias, réplica de fósseis e até livros sensoriais para pessoas cegas. “São atividades que, de forma lúdica, chamam a atenção para as diferentes riquezas da Bacia do Araripe, o que aproxima a comunidade desses temas”. A professora também falou sobre a promoção de uma colônia de férias promovida no Centro de Interpretação e Educação Ambiental, no Crato, com jogos, oficinas, gincanas, contações de histórias e brincadeiras. “Quem tiver interesse nessas ou em outras ações do Geopark Araripe pode visitar a nossa sede, no bairro Pimenta, no Crato. Além das oficinas e palestras, nós incentivamos o geoturismo e é possível conseguir guias para grupos de visitantes que queiram conhecer os geossítios. Basta agendar o dia e combinar os honorários do profissional”, afirmou Maria Neuma. Geopark ou Geoparque? A expressão "Geopark", com k, é um reconhecimento internacional – concedido pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) – a áreas essenciais para a história da Terra e sua preservação. Essas localidades, em todo o mundo, formam a a rede Global Geopark Networks. No Cariri, uma região de 6 municípios na Chapada do Araripe (Barbalha, Crato, Juazeiro do Norte, Missão Velha, Nova Olinda e Santana do Cariri) foi a primeira nas Américas a ser reconhecida pela Unesco como um Geopark. Essas regiões também podem ser chamadas, no Brasil, pelo termo em português, "geoparque". Ao todo, o Geopark Araripe tem 3.796 km² de território definido, com 9 geossítios de imenso valor científico, histórico, cultural e ambiental. A gestão do Geopark Araripe está a cargo da Universidade Regional do Cariri (Urca) e, portanto, é financiada com verbas do governo estadual. Serviço Rua Carolino Sucupira, S/N - Pimenta, CratoHorário: de 8h as 18h Telefone: (88) 3102-1237
Na manhã de hoje (30) foi inaugurado o Jardim Sensorial no campus Crato da Universidade Federal do Cariri (UFCA). A ação foi desenvolvida pelo projeto “Grupo Sementes do Amanhã” vinculado à Pró-Reitoria de Extensão (PROEX) da UFCA e visa a utilização do espaço para experiências sensoriais em contato com a natureza.  Adaptado para integrar especialmente as pessoas com deficiência visual, o jardim está aberto para visitação constante no Centro de Ciências Agrárias e da Biodiversidade (CCAB/UFCA), ocupando um espaço que não tinha uso anteriormente. Os demais visitantes puderam explorar os sentidos durante a visita e se colocar no lugar das pessoas com deficiência visual, usando vendas nos olhos ao circular pelo jardim. De acordo com a professora Cláudia Araújo, coordenadora do projeto, a ideia inicial surgiu da vontade de reaproveitar materiais da construção de um novo bloco no campus e assim o jardim foi desenvolvido. No espaço encontramos piso tátil com brita, bambu e madeira, hortas verticais com garrafas PET e canos de PVC entre  outros. Além da recomposição de uma paisagem antes ociosa, o espaço trabalha a inclusão, se apresentando como um espaço lúdico para explorar todos os sentidos. O evento recebeu a visita da comunidade acadêmica, de estudantes do Centro de Educação de Jovens e Adultos e do Centro de Apoio ao Deficiente Visual de Juazeiro do Norte. Segundo Cláudia, a função do espaço é também a sensibilização dos estudantes e da comunidade local com relação à inclusão e ao meio ambiente: "Nós, como Universidade Pública, temos essa missão, de integrar a comunidade incluindo todas as pessoas", disse. Confira as fotos:
A Universidade Federal do Cariri (UFCA) publicou o Edital n° 35/2018, referente ao concurso público para professor do magistério superior para o setor de Estudos Educacionais Básicos do Instituto de Formação de Educadores (IFE), na cidade de Brejo Santo. O edital disponibiliza total de 01 vaga, para regime de 40 horas semanais com dedicação exclusiva e titulação de doutor(a). As inscrições ocorrem no período de 29 de outubro a 14 de novembro de 2018 e serão realizadas somente online, através da Plataforma Forms da UFCA (http://forms.ufca.edu.br). Clique aqui para acessar o edital. Outros editais Também estão abertas seleções para professor substituto nas áreas Piano/Teclado e Educação Musical, Saxofone e Matérias Teóricas (Edital 37/2018), e Matemática, Ensino das Ciências, Educação Matemática (Edital 36/2018). Acesse todos concursos e seleções no site da UFCA.  Mais esclarecimentos podem ser obtidos pelo correio eletrônico  \n O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .
A Universidade Federal do Cariri (UFCA) ofertará este ano, pela primeira vez, turmas de férias no período 2018.4 (dezembro de 2018) totalmente pelo Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (SIGAA). O procedimento de solicitação de turmas é simples: basta acessar o portal discente no menu “Ensino>Solicitações de Turma de Férias” e pesquisar o componente que desejar.   O estudante poderá solicitar qualquer um dos componentes curriculares de qualquer curso. Inicialmente, os estudantes devem informar o interesse de cursar o componente e ao final do período de solicitação, as coordenações dos cursos poderão selecionar os componentes que possuem viabilidade de oferta no período de férias.   O período de matrícula nas turmas  de férias ocorre de 26 a 30 de novembro, quando os discentes poderão solicitar a matrícula no componente que desejarem, de acordo com a disponibilidade das vagas. Cada estudante poderá cursar apenas uma disciplinade férias, segundo o regulamento de graduação.    Para auxiliar os estudantes no processo, a Pró-Reitoria de Ensino disponibilizou um tutorial on-line. Acesse o tutorial de oferta e matrícula em turma de férias pelo SIGAA.    Para mais informações entre em contato:   Coordenadoria de Gestão de Dados Acadêmicos Pró-Reitoria de Ensino (PROEN/UFCA) (88) 3221-9269      
A comissão organizadora da V Mostra UFCA divulgou a lista das submissões, incluindos as salas e horários das apresentações, das atividades aceitas no evento. Entre os trabalhos estão relatos de experiência, oficinas, minicursos e apresentações artístico-culturais. A quinta edição da Mostra UFCA será realizada entre os dias 5 e 9 de novembro. Para participar das atividades é necessário realizar inscrição prévia, pela plataforma even3. O período para inscrições nas atividades vai até o próximo dia 06. Confira a programação completa na página na V Mostra UFCA. Serviço Secretaria da Mostra UFCA \n O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. (88) 3221-9425 | 3221-9426 | 3221-9427
A Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) divulgou, hoje (28), nota de esclarecimento sobre a possível suspensão das aulas nas universidades federais nesta segunda-feira (29). Leia abaixo na íntegra ou acesse na página da Andifes.  Esclarecimento A Andifes alerta que não procede a nota que está circulando nas redes sociais a respeito de uma possível suspensão nas aulas das universidades federais. Nesta segunda-feira, as atividades acadêmicas ocorrerão normalmente. Quaisquer informações que não estejam divulgadas nos veículos oficiais da Andifes são improcedentes. A falsa notícia será denunciada aos órgãos competentes para apuração e devida responsabilização da autoria. Reinaldo Centoducatte Presidente da Andifes
«IniciarAnt12345678910PróxFim»
Pagina 6 de 255