Início do Conteúdo

O primeiro Encontro Nacional de Teoria Crítica e Psicanálise foi concluído na última sexta-feira (7), no campus Juazeiro do Norte da Universidade Federal do Cariri (UFCA). A mesa de encerramento reuniu, no auditório Bárbara de Alencar, o psicólogo Claudemir Pedroso (foto, à direita), da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), a também psicóloga Francirene de Sousa, atualmente professora da Universidade de Fortaleza (Unifor), e o filósofo Álvaro Lins, da Universidade Estadual do Ceará (Uece).    Na fala intitulada "A lógica da vizinhança: além da segregação", Claudemir abordou significantes como narcisismo, pequena diferença e segregação crescente. Trazendo conceitos de grandes nomes da Psicanálise, como Freud, Lacan e Roberto Harari, ele discorreu sobre o duplo sentido das palavras e sobre como isso pode contribuir nas reflexões sobre segregação: "Para nós, em português, 'bárbaro' pode ter significados completamente contrários. [Walter] Benjamin falava sobre a barbaridade da cultura. Não entendo muito alemão, mas acho que o que ele falava ia nessa linha. Toda palavra evoca seu contrário", afirmou. Já Álvaro Lins, na sua fala "O a-bjeto: da posição paradoxal do baixo", trouxe significantes importantes para debates contemporâneos, como força de trabalho, subversão e violência: "A característica maior da violência é que ela é muda, ela resiste à linguagem", disse. Fechando a mesa, Francirene Sousa, na fala "A negatividade do ódio", usou parte do seu trabalho de doutorado para discorrer sobre ódio e cultura: "a relação do homem com a cultura é marcada pelo ódio, sustentando o caráter dialético da função do pai. Freud não separa a Psicologia Social da Psicologia Individual".   Encontro Nacional de Teoria Crítica e Psicanálise   Entre os últimos dias 5 e 7 de dezembro, a Universidade Federal do Cariri (UFCA) recebeu estudantes e pesquisadores de três universidades cearenses para o primeiro Encontro Nacional de Teoria Crítica e Psicanálise. Nos três dias, houve mesas redondas, sessões de comunicação, exibições de filmes e plenária dos grupos de pesquisa participantes. Os significantes discutidos no evento foram diversos: linguagem, trauma, declínio da função paterna, fascismo, fobia, fake news e tempo.   Além da UFCA, realizaram o evento a Uece, a Universidade Federal do Ceará (UFC) e a Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab). Os grupos participantes foram o Lakan i Alice (UFCA), Teoria Crítica do Espetáculo e Psicanálise (Uece), Teoria Crítica e Psicanálise (Unilab) e Laboratório de Psicanálise (UFC).  
*Matéria atualizada em 11/01/2019, às 14h40, após publicação do Aditivo I ao Edital 02/2018/PROEX/PROGRADA Pró-Reitoria de Extensão (Proex/UFCA) lançou, no último dia 30, edital para cadastramento ou renovação de projetos do Programa de Integração Ensino Extensão (Peex), gerenciado em parceria com a Pró-Reitoria de Graduação (Prograd/UFCA). O Peex é um programa que incentiva a prática de extensão universitária vinculada a componentes curriculares de cursos de graduação, por meio de concessão de bolsas.    O prazo para submissão de propostas vai até o próximo dia 20 de janeiro. Apenas coordenadores de projetos podem inscrever as iniciativas, via formulário eletrônico. Para efetuar inscrição, é necessário apresentar os seguintes documentos:    - Projeto de Monitoria;  - Declaração de Parceria Externa, nos casos cabíveis - O plano de ensino da disciplina, constando a execução de atividades de extensão em seu currículo.   