Início do Conteúdo

Iniciado em 2018, o UFCão é um projeto de extensão da Universidade Federal do Cariri (UFCA), de caráter educativo, que leva a estudantes do ensino médio de escolas publicas palestras sobre a causa animal, com temas como abandono, maus tratos, zoonoses, higiene e alimentação animal. Nas visitas às escolas, o UFCão também aborda o papel dos protetores de animais. Nesses encontros, por exemplo, os estudantes são orientados sobre como fazer denúncias de maus tratos e de abandono, sobre o controle da reprodução animal, sobre os benefícios da castração e sobre os riscos das vacinas anticoncepcionais. Após as palestras, os estudantes respondem questionário sobre os assuntos discutidos, para que a organização possa avaliar os impactos das falas e também pensar em melhorias.    A proposta de promover educação sobre a causa animal veio da estudante de Administração da UFCA, Fernanda Bastos, que hoje atua como voluntária do projeto. Ela conta que sempre foi próxima à causa, mas nunca atuou efetivamente pela questão até deixar Fortaleza e vir morar no Cariri: “Quando comecei a estudar na UFCA eu senti que era o momento de eu fazer algo, de tomar a frente de alguma ação. Todos deveriam fazer algo pela sociedade onde vivem”, disse. Para Fernanda, especialmente o abandono de animais é um problema socioambiental sobre o qual todos devem ter responsabilidade: “acreditamos que um projeto de extensão, com seu caráter educativo, traria a correta mensagem sobre o abandono de animais”, explica. Ainda segundo Fernanda, não é necessário fundar uma organização não governamental (ONG) ou associação para ser um protetor dos animais, o que é frisado nas palestras do UFCão.   A ideia de Fernanda foi formalizada como um projeto de extensão da UFCA por meio de um edital da Pró-Reitoria de Extensão (Proex/UFCA) voltado a propostas da comunidade acadêmica. Sob a coordenação da professora do curso de Administração da UFCA, Waleska Félix, o UFCão já realizou 8 palestras em 2018, superando a programação inicial de 6. Ao todo, o projeto já atingiu 900 estudantes, todos no eixo Crajubar. O UFCão também participou de 5 feiras de adoção, orientando pessoas sobre adoção responsável, e da primeira edição da ação UFCA Itinerante, em Salitre, com duas palestras para crianças de 5 a 15 anos.   A UFCA Itinerante (iniciativa que leva atividades da UFCA a cidades do Cariri distantes dos seus campi) foi a última das ações do UFCão de 2018. Na visita a Salitre, nos dias 1º e 2 de dezembro, o desafio foi lidar com um público formado, em maioria, por crianças - portanto de menor faixa etária que o habitual no UFCão: “Eu pude me ver numa situação diferente, usando uma linguagem diferente”, diz Fernanda, que ressaltou a boa participação dos pequenos: “As crianças eram muitos sinceras e elas afirmaram a importância de cuidar e de respeitar os animais. Fiquei feliz por ter conseguido transmitir essa mensagem”, completa.   Para financiar o projeto, o UFCão também realiza ações como bazares e "dias doces", nos quais vende brigadeiros para arrecadar dinheiro. O projeto mantém ainda perfis no facebook e no instagram para divulgar suas pautas e atividades.  Parceiros O UFCão faz parcerias com diversas entidades, como a Associação Protetora dos Animais (Apac), o Projeto Acolhe (também de conscientização sobre a causa animal), a Associação de Proteção à Vida (Aprov), o Centro de Controle de Zoonoses de Juazeiro do Norte e o curso de Medicina Veterinária do Centro Universitário Leão Sampaio (Unileão). Pessoas físicas, como a protetora dos animais Jaqueline Gouveia e os médicos veterinários Huedo e Samira Batista, também apoiam o UFCão.  
