Início do Conteúdo

Mesa de encerramento da II Mostra UFCA discute percursos e gestão das cidades

Sexta, 18 Dezembro 2015 11:27
A complexidade da administração pública das cidades foi pauta na mesa de encerramento “Cidades, Percursos e Gestão”, da II Mostra da Universidade Federal do Cariri (UFCA). O debate ocorreu no auditório do campus de Juazeiro do Noite na noite desta quinta-feira, 17. A professora, Aglaíze Damasceno, do Instituto Interdisciplinar de Sociedade, Cultura e Arte da UFCA, mediou a mesa composta por representantes de projetos que trabalham a gestão das cidades, docentes da universidade, além de representante da Secretaria das Cidades do Ceará (SCidades). 
 
Arquiteta e coordenadora da Unidade de Gerenciamento de Projetos do Cariri da SCidades, Marília Gouveia, abordou o projeto Cidades do Ceará – Cariri Central, que visa diminuir a desigualdade socioeconômica entre a capital Fortaleza e os munícipios do interior do Estado.
 
Segundo Marília, o projeto entregou obras de pavimentação e recuperação de ruas e calçadas do centro histórico de Barbalha; requalificação das praças do Crato; urbanização do bairro Seminário, também no Crato; além da reforma das áreas que compõem o roteiro da fé em Juazeiro do norte.
 
Representante do Coletivo Mediação de Saberes, o sociólogo Júlio Lira, trouxe a reflexão acerca do papel da arte na gestão das cidades. Para o sociólogo, “é necessário dialogar com as pessoas para que se conheça os caminhos da gestão". A arte seria responsável pela atividade de “Pensar a cidade, a partir de um público polifônico”, afirmou.
 
A análise do sistema de mobilidade urbana da região metropolitana do Cariri foi feita pelo professor Ary Ferreira (CCT-UFCA), que mostrou pesquisas realizadas por ele e por estudantes do curso de Engenharia Civil da instituição.
 
As pesquisas avaliaram o metrô do Cariri, o transporte público e as calçadas das ruas Padre Cícero, São Paulo e São Pedro de Juazeiro do Norte, com base nos indicadores do Índice de Mobilidade Urbana Sustentável. Das pesquisas realizadas, o único sistema de mobilidade que atingiu resultados adequados foi o metrô. Os demais ficaram na linha considerada ruim.
 
Por fim, o professor Raniere Moreira, do Centro de Ciências Sociais Aplicadas da UFCA, apresentou a proposta já trabalhada no curso de Administração Pública de criação de uma agenda de pesquisas sobre a cidade. A pesquisa deve reunir os princípios de bem estar-urbano; redes e novos arranjos de governança urbana; justiça, democracia e sustentabilidade urbana.
 
Foto do destaque: Cristina Carneiro
Lido 2263 vezes