As iniciativas contempladas poderão conceder bolsas a estudantes de graduação da UFCA, que deverão  ter disponibilidade de 12 horas semanais para o desenvolvimento das atividades.   Orientadores, bolsistas, voluntários do projeto e estudantes das disciplinas devem desenvolver as ações em conjunto. Vale lembrar que o Peex efetiva o que prevê o Plano Nacional de Educação (PNE 2014/2024), segundo o qual 10% da carga horária total dos cursos de graduação devem ser voltados a programas e projetos de extensão universitária.   Serviço   Coordenadoria de Gestão das Ações (CGA-Proex/UFCA) Sala 202, Bloco I, segundo andar - campus Juazeiro do Norte Horário de Funcionamento: 8h às 12h e 13h às 17h (segunda a sexta-feira) \n O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. (88) 3221-9285  
O empresário Douglas Feitosa, egresso do curso de Administração da Universidade Federal do Cariri (UFCA), conquistou o segundo lugar em uma das 4 categorias do Prêmio Universitário Empreendedor. O prêmio é promovido pelo Centro de Empreendedorismo da Universidade Federal do Ceará (Cemp/UFC), em parceria com a Fundação de Apoio a Serviços Técnicos, Ensino e Fomento a Pesquisas (Astef). A cerimônia de anunciação dos vencedores foi no último dia 23 de novembro, na Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), em Fortaleza.    Douglas, atualmente secretário executivo de desenvolvimento econômico e inovação de Juazeiro do Norte, foi segundo lugar na categoria "Melhor TCC sobre Empreendedorismo", com o trabalho "Território de Empreendedorismo e Inovação como Fomentadores ao Desenvolvimento de Juazeiro do Norte-CE". O trabalho vencedor foi o "Geração de modelo de negócio, validação e análise de viabilidade econômico-financeira de uma startup no setor Lawtech", do estudante Bruno Vieira Maia, da UFC.    Segundo Douglas, a escolha do tema do TCC veio com as atividades empreendedoras que ele já desenvolvia antes de concluir o curso: "eu trabalhava com auditoria do setor de saúde. Fiz um intercâmbio para o Canadá e, quando voltei, veio a ideia de começar a empreender. Abri minha primeira empresa, em um setor totalmente diferente do que eu atuava, e fui gostando da área. Nas minhas atividades, eu vi a necessidade de mapear o meu território e de entender o que acontece de fomento ao empreendedorismo na região [do Cariri]", disse.    Hoje, Douglas tem uma consultoria especializada na metodologia mystery shopping (cliente misterioso, que levanta informações sobre atendimento, produtos e serviços de uma empresa). O jovem chegou a ter outra, de  móveis sustentáveis, mas repassou o empreendimento a sócios. Além das atividades de empresário e gestor, o egresso da UFCA preside a Câmara de Dirigentes Lojistas Jovem de Juazeiro do Norte (CDL Jovem), cuja missão é fomentar o empreendedorismo e formar jovens líderes. Demais categorias Outro estudante de Administração da UFCA, Jefferson Pereira de Sousa, chegou à final  do Prêmio Universitário Empreendedor, na categoria "Melhor Empreendimento Ativo". Nessa, o vencedor foi o empreendimento "Tecnews", de Jordânia dos Santos Oliveira. O segundo lugar ficou com o projeto "Insatisfeitos.com", do estudante da UFC, Leonardo Pontes. As demais categorias do prêmio foram "Melhor Empreendimento de Impacto Social" e "Melhor Projeto de Empreendimento".   No total, foram 54 trabalhos inscritos, representando 14 instituições de ensino superior, de 10 municípios cearenses. Segundo a organização, os critérios para a escolha dos vencedores foram originalidade, descrição precisa do modelo de negócio, potencial de mercado e viabilidade/sustentabilidade financeira do empreendimento.  