Nesta terça-feira (27), a Pró-Reitoria de Extensão da Universidade Federal do Cariri (Proex/UFCA) lançou edital referente à concessão de bolsas para projetos e programas de extensão que entrarão em vigor em 2019. O edital trata de ações compreendidas na modalidade "ampla concorrência", que reúne projetos elaborados dentro das temáticas gerais da extensão. São elas: Comunicação, Cultura, Direitos Humanos e Justiça, Educação, Meio Ambiente, Tecnologia e Produção, Saúde e Trabalho. Essas temáticas foram definidas pelo Fórum de Pró-Reitores de Extensão das Universidades Públicas Brasileiras (Forproex).   O prazo para submissão das ações vai até 30 de dezembro, por meio de formulário eletrônico. A submissão deve ser feita apenas pelos coordenadores de cada projeto. Ainda conforme o edital, dentre os documentos requisitados, o "Formulário de Cadastro Projeto/Programa" e o "Plano de Trabalho dos Bolsistas" devem ser anexados à inscrição. Cada coordenador não poderá estar à frente de mais de duas ações de extensão ao mesmo tempo.   Os estudantes candidatos a serem contemplados com uma das bolsas de extensão oferecidas pelo edital deverão ter disponibilidade de 12 horas semanais para o desenvolvimento das atividades de extensão. Somente estudantes de graduação poderão concorrer às bolsas. Os candidatos às bolsas não devem ultrapassar o limite de participação em até dois projetos/programas de extensão como bolsista e/ou voluntário.   Serviço Coordenadoria de Gestão de Ações (Proex/UFCA) Sala 202, Bloco I - Campus Juazeiro do Norte Horário de Funcionamento: 8h às 12h e 13h às 17h (Segunda – Sexta) \n O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. (88) 3221-9285
A Pró-Reitoria de Extensão da Universidade Federal do Cariri (Proex/UFCA) – responsável pela interação entre a universidade e a comunidade externa – vai promover, nos próximos dias 1º e 2 de dezembro, na cidade de Salitre, a ação UFCA Itinerante. O objetivo é levar atividades e projetos da UFCA para cidades do Cariri que, por razões ligadas principalmente à distância, ainda não são impactadas pelas iniciativas.    "Atualmente, as ações de extensão da UFCA concentram suas atividades no eixo Crajubar [Crato, Juazeiro do Norte e Barbalha]. E nós somos a Universidade Federal do Cariri inteiro", disse a Pró-Reitora de Extensão, Fabiana Lazzarin. Para Fabiana, é importante levar essas ações para cidades distantes dos campi da UFCA e, ainda, fazer com que a universidade seja conhecida nos 29 municípios que compõem o Cariri cearense: "Há famílias que vivem de agricultura familiar que sequer sabem da existência de uma universidade pública no Cariri, que não sabem que a UFCA tem projetos de extensão de preparação para o Enem [Exame Nacional do Ensino Médio, usado como critério de seleção em universidades públicas]. Divulgar a UFCA para essas pessoas é uma responsabilidade social importantíssima", afirmou.   De acordo com o Coordenador de Integração e Fomento das Ações de Extensão da Proex, Thiago Santiago, é comum que, em cidades mais afastadas do Crajubar, os estudantes sequer conheçam a UFCA: “Em Salitre, estive em salas lotadas com estudantes do ensino médio em que dois ou três sabiam da existência da UFCA. Levamos para Cedro-PE o projeto "Luar do Sertão", do Centro de Ciência e Tecnologia (CCT), para observar corpos celestes com um telescópio. Lá, muitos nos perguntaram ‘o que é isso’, apontando para o equipamento”, recorda.   De acordo com a Proex, a edição de Salitre da UFCA Itinerante será importante para consolidar a iniciativa tanto na comunidade externa quanto na própria UFCA: "Será um laboratório para todos nós. Esse primeiro evento vai mobilizar 68 pessoas da UFCA, entre professores, servidores e estudantes. Nossa expectativa é que 18 projetos cadastrados na Proex participem da ação em Salitre e, com os resultados, vamos planejar as próximas edições", disse a Pró-Reitora Fabiana.    