Início do Conteúdo

Foi concluída, neste mês de junho, a customização dos status acadêmicos dos estudantes da Universidade Federal do Cariri (UFCA), que são definidas no Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmcas (SIGAA). A mudança, que vem desde antes da migração do SIGAA  da UFC para a UFCA, começou a ser realizada em 2017, e se constitui da criação de alguns status acadêmicos. Atualmente, quando o estudante está matriculado em algum componente curricular, o status aparece como ativo; se ele realiza o trancamento da matrícula, o status aparece como trancado. Entre os status criados está o chamado “suspenso por bloqueio”, que é mostrado quando o estudante não realiza a matrícula e nem o trancamento, quando reprova por falta uma mesma disciplina duas vezes ou quando reprova por falta quatro vezes em qualquer disciplina e semestre letivo. Quando essas circunstâncias ocorrem, o status do estudante fica suspenso e sua matrícula é bloqueada, o que o impossibilita de realizar a matrícula. Demetrius Barbosa, da Pró-Reitoria de Graduação (Prograd/UFCA), explica que quando o status do estudante é mostrado como suspenso por bloqueio, ele precisa realizar o desbloqueio para conseguir se matricular. Após realizar o desbloqueio, o status aparece como “suspenso aguardando retorno” até que o estudante realize sua matrícula, quando o status volta a ser ativo. “Existe uma área no SIGAA específica para o estudante realizar o desbloqueio, na qual ele assina o Termo de Ciência. É tudo feito pelo SIGAA, com assinatura digital, e isso é um dos motivos pelos quais as mudanças só estão finalizadas agora, a customização envolveu muita coisa”, afirma Demetrius. Ele acrescenta que se o estudante assinar o Termo e reprovar por falta novamente em qualquer disciplina ou abandonar o curso, a instituição realizará o cancelamento compulsório de sua matrícula. Outra customização é o número de períodos suspensos que o estudante pode ter: contando trancamentos e suspensões por bloqueio, o total é de quatro períodos letivos, consecutivos ou não. Quando o estudante atinge o quarto período, ele não consegue realizar o quinto trancamento, e se decidir abandonar o curso, por exemplo, ele perde o vínculo com a Universidade. Os estudantes especiais - os que já concluíram alguma graduação e cursam na UFCA algumas disciplinas - não poderão emitir declaração de vínculo. Demetrius diz que o impacto dessas mudanças já será sentido no próximo semestre, pois as mudanças irão integrar o ambiente oficial do SIGAA ainda neste mês. “O mais importante é a entrega de um produto que já está sendo desenvolvido há um tempo e que vai gerar um alto impacto. Muitas pessoas que hoje estão cursando sua graduação e está tudo bem, talvez tenham suas matrículas bloqueadas no próximo semestre, porque será feita uma análise do histórico” explica ele. A regra do cancelamento compulsório de matrícula no caso de reprovações por falta ou abandono do curso já existia desde quando a UFCA era UFC, porém todos os procedimentos eram realizados em papel. Com essa customização, tudo foi informatizado, e a ideia é facilitar tanto para o estudante, por não ser necessário ir  ao campus assinar um termo, quanto para a instituição, pois possibilitará um controle maior sobre essas informações. Serviço Pró-Reitoria de Graduação-Prograd Telefone: +55 (88) 3221-9263 E-mail:   
  Por meio de uma parceria entre a Universidade Federal do Cariri, o Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa (ISCSP/ULisboa) vai ofertar vagas de Mestrado e Doutorado com seleção organizada pela UFCA. Ao todo, serão oferecidas 15 vagas de Mestrado em Gestão e Políticas Públicas (MGPP/ULisboa) e 4 vagas de Doutorado em Administração Pública (DAP/ULisboa). Os cursos são pagos e presenciais, devendo os candidatos arcarem integralmente com os custos envolvidos. Pelo convênio com a UFCA, os selecionados poderão parcelar a formação em até 16 vezes.   