Buscando promover o pensamento crítico interdisciplinar da comunidade acadêmica sobre o estudo da astronomia e promover o encontro de grupos de discentes da UFCA e outras instituições para debates, o projeto "Pensamento Crítico sobre Interdisciplinaridade do Estudo da Astronomia" disponibiliza  novas experiências para os interessados na área, estimulando a compreensão de eventos astronômicos e o diálogo entre conhecimento acadêmico e popular. Com o título “Uma breve História da Exploração Espacial”, a próxima ação do projeto aborda a origem da tecnologia espacial que temos atualmente e como esta influencia na vida do ser humano. Pretende-se também mostrar como se dá a continuidade de tal prática para transmitir este legado as futuras gerações. O encontro será realizado no próximo dia 10 de dezembro, segunda-feira, com início às 17h. Haverá observação astronômica ao céu noturno, caso as condições climáticas forem favoráveis. A atividade conta com vagas limintas, as inscrições podem ser realizadas pelo e-mail:  \n O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.  contendo os dados: nome; instituicao de ensino e curso do participante. Serviço Projeto: Pensamento Crítico sobre Interdisciplinaridade do Estudo da Astronomia (PCIEA) Título: “Uma breve História da Exploração Espacial” Data:10/12/18 Hora: 17h Local: Laboratório de Física – Sala 31, UFCA – Campus Juazeiro do Norte,   
A Universidade Federal do Cariri (UFCA) vai receber, na manhã da próxima sexta-feira (7), no campus Juazeiro do Norte, estudantes da Escola Estadual de Educação Profissional Balbina Viana Arraes, de Brejo Santo. O convite para a vinda da escola foi formalizado pela Coordenadoria para o Fortalecimento da Qualidade do Ensino, ligada à Pró-Reitoria de Graduação (Cfor-Prograd/UFCA). Durante a visita, servidores da UFCA vão apresentar aos estudantes a estrutura física da universidade e informá-los sobre os cursos de graduação oferecidos pela instituição.   No auditório Bárbara de Alencar, os visitantes poderão tirar dúvidas sobre processo de seleção, cursos, auxílios estudantis e outras atividades da UFCA com o Pró-Reitor Adjunto de Graduação, Rodolfo Jakov. O encontro está marcado para as 9h e será transmitido, ao vivo, no perfil da UFCA no Instagram.   Siga a UFCA também no facebook e no YouTube. Serviço   Visita de estudantes da EEEP Balbina Viana Arraes à UFCA Data: 7 de dezembro de 2018 Local: auditório Bárbara de Alencar  Sala 89, Bloco E , piso inferior - campus Juazeiro do Norte Horário: 9h
As fachadas dos campi Juazeiro do Norte, Crato, Barbalha e Brejo Santo da Universidade Federal do Cariri (UFCA) ganharão iluminação especial alusiva a campanhas de saúde. Todos os meses, as fachadas vão receber diferentes cores, iluminadas por 22 refletores LED recentemente adquiridos pela UFCA. Segundo a Diretoria de Infraestrutura (Dinfra/UFCA), por ora, o campus Icó não deve receber a intervenção, por não estar previsto no mais recente Plano de Desenvolvimento Institucional da universidade.   Segundo o titular da Dinfra/UFCA, André Freitas, os refletores já seriam adquiridos para iluminação noturna da universidade e a equipe da diretoria teve a ideia de reforçar as campanhas de saúde: "aproveitamos [a necessidade de iluminação noturna] para investir no potencial estético das luzes e no reforço dessas campanhas. Muita gente já conhece o Outubro Rosa [conscientização sobre o câncer de mama] e o Novembro Azul [conscientização sobre o câncer de próstata], mas há campanhas em todos os meses do ano, até mais de uma por mês", disse.   Além do Setembro Amarelo, de prevenção do suicídio, há campanhas de conscientização sobre outras pautas de saúde pública, como câncer de colo de útero (cor verde, em janeiro), fibromialgia, alzheimer e lúpus (cor roxa, em fevereiro), autismo (cor azul, em abril), leucemia (cor laranja, em junho), hepatites virais (cor  amarela, em julho) e aids (cor vermelha, em dezembro). Não existe um calendário oficial do Ministério da Saúde para as campanhas educativas. As propostas de cores e datas temáticas são encabeçadas por entidades médicas, organizações não governamentais (ONGs) e associações de pacientes.   Na UFCA, a ideia é que as fachadas passem pelo menos uma semana com a cor correspondente às principais campanhas de saúde já consolidadas. Ainda de acordo com André Freitas, a instalação dos refletores  deve ser concluída até a semana que vem em Juazeiro do Norte e, nos outros campi, até o fim de janeiro de 2019: "Isso porque [o campus] Barbalha, por exemplo, ainda receberá uma pintura de fachada antes da instalação [dos refletores]. Então, esse prazo considera todas as intervenções necessárias [para o início da iluminação temática]".   Atualização: neste mês de dezembro, o campus Juazeiro do Norte será iluminado com três cores: vermelha (aids), laranja (câncer de pele) e verde (saúde infantil).   Serviço Diretoria de Infraestrutura (Dinfra/UFCA) Sala 305, bloco I - campus Juazeiro do Norte (88) 3221.9450  \n O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.  
A Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis da Universidade Federal do Cariri (Prae/UFCA) divulgou, nesta terça-feira (4), o resultado preliminar do processo seletivo para concessão do Auxílio Inclusão Digital. O objetivo do edital é financiar equipamentos eletrônicos que permitam a inclusão digital de estudantes da UFCA em situação de vulnerabilidade socioeconômica. Os selecionados terão até R$ 1.500,00 (mil e quinhentos reais) à disposição para a finalidade citada. Ao todo, são ofertadas 200 vagas.   O resultado final da seleção será divulgado no próximo dia 14 de dezembro. Recursos O estudante que tiver sua solicitação indeferida poderá interpor recurso, por meio da plataforma Forms, a partir de amanhã (5). O prazo termina no dia 10 de dezembro. Os comprovantes e/ou documentos pendentes solicitados pelo Serviço Social devem ser entregues na sala da Prae/UFCA ou na Secretaria de Documentação e Protocolo (Sedop/UFCA) do respectivo campus. No caso dos estudantes inadimplentes com qualquer programa de bolsa ou auxílio da Prae/UFCA relacionada à devolução de recursos públicos indevidamente recebidos ou utilizados, também é possível entrar com recurso, comprovando a sanação da inadimplência.   Serviço Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis – (Prae/UFCA) Sala 201, bloco I, campus Juazeiro do Norte Horário: 8h às 12h e 13h às 17h (segunda a sexta-feira) Telefone: (88) 3221.9363  Dúvidas sobre documentação Serviço Social - Prae/UFCA Sala 26, bloco A (azul), piso inferior, campus Juazeiro do Norte Horário: 8h às 12h e 13h às 17h (segunda a sexta-feira) Telefone: (88) 3221.9364  
Representantes dos docentes, discentes e técnicos administrativos da Universidade Federal do Cariri (UFCA) estão reunidos na manhã desta terça-feira (04), para debate oficial realizado junto às chapas concorrentes na eleição para Reitoria da Instituição. A inscrição das chapas ocorreu na semana passada, com candidatos à Reitoria e à Vice-Reitoria, e foram homologadas nesta segunda-feira (3). A eleição para os cargos está prevista para o próximo dia 7 de dezembro. O debate está sendo transmitido online. Acompanhe pelo youtube ou instagram (@ufca_oficial)  da UFCA.  
Professores e profissionais que atuam na área de acessibilidade relataram suas experiências no evento "Acessibilidade na Prática", realizado nesta segunda-feira, no campus Juazeiro do Norte da Universidade Federal do Cariri (UFCA), em alusão ao Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, celebrado em 3 de dezembro. A programação foi organizada pela Secretaria de Acessibilidade (Seace/UFCA), em parceria com o curso de Letras-Libras da UFCA, atualmente em implantação. Pela manhã, o professor da Universidade Federal do Ceará (UFC), Rodrigo Nogueira Machado, proferiu a palestra "Relato de experiência no departamento de Letras Libras da UFC". Na sequência, foi a vez da intérprete de Libras, Graziele Gomes, ministrar a palestra "Relato de experiência enquanto tradutora intérprete no Letras-Libras da UFC".   À tarde, a fala da pedagoga Adenize Queiroz, professora da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), focou a acessibilidade no ensino superior. Para Adenize, que é cega e ingressou no ensino superior em 1996, houve avanços na superação de barreiras arquitetônicas, mas o maior desafio a superar é o chamado capacitismo, que inferioriza as pessoas com deficiência: "A universidade hoje é bem mais inclusiva do que foi no passado, mas nós temos que nos organizar também contra as barreiras das atitudes. Podemos ter as estruturas físicas mais acessíveis do mundo, mas se as pessoas não forem acessíveis, não vamos a lugar nenhum. É preciso que parem de ter pena das pessoas com deficiência, que acreditem no potencial dessas pessoas e, principalmente, que não ajam (pela inclusão) 'por' elas, mas 'com' elas, porque nós, pessoas com deficiência, fazemos a nossa parte. Não esperamos mais os nossos pais ou os nossos professores (para reivindicar direitos)". Fechando a programação, uma mesa redonda formada por servidores e estudantes da UFCA dissertou sobre acessibilidade. Uma das participantes da mesa, a estudante da Licenciatura Interdisciplinar em Ciências Naturais e Matemática, Maria Darlane Pereira, cega, relatou suas principais dificuldades no curso ministrado em Brejo Santo: "Passei meses só para aprender o nome do curso, mas a principal dificuldade ainda é ter acesso ao que os professores escrevem no quadro durante as aulas. No mais, estou gostando do curso", relatou. Também participaram da mesa a arquiteta da Diretoria de Infraestrutura (Dinfra/UFCA), Igliane Telles, a estudante de Biblioteconomia Maria Furtado de Sousa (Lelis), que usa muletas para se locomover, e a pedagoga servidora da Faculdade de Medicina (Famed/UFCA), Joana Angélica, que também usa muletas, para conviver com sequelas de poliomielite. Lelis relatou uma produção acadêmica intensa: "Entrei (na UFCA) sem (sistema de) cotas, já publiquei vários artigos sobre acessibilidade e também escrevi livros sobre esse tema. Pessoas com deficiência são capazes", afirmou. Joana, por sua vez, contou, com bom humor, experiências sobre o desrespeito a regras de acessibilidade por pessoas sem deficiência: "Certa vez fui ao supermercado e encontrei a vaga para pessoas com deficiência ocupada. Não vi nenhuma identificação ou adesivo indicando que o veículo conduzia alguém com deficiência e 'tranquei' o carro. Não deu 5 minutos e ouvi pelo sistema de som do supermercado um aviso para que eu tirasse o carro da frente (do veículo trancado). Não me importei. Com a insistência dos funcionários, que disseram que o dono do outro carro estava impaciente, eu disse apenas 'que ele se sente'. Quando terminei as compras, de fato o condutor não tinha nenhuma deficiência e deu a desculpa de que 'foi só um instante'. Isso acontece sempre. Em lugares com estacionamento disputado, muitos acabam usando as vagas especiais porque acham que os deficientes não estarão lá", acredita.   Serviço   Secretaria de Acessibilidade (Seace/UFCA) Sala 2 - Bloco A, campus Juazeiro do Norte  (88) 3221.9374 / 3221.9375