As inscrições de projetos de extensão interessados em atuar na UFCA Itinerante de Salitre começam hoje (1º) e vão até a próxima quarta-feira (7). Para que os projetos selecionados sejam os mais conectados às demandas atuais da cidade, a seleção terá participação de representantes do município. Ainda segundo a Proex, a comunidade acadêmica que irá até Salitre terá ajuda de custo da UFCA para hospedagem e alimentação. IDH das cidades visitadas Para elencar as primeiras cidades a serem visitadas pela UFCA Itinerante, a Proex utilizou como critério a ordem crescente de Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) dos municípios caririenses. O IDH – que considera dados de saúde, de educação e de renda de uma população – varia de 0 a 1. Com o IDH mais baixo do Cariri (0,54), Salitre é seguida, nesse critério, pelas cidades de Potengi (0,562), Araripe (0,564) e Tarrafas (0,576). Os melhores IDHs do Cariri são justamente os das cidades do Crajubar: Crato tem índice 0,713; Juazeiro do Norte, 0,694 e Barbalha, 0,683. Serviço Pró-Reitoria de Extensão (Proex/UFCA) Coordenadoria de Integração e Fomento das Ações de Extensão Bloco I, sala 202 – campus Juazeiro do Norte Telefone: (88) 3221-9287 \n O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
Na manhã de hoje (30) foi inaugurado o Jardim Sensorial no campus Crato da Universidade Federal do Cariri (UFCA). A ação foi desenvolvida pelo projeto “Grupo Sementes do Amanhã” vinculado à Pró-Reitoria de Extensão (PROEX) da UFCA e visa a utilização do espaço para experiências sensoriais em contato com a natureza.  Adaptado para integrar especialmente as pessoas com deficiência visual, o jardim está aberto para visitação constante no Centro de Ciências Agrárias e da Biodiversidade (CCAB/UFCA), ocupando um espaço que não tinha uso anteriormente. Os demais visitantes puderam explorar os sentidos durante a visita e se colocar no lugar das pessoas com deficiência visual, usando vendas nos olhos ao circular pelo jardim. De acordo com a professora Cláudia Araújo, coordenadora do projeto, a ideia inicial surgiu da vontade de reaproveitar materiais da construção de um novo bloco no campus e assim o jardim foi desenvolvido. No espaço encontramos piso tátil com brita, bambu e madeira, hortas verticais com garrafas PET e canos de PVC entre  outros. Além da recomposição de uma paisagem antes ociosa, o espaço trabalha a inclusão, se apresentando como um espaço lúdico para explorar todos os sentidos. O evento recebeu a visita da comunidade acadêmica, de estudantes do Centro de Educação de Jovens e Adultos e do Centro de Apoio ao Deficiente Visual de Juazeiro do Norte. Segundo Cláudia, a função do espaço é também a sensibilização dos estudantes e da comunidade local com relação à inclusão e ao meio ambiente: "Nós, como Universidade Pública, temos essa missão, de integrar a comunidade incluindo todas as pessoas", disse. Confira as fotos:
A Praça do Giradouro, em Juazeiro do Norte, receberá amanhã (20) o evento “O Céu na Terra do Padre Cícero: Observação Astronômica Pública”. A partir das 18h, a comunidade terá acesso a equipamento próprio para visualização ampliada de corpos celestes. A observação, gratuita e aberta ao público, será uma oportunidade para todas e todos que tenham interesse em astronomia.   A ação integra a programação da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNTC), promovida por diversas instituições de ensino e pesquisa. O objetivo é aproximar a academia da comunidade. Estão à frente da iniciativa o Instituto Federal de Educação do Ceará (IFCE), campus Juazeiro do Norte, e a Universidade Federal do Cariri (UFCA).