Os interessados terão acesso a detalhes sobre a oportunidade em dois encontros presenciais: um em Juazeiro do Norte e outro em Fortaleza. O primeiro será na próxima terça-feira (25), às 15h30, na sede da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Inovação (Sedeci) de Juazeiro. Na capital do Estado, haverá encontro no dia 10 de julho, às 14h30, na sede da Universidade do Parlamento Cearense (Unipace). A documentação necessária para a inscrição deve ser enviada para o endereço eletrônico do Laboratório Interdisciplinar de Estudos em Gestão Social (Liegs/UFCA) até o próximo dia 15 de julho. O e-mail é o \n O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. . A divulgação do resultado da seleção está previsto para o 31 de julho.   Experiência Internacional Para permitir a frequência nesses cursos sem que os estudantes morem em Portugal, a Universidade de Lisboa oferta cursos concentrados, com duração inferior a um mês, com matriz curricular idêntica a semestres do Mestrado e do Doutorado oferecidos. Assim, frequentando esses cursos condensados, o estudante terá acesso ao mesmo conteúdo abordado nos cursos de Pós-Graduação, de maior duração. Segundo o professor do Centro de Ciências Sociais Aplicadas da UFCA, Jeová Torres, isso é possível porque, no ato de reconhecimento do Mestrado ou do Doutorado, valerá o conteúdo visto, não o tempo de curso: "Isso possibilita que o pós-graduando passe 3 períodos em Portugal (de cerca de mês, cada um) sem que ele precise morar um ano e meio lá", disse.   Dessa forma, a matrícula no Mestrado e no Doutorado do ISCSP/ULisboa deverá ser feita também com a inscrição nesses cursos especiais. No caso dos mestrandos, eles estarão matriculados também no Curso de Formação Especializado em Gestão de Políticas Públicas (CFEGPP), que possui as mesmas disciplinas do MGPP/ULisboa. Para os doutorandos, a inscrição será no Curso de Formação Avançada em Administração Pública (CFAAP), com a mesma matriz curricular do DAP/ULisboa. Ainda segundo Jeová, essa é uma excelente oportunidade para a comunidade acadêmica da universidade: “[o ISCSP] É uma instituição de 116 anos de história, com reconhecimento da própria União Europeia na área de Administração Pública”, afirmou. De acordo com Jeová, além de contar com o acompanhamento de professores da UFCA, os pós-graduandos via convênio com a Federal do Cariri poderão cursar um dos semestres das suas formações presencialmente na UFCA: “A vantagem é ter professores [da UFCA] vinculados, acompanhando todas as disciplinas e as atividades dos estudantes. Vamos coorientar e também ministrar disciplinas”, explicou.   Serviço Universidade Federal do Cariri Laboratório Interdisciplinar de Estudos em Gestão Social (Liegs/UFCA) Sala 92, Bloco C, Piso Inferior - Campus Juazeiro do Norte (88) 3572-7200 / 7515 \n O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
Foi prorrogado, até o próximo dia 3 de julho, o prazo para as inscrições no concurso para Técnico Administrativo da Universidade Federal do Cariri (UFCA). A prorrogação foi publicada no último dia de 19 de junho, no Diário Oficial da União. As inscrições devem ser feitas exclusivamente pela internet, pelo site da Fundação de Apoio a Serviços Técnicos, Ensino e Fomento a Pesquisas (FASTEF), onde também pode ser acessado o edital e novo cronograma. O concurso, com validade de dois anos, prorrogável por igual período, terá um total de 25 vagas, sendo elas de nível médio para os cargos de Assistente em Administração (6), Revisor de Textos em Braile (1), Técnico de Laboratório – Área Biotério (1), Técnico em Eletricidade (1), Técnico em Enfermagem (1) e Tradutor e Intérprete de Linguagem de Sinais (2), e de nível superior para os cargos de Administrador (2), Arquivista (1), Assistente Social (1), Engenheiro – Área Elétrica (1), Engenheiro de Segurança do Trabalho (1), Estatístico (1), Médico – Área Pediatria (1), Médico – Área Psiquiatria (1), Pedagogo (1), Psicólogo (1), Sociólogo (1) e Técnico Desportivo (1). O valor da inscrição é de R$ 60,00 para os cargos de nível médio e de R$ 104,00 para os cargos de nível superior.    Serviço Universidade Federal do Ceará Fundação de Apoio a Serviços Técnicos, Ensino e Fomento a Pesquisas (Fastef) Campus do Pici - Bloco 710 – Sala B - Pici, Fortaleza-CE +55 (85) 3217.1282 \n O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.   Universidade Federal do Cariri Avenida Tenente Raimundo Rocha, 1639, Cidade Universitária - Juazeiro do Norte-CE (Sede) +55 (88) 3221.9200