Durante esta segunda-feira (3), o auditório Beata Maria de Araújo, no campus Juazeiro do Norte, recebeu palestras e mesas redondas sobre gestão de recursos hídricos, promovidas pelo primeiro Workshop Internacional do Programa de Pós-graduação em Desenvolvimento Regional Sustentável (Proder/UFCA), realizado em parceria com a Secretaria de Cooperação Internacional da Universidade Federal do Cariri (SCI/UFCA).   Os trabalhos começaram com palestra magna "Gestión Integrada de las aguas subterráneas", da professora argentina Marta Del Carmen Paris, da Universidad Nacional del Litoral (OSUNL). Em espanhol, a professora comentou sobre a formação de aquíferos e lembrou que 68,9% da água doce disponível no mundo estão em gelos continentais e quase todo o restante, em águas subterrâneas, que se acumulam no solo com a retenção, ao longo dos anos, das águas de precipitações (como chuva, neve e geada): "Temos uma quantidade finita de água própria para consumo humano e podemos levar séculos até formar aquíferos. A demanda por água vem crescendo e estamos usando mais água do que a natureza é capaz de repor (nos aquíferos). É como uma conta de banco: se só tirarmos (água) sem sabermos quando vamos repor, os aquíferos podem acabar", disse a professora.   Na sequência, foi formada uma mesa redonda da qual participaram, além da professora Marta, a professora do Proder/UFCA, Celme Torres, o engenheiro agrônomo Alberto Medeiros de Brito, da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos do Ceará (Cogerh), e o engenheiro sanitarista Marcelo Gutierrez, representando a Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece). Alberto, que coordena a gestão da Bacia do Salgado (no sul do Ceará, cuja área se espalha por 23 municípios), lembrou a necessidade de conscientização da população sobre a gestão adequada dos recursos hídricos: "Quem é de Juazeiro (do Norte) está acostumado a ver esgoto passando a céu aberto pelas ruas. Muitos imóveis não são conectados à rede de esgotamento sanitário para evitar o pagamento da taxa cobrada pela Cagece, mas esse esgoto passando vai penetrar no solo e é de lá que vem a água consumida pela população. Claro que, hoje, a água é tratada, mas com os crecentes níveis de contaminação, essa água pode chegar a um ponto em que, mesmo tratada, será imprópria para consumo", afirmou. Exemplificando a fala anterior, Marcelo Gutierrez trouxe índices de abrangência do esgotamento sanitário em algumas cidades do Cariri: "Em Juazeiro do Norte, a rede coletora abrange 40% da cidade. Em Barbalha, o índice cai para 20% e Missão Velha chega a ter menos que isso".   À tarde, o evento contou com palestra do professor português Luís Manuel Zambujal Chícharo, da Universidade do Algarve (UAlg), cujo tema foi "Ecohidrologia: uma solução ecossistêmica para a recuperação e sustentabilidade de ecossistemas aquáticos". Depois, foi formada nova mesa redonda, dessa vez para debater a conservação/recuperação de recursos hídricos no Cariri, com a presença do professor Luís, da professora Marta Del Carmen e da professora Vera Lucia de Miranda Guarda, da Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop). A mesa foi mediada pelo professor do Proder/UFCA, Francisco José de Paula Filho.    Cursos   Além das palestras e mesas redondas, o evento vai oferecer, a partir de amanhã (4), dois cursos com temas “Gestão Integrada de águas subterrâneas” e "Ecohidrologia: uma solução ecossistêmica para a recuperação e sustentabilidade de ecossistemas aquáticos". O primeiro será facilitado pelas professoras Marta Del Carmen Paris e Celme Torres e o segundo, pelo professor Luís Chícharo. As formações ocorrerão no auditório da Associação dos Docentes da Universidade Federal do Ceará (Adufc), no campus Juazeiro do Norte da UFCA. Ao todo, foram ofertadas 50 vagas.   A programação do workshop conta ainda com uma visita técnica a geossítios do Geopark Araripe, no dia 7 de dezembro. Para a atividade, um ônibus destacado pela UFCA vai sair do campus Juazeiro do Norte às 8h. Poderão participar até 40 inscritos.   Serviço   Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional Sustentável da Universidade Federal do Cariri (Proder/UFCA) Rua Icaro de Sousa Moreira, s/n – Bairro Barro Branco, Crato – CE (88) 3221-9503 \n O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.  
«IniciarAnt567891011121314PróxFim»
Pagina 10 de 264