O projeto Cine Sustentável exibirá mais uma vez o filme "A Lei da Água" na Universidade Federal do Cariri (UFCA). Exibido no último dia 4 no campus Juazeiro do Norte, será a vez do campus Brejo Santo receber a iniciativa. Amanhã (19), o documentário, com 1h19 de duração, será exibido no Cine Teatro Professor Júlio Macedo, na Avenida Antônio Florentino, próximo ao Liceu Professor José Teles de Carvalho, a partir das 16h30.    A inscrição no Cine Sustentável é gratuita e deve ser feita no site do evento. A presença no Cine será certificada com carga horária de 2h.Após a exibição do filme, haverá debate sobre o tema principal da obra. Além disso, serão enviados para os inscritos formulários on line para que os participantes possam enviar suas considerações acerca da sustentabilidade no campus Brejo Santo em 2018. Os participantes terão 48h para responder. Essa atividade resultará numa carta pública intitulada: A visão do campus Brejo Santo acerca do momento atual da Sustentabilidade no campus e na região em 2018.  Cine Sustentável A exibição do documentário Lei da Água objetiva proporcionar uma reflexão sobre sustentabilidade a partir de temas como crise hídrica no Brasil, preservação de florestas e impactos do novo código florestal na alteração dos recursos naturais atualmente disponíveis.    O Cine Sustentável é promovido pela Divisão de Educação para Sustentabilidade, pertencente à Coordenadoria de Gestão da Sustentabilidade (CGS). A CGS, por sua vez, integra a Pró-Reitoria de Planejamento (Proplan).    Serviço   Pró-Reitoria de Planejamento (Proplan/UFCA) Coordenadoria de Gestão da Sustentabilidade (CGS) Divisão de Educação para Sustentabilidade \n O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. (88) 3221-9352  
Na próxima quinta-feira (11), começa a edição comemorativa de aniversário da Feira Cariri Criativo. Realizada desde 2014, a Feira Cariri Criativo é promovida pela Universidade Federal do Cariri (UFCA), por meio do programa de extensão de Fomento à Economia Criativa do Cariri e do projeto de cultura Birô Cariri, em parceria com a Associação de Empreendedores Criativos do Cariri, com o Centro Cultural Banco do Nordeste (CCBNB), com o Serviço Social do Comércio (SESC), com a Secretaria de Cultura do Crato e com o Geopark Araripe.     A programação comemorativa vai até sábado (13), no Largo da RFFSA, no Crato. Nos quatro dias, a programação começa a partir de 18h.    Nesses 4 anos de existência, a Feira Cariri Criativo se consolidou como um dos projetos de extensão da UFCA de maior inserção na comunidade externa, envolvendo o trabalho de diferentes Pró-reitorias, de programas do curso de Administração da universidade e ainda da Incubadora Tecnológica de Empreendimentos Populares e Solidários (ITEPS).   Programação     Quinta-feira (11)   Discotecagem de André Alcman Roda Sociológica Projeto Escuto histórias de amor, de Carla Cavalcanti Projeto Poema na Feira, do Coletivo Camaradas Show Trio Patativa   Sexta-feira (12)   Discotecagem de Mayane Torres Projeto Pacote de Poesia, do Sesc Crato Show Roda de Incenso Show Natabela   Sábado (13)   Cine Arte Clube: Jhonny Almeida - Luthiers do Cariri Cearense Discotecagem com Constance Pinheiro Exibição de vídeo comemorativo - Cariri Criativo 4 anos Show Janinha Brito Show Vai acordar o pivete  
O curso de Design em Permacultura, PDC (do inglês Permaculture Design Course), do projeto de extensão Escola Caririense de Permacultura da Universidade Federal do Cariri (UFCA), está com inscrições abertas até o próximo dia 20 julho. Com metodologia e conteúdos definidos com base em práticas de permacultura referendadas internacionalmente, o curso tem duração de 80 horas, com aulas teóricas e práticas. São oferecidas 30 vagas regulares, sendo 15 reservadas para participantes da comunidade rural do Baixio das Palmeiras, Crato e adjacências.    Mais informações pelo e-mail \n O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ou telefone (88) 99944-4445.  Acesse aqui o edital e o link para inscrições.  