Como primeiro Reitor eleito da Universidade Federal do Cariri (UFCA), Ricardo Luiz Lange Ness, foi empossado, na manhã desta quarta (19), em solenidade no Ministério da Educação (MEC), em Brasília-DF. Além da UFCA, também tomaram posse os novos Reitores do Instituto Federal de Rondônia, Urberlando Tiburtino Leite; do Instituto Federal de Alagoas, Carlos Guedes Lacerda; do Instituto Federal do Amazonas, Antônio Venâncio Castelo Branco; da Universidade Federal da Integração Latino-Americana, Gleisson Alisson Pereira de Brito e a Reitora Pro Tempore da Universidade Federal da Grande Dourados, Mirlene Ferreira Macedo Damázio. A nomeação do professor Ricardo Luiz Lange Ness foi publicada no Diário Oficial da União no último dia 31 de maio. Ness encabeçava a lista tríplice encaminhada para apreciação do Governo Federal, tendo sido o mais votado pelos membros do Conselho Universitário (Consuni/UFCA). Na cerimônia, Ricardo falou sobre a UFCA, que comemorou 6 anos de existência no último dia 5 de junho. Apesar do pouco tempo de existência de forma independente, a UFCA cresceu e construiu ao longo desse tempo, uma comunidade que conta com 4.282 pessoas. “Somos uma universidade com culturas, etnias, convicções religiosas, orientações sexuais e posicionamentos políticos diversos que estudam e trabalham na nossa universidade. Graças a esse empenho diário, temos hoje 23 graduações, 15 cursos de pós-graduação, 116 ações de extensão, 266 projetos ou programas de cultura, 141 projetos de pesquisa e 2.962 artigos publicados” afirmou. “Com a ética, a transparência e o diálogo como princípios básicos, e norteados pelo respeito à diversidade inerente ao ambiente universitário, a gestão que ora se inicia, se propõe a conduzir a UFCA para o caminho de uma universidade de excelência. Este caminho passa pela construção de uma universidade plural, de caráter agregador e comprometida com o desenvolvimento científico, tecnológico e social do Cariri, do Estado do Ceará, e do Brasil”, disse. Segundo o Reitor, como uma universidade nova, o momento não é de se pensar apenas na consolidação, mas também na expansão. “É a nossa intenção fazer da UFCA uma casa de saber de caráter público e autônomo e vê-la crescer conquistando o respeito e a gratidão da comunidade que acolhe. Nosso propósito é avançar na construção de uma universidade para todas e para todos, com confiança na força do conhecimento crítico e do diálogo qualificado pela continuidade desse projeto vitorioso da educação superior pública chamado UFCA, patrimônio do Cariri, do Ceará e do Brasil”, concluiu.
Adequando-se à portaria 1.095 do Ministério da Educação (MEC), de 25 de outubro de 2018, a Universidade Federal do Cariri (UFCA) passará a emitir os diplomas de graduação dos estudantes de acordo com as novas diretrizes. O principal objetivo das mudanças é diminuir o risco de fraudes e garantir mais segurança nos procedimentos internos das Instituições de Ensino Superior (IES). Segundo Demetrius Barbosa, Coordenador de Gestão de Dados Acadêmicos da Pró-Reitoria de Graduação (Prograd/UFCA), haverá uma melhoria no processo, agilizando a emissão, registro e impressão dos diplomas e serão incluídas mais informações sobre os cursos. "Num único documento, constarão todas as informações relevantes da vida acadêmica do estudante, todos os procedimentos de emissão serão realizados pelo SIGAA, o que também vai agilizar o processo, já que antes a universidade utilizava um programa diferente", afirmou. Entre as mudanças estão a exigência da assinatura de um termo de responsabilidade pelas IES e o prazo para a expedição e registro dos diplomas, que será de no máximo sessenta dias, contados da data de colação de grau dos egressos. As IES também deverão cancelar diplomas irregulares e tornar público o cancelamento. Outra alteração é que o verso do diploma deverá trazer a identificação da mantenedora da instituição de educação superior, e as instituições terão de publicar no Diário Oficial da União informações sobre os diplomas registrados para consulta pública. A portaria mantém a gratuidade da expedição e registro da primeira via do diploma, do histórico escolar final e do certificado de conclusão de curso, e os graduandos não precisarão realizar nenhum procedimento novo para solicitar a emissão do diploma.   Confira as mudanças:         Leia mais sobre as mudanças no site do MEC.   Serviço Pró-Reitoria de Graduação Endereço: Av. Tenente Raimundo Rocha, s/n, sala i205, bloco I, 2º andar - Cidade Universitária - CEP 63048-080 - Juazeiro do Norte - CE Telefone: +55 (88) 3221.9263 E-mail: \n O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  Nos próximos dias 18 e 19 de junho, a partir das 9h, a Universidade Regional do Cariri (Urca) sedia o Seminário Nacional de Migração e Refúgio. Com tema “Cultura do Encontro e Construção de Políticas de Migração”, o evento será aberto ao público, no Salão de Atos da Universidade, na cidade do Crato.   Fruto de parceria entre o Serviço Pastoral dos Migrantes (SPM), o Serviço Pastoral dos Migrantes do Nordeste (SPM-NE) e o Comitê de Migração e Refúgio do Cariri, a iniciativa pretende proporcionar um espaço de formação para organizações e pessoas sensíveis à realidade de migrantes e refugiadas(os) no Brasil, articulando a construção e implementação de políticas públicas para migrantes, refugiados e solicitante de refúgios. A ação conta também com o apoio da Universidade Federal do Cariri (UFCA) e das entidades internacionais filantrópicas Misereor e Puentes de Solidaridad.   Atualmente, o Cariri conta com 7 famílias venezuelanas, nas cidades de Crato (2), Juazeiro do Norte (4) e Barbalha (1). No Brasil, foram computadas, apenas nos primeiros sete meses do ano, 41.915 solicitações de refúgio, superando o total de todo o ano de 2017 (33.866 pedidos). Segundo o Comitê Nacional para Refugiados (Conare), entre os pedidos de 2017, 587 geraram reconhecimento de refúgio no Brasil. Outras 86.007 pessoas ainda esperam ser reconhecidas como refugiadas.   *Com informações do g1   Serviço Seminário Nacional de Migração e Refúgio Quando: 18 e 19 de junho, às 9h Onde: Universidade Regional do Cariri (Urca) Rua Cel. Antônio Luis, 1161, Pimenta - Crato-CE (88) 3102.1212 / 3102.1204  \n O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
A Universidade Federal do Cariri (UFCA), em especial por meio do Curso de Música, manifesta profundo pesar pelo falecimento, na última quarta-feira (12), aos 101 anos, do Monsenhor Ágio Augusto Moreira - ou simplesmente Padre Ágio, como preferia ser chamado. Seu trabalho como músico e educador deixou marcas profundas no Cariri. Poliglota, multi-instrumentista, dono de uma cultura enciclopédica, Padre Ágio deu continuidade, com seu trabalho, a uma tradição cultural profundamente arraigada na Região, a qual remonta à vertente de cunho Iluminista que dominou o Seminário de Olinda ao final do século XVIII, e de cujos bancos emergirá no século XIX, Padre Ibiapina, cuja opção pelos pobres e pela ênfase na educação e cultura inspirará a partir daí algumas das mais ilustres e atuantes figuras do clero nordestino, como Padre Cícero e Dom Hélder Câmara, entre outros. Padre Ágio, inspirado pelo sonho de proporcionar uma educação musical sólida e de qualidade a filhos de camponeses que mal haviam tido a oportunidade de aprender a ler e escrever, fundou, inicialmente praticamente sem apoio algum, aquilo que viria a ser a Sociedade Lírica do Belmonte, ou, atualmente, a Vila da Música - hoje uma das mais sólidas, bem estruturadas e destacadas instituições de educação musical da região, amparada pelo Governo do Estado do Ceará. Deixa-nos, pois, Padre Ágio, mas permanece seu legado, perenizado nessa instituição por ele fundada, nas gerações de músicos que ele formou, no exemplo de irrefreável tenacidade e capacidade de trabalho, e de um homem que soube, em todos os sentidos, viver a música e a educação como uma forma de sacerdócio.
