Início do Conteúdo

"A formação da consciência em direção ao saber passa pela loucura", diz Safatle

Sexta, 05 Abril 2019 18:31
"A formação da consciência em direção ao saber passa pela loucura", diz Safatle Foto: Gabriel Souza - Dcom/UFCA

 

O filósofo Vladimir Safatle esteve, na noite desta sexta-feira (5), no campus Juazeiro do Norte da Universidade Federal do Cariri (UFCA). Professor da Universidade de São Paulo (USP), Vladimir veio proferir a palestra "Foucault, Hegel e a loucura", que integra a programação do primeiro Colóquio Interlocuções Foucaultianas - uma iniciativa de grupos de pesquisa nos cursos de Filosofia e de Jornalismo da UFCA. Antes da fala do convidado, o encerramento do Colóquio foi aberto com performance das artistas Isadora Teixeira e Sara Nastroyanni, que refletiu sobre subjetividades em meio às ferramentas digitais de comunicação contemporâneas.
 
Ao longo da palestra, ocorrida no Auditório Beata Maria de Araújo, Safatle trouxe interpretações do que é e do que representa a contradição entre loucura e razão no pensamento foucaultiano: "Na cisão ontológica entre razão e loucura, encontraremos o núcleo da violência na razão, no seu destino dramático de inversões contínuas em dinâmicas de dominação: a violência ligada à definição dos limites da experiência possível, a partir de formas nas quais a validade seria agora definida a priori. Formas que imporiam a conformação de todos os sujeitos ao padrão disciplinar de normalidade e de maturidade que não deixaria de produzir sofrimento e alienação", disse.
 
Desenvolvendo as interpretações de razão e loucura, em Foucault e em Hegel, o professor defendeu que a própria formação da razão se dá pela construção de um espírito não lógico: "os momentos de perda explícita da razão vão estar no interior do processo de formação do espírito para constituir as figuras da consciência em direção ao absoluto. A formação de consciência em direção ao saber passa pela loucura, assim que a figura mesmo do saber alcança a verdade", afirmou.
 

Interlocuções Foucaultianas

A palestra de Safatle encerrou a programação do Colóquio Interlocuções Foucaultianas, que havia começado no último dia 2 de abril. O evento reuniu pesquisadores de todo país para investigar configurações de subjetividade a partir de interlocuções com o pensamento do célebre pensador francês Michel Foucault (1926-1984), cuja obra relacionou  poder e conhecimento e ainda refletiu sobre a construção do controle social. 
 

Vladimir Safatle

Nascido no Chile em 1973, Vladimir Safatle chegou ao Brasil, aos poucos meses de vida, com a família - que decidiu deixar aquele país em função da ascensão ao poder de Augusto Pinochet. Após passar por Brasília e Goiás, a família se estabeleceu em São Paulo, onde Safatle se graduou em Filosofia (USP), em Publicidade (Escola Superior de Propaganda e Marketing - ESPM) e também cursou Mestrado, novamente em Filosofia. O professor fez seu Doutorado na Universidade Paris VIII.
 

Serviço

Primeiro Colóquio Interlocuções Foucaultianas
De 2 a 5 de abril de 2019, no campus Juazeiro do Norte - UFCA
www.foucaultcariri.com
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
 
Lido 313 vezes