A Universidade Federal do Cariri (UFCA) oferta, a partir do próximo dia 3 de agosto, o curso de Formação de Instrutores em LIBRAS. O curso é destinado a pessoas fluentes em LIBRAS e compõe um projeto de extensão da UFCA.    O objetivo é desafiar e qualificar os participantes para atuarem como instrutores na rede básica de ensino e também em instituições públicas ou privadas que ofertem matérias, disciplinas ou cursos de Libras.   A formação terá 240h, com certificação para os participantes. As inscrições já estão abertas e vão até o dia 25 de julho. Ao todo, são 30 vagas, com prioridade para surdos (conforme Decreto 5.626/2005). Os inscritos passarão por entrevista no dia 30 de julho e, no dia seguinte, será divulgada a lista oficial dos participantes.   As aulas serão às sextas-feiras, das 18h às 22h, e aos sábados, das 8h às 17h, com término previsto para o dia 14 de dezembro de 2018.    CONTEÚDO PROGRAMÁTICO GERAL / CARGA HORÁRIA   Fundamentos da Educação de Surdos / 28h Estrutura Gramatical da Libras / 40h Políticas Linguísticas e Educacionais no Ensino da Libras / 12h Cultura e Identidade surda / 12h Literatura Visual / 16h Noções de Escrita de Sinais / 12h Metodologia de Ensino da Libras – L1 (Libras como primeira língua) / 40h Metodologia de Ensino da Libras – L2 (Libras como segunda língua) / 40h Estágio de Observação / 40h   TOTAL 240h Confira vídeo de divulgação do curso:    
Foi realizado nesta quarta-feira, 09 de maio, o XIV Encontro de Extensão (ENEX) da Universidade Federal do Cariri (UFCA). Idealizado pela Pró-Reitoria de Extensão, o evento contou com público entre 250 e 300 pessoas. O ENEX acontece uma vez a cada semestre desde que a UFCA se tornou universidade autônoma, e tem como objetivo ser um momento de confraternização, congratulação e principalmente de troca de experiências dos extensionistas da universidade, grupo que inclui coordenadores (docentes e técnicos-administrativos), bolsistas e voluntários. Emille Sampaio, uma das organizadoras do evento, fala um pouco sobre a décima quarta edição. “Este ENEX é um encontro preparatório para o I Congresso de Extensão do Cariri, que está previsto para ocorrer no mês de agosto. Como é um evento construído pelas instituições de ensino superior da região, pensamos em uma mesa para conversar sobre as experiências extensionistas dessas instituições”, conta. Para ela, a ideia das mesas é apresentar as atividades de extensão de outros campi e instituições, estimulando a participação dos extensionistas e trazendo questionamentos e possibilidades do que se pode construir na extensão. Na mesa “A Extensão Universitária como elemento transformador na região do Cariri cearense”, apresentou-se a proposta de um primeiro debate sobre o tema do congresso que será realizado no segundo semestre. A pró-reitora de extensão, Fabiana Lazzarin (UFCA),  e os convidados Maria Arlene Pessoa da Silva (URCA), Sebastião Erailson de Sousa Santos (CENTEC), Regio Hermilton Ribeiro Quirino (FAP) e Monalisa Ribeiro Silva (FMJ) falaram sobre suas experiências e trouxeram reflexões sobre as dificuldades de se trabalhar com extensão. Fabiana lamentou desvalorização da extensão. “Você quer um laboratório para estudo, chamar um pesquisador de fora para um evento, fazer um trabalho com a comunidade, e não têm os recursos. Há uma desvalorização da extensão, mas eu acredito que isso vem de algo maior, que é a desvalorização da educação”, disse ela. Segundo a professora Arlene Pessoa são raros os programas de fomento à extensão. "Acredito que faltam políticas públicas junto às agências de fomento e aos órgãos do governo ligados às universidades. Os projetos de extensão são importantes para o desenvolvimento da região e para a sociedade”, afirma. A mesa “A experiência Extensionista do Instituto de Estudos do Semiárido (IESA/UFCA)”, abordou a experiência extensionista do IESA, sediado no campus Icó da UFCA e contou com a participação da professora Jaqueline Dourado do Nascimento e das estudantes Maria Lucineide Ribeiro Bezerra e Laiany Henrique Félix. “Nós temos uma vasta produção extensionista no campus Icó, mas percebemos que os campi se conhecem pouco. Então acreditamos que seria interessante e importante que os outros campi pudessem conhecer mais sobre o funcionamento da extensão nesse campus, inclusive pelo fato dele ser o mais distante territorialmente”, diz Emille. O XV ENEX está previsto para ocorrer durante a V Mostra UFCA, que segundo o calendário acadêmico da universidade, será realizada entre os dias 22 e 26 de outubro.   Veja a galeria de imagens do evento:
«IniciarAnt12345678910PróxFim»
Pagina 1 de 12