  O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) - autarquia vinculada ao Ministério da Educação (MEC) que promove estudos periódicos sobre o sistema educacional brasileiro - identificou que 285 estudantes da Universidade Federal do Cariri (UFCA) têm duplo vínculo em cursos de Graduação de instituições públicas. Pela Lei Nº 12.089, de 11 de novembro de 2009, uma mesma pessoa não pode ocupar duas vagas em cursos públicos de Graduação simultaneamente.   Agora, os estudantes identificados devem optar por um dos cursos públicos com os quais mantém vínculo. Na UFCA, a declaração de escolha deve ocorrer até a próxima segunda-feira (17). Segundo a Pró-Reitoria de Graduação (Prograd/UFCA), todos os 285 discentes da UFCA foram avisados por e-mail dos procedimentos necessários para a declaração.   Caso os estudantes identificados não declarem qual curso continuarão frequentando, a lei prevê duas hipóteses possíveis para as matrículas. Se o duplo vínculo for identificado em instituições diferentes, será mantida a matrícula mais recente. Caso o duplo vínculo seja na mesma instituição, seguirá ativa a matrícula mais antiga. A Prograd/UFCA ressalta que, sem a declaração de escolha, o discente com duplo vínculo não terá direito a utilizar os créditos do curso cancelado.   Serviço Pró-Reitoria de Graduação (Prograd/UFCA) Coordenadoria de Controle Acadêmico Sala 205, Bloco I - campus Juazeiro do Norte (88) 3221.9267  
A Universidade Federal do Cariri (UFCA) estabeleceu, por meio da Resolução nº 45/CONSUNI, de 16 de maio de 2019, normas e procedimentos próprios para revalidação ou reconhecimento de diplomas de Graduação e de Pós-Graduação stricto sensu (mestrado e doutorado), expedidos por entidades estrangeiras de ensino superior. Antes, a UFCA seguia normativas da Universidade Federal do Ceará (UFC). Atualmente, para ter validade nacional, diplomas conquistados no exterior precisam ser revalidados por uma universidade brasileira pública, regularmente credenciada, que tenha curso reconhecido do mesmo nível/área ou equivalente. Para iniciar o processo, os interessados deverão requerer a revalidação ou o reconhecimento, junto à instituição de interesse (que pode ser ou não a UFCA), pela Plataforma Carolina Bori  -  sistema criado pelo Ministério da Educação para gestão e controle de processos de Revalidação e Reconhecimento de diplomas estrangeiros no Brasil. No caso dos pedidos de revalidação/reconhecimento por parte da UFCA, serão observados, inicialmente, depois de iniciado o processo na plataforma,  a adequação da documentação, a existência de curso ou programa de mesmo nível ou de área equivalente no âmbito da UFCA e o cabimento ou não da tramitação simplificada - pela qual a revalidação de diplomas é concluída em 60 dias e o reconhecimento, em 90 dias, a contar da data de abertura do processo. Na UFCA, os processos de revalidação/reconhecimento de diplomas iniciados até o último dia 16 de maio ainda obedecerão à normativa da UFC. Após essa data, os processos já estarão sob vigência da nova resolução, exceto os diplomas de graduação em Medicina, que se subordinam ao Programa Revalida.   Serviço Pró-Reitoria de Graduação (Prograd/UFCA) Sala 205, Bloco I - campus Juazeiro do Norte (88) 3221.9267 \n O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.   Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação (Prograd/PRPI) Sala 302, Bloco I - campus Juazeiro do Norte (88) 3221.9328 \n O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.    
As três unidades do Refeitório Universitário da Universidade Federal do Cariri (RU/UFCA) vão servir apenas almoço nesta sexta-feira (14). A UFCA mantém RUs nos campi Crato, Barbalha e Juazeiro do Norte. Segundo a Coordenação das unidades, o jantar não será servido para evitar um possível desperdício de alimentos caso a adesão estudantil à paralisação de amanhã seja significativa. Ainda de acordo com a Coordenação, os RUs voltam a funcionar normalmente na segunda-feira (17).    Em todo país, houve paralisações, nos últimos dias 15 e 30 de maio, em protesto contra bloqueios no orçamento discricionário de instituições federais de ensino superior, anunciados pelo governo federal em abril passado. Na UFCA, os bloqueios chegam a contingenciar 47% do orçamento da instituição. As manifestações vêm sendo promovidas por entidades de classe de professores e de estudantes de universidades federais, com adesão também do público geral.   Serviço Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (Prae/UFCA) Sala 201, Bloco I – campus Juazeiro do Norte (88) 3221-9366 \n O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
«IniciarAnt12345678910PróxFim»
Pagina 1 de 268