Início do Conteúdo

O programa Idioma sem Fronteiras (IsF), do governo federal, está recebendo inscrições para aulas gratuitas e presenciais de inglês na Universidade Federal do Cariri (UFCA). Serão ofertadas turmas nos campi Juazeiro do Norte, Barbalha, Crato e Brejo Santo. O período de inscrições vai até o próximo dia 14 de março, na página do My English Online (MEO) - que é o curso on line de inglês ofertado pelo IsF. Após acessar a área restrita, clique no botão azul "Aulas Presenciais".   Os interessados precisam apresentar ou resultado do Test of English as a Foreign Language (TOEFL), obtido pelo IsF, ou resultado do teste de nivelamento do MEO.    Abaixo os locais, dias, horários, níveis e tipos de cursos ofertados na UFCA:   Curso: TOEFL ITP preparatório Nível B1 - campus Juazeiro do Norte. Horário: às segundas-feiras, das 13h às 17h30.   Curso: Produção oral interações acadêmicas Nível B1 - campus Barbalha. Horário: às segundas-feiras, das 13h às 17h30.   Curso: Produção oral interações acadêmicas Nível A2 - campus Juazeiro do Norte. Horário: às terças-feiras, das 13h às 17h30.   Curso: Interações cotidianas em Língua inglesa Nível A1 - campus Brejo Santo. Horário: às quartas-feiras, das 13h às 17h30.   Curso: Produção oral: interações acadêmicas Nível A2 - campus Crato. Horário: às quartas-feiras, das 13h às 17h30.   Curso: Produção oral: interações acadêmicas Nível B2 - campus Juazeiro do Norte. Horário: às quintas-feiras, das 13h às 17h30.     Idioma sem Fronteiras   O IsF é um programa do governo federal que objetiva internacionalizar o ensino superior brasileiro. Entre suas várias ações, está a promoção de cursos presenciais de idiomas em diversas instituições federais de ensino cadastradas. Uma delas é a UFCA, que realiza as formações por meio do Núcleo de Idiomas e Culturas Estrangeiras da Pró-Reitoria de Cultura (NucLi-Procult/UFCA).     Serviço Núcleo de Idiomas e Culturas Estrangeiras da Pró-Reitoria de Cultura (NucLi-Procult/UFCA) Sala 204, Bloco I – campus Juazeiro do Norte \n O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. (88) 3221-9245
No período de 27/11/2018 a 08/01/2019 a Pró-Reitoria de Extensão (Proex) da Universidade Federal do Cariri (UFCA) recebeu 85 submissões de propostas ao Edital 05/2018/PROEX, que trata da concessão de bolsas de extensão a projetos para o ano de 2019 e programas para 2019 e 2020.  Das propostas consideradas aptas, 61 eram referentes a projetos e 22 a programas de extensão. As propostas aprovadas nesta fase ainda seguem para as avaliações de mérito (2ª fase). Os projetos concorrerão a 60 bolsas com vigência de abril a dezembro de 2019, enquanto os programas concorrerão a 38 bolsas com vigência de abril de 2019 a dezembro de 2020. Os proponentes devem verificar o documento com detalhamento da sua avaliação na 1ª fase. As ações que foram "aprovadas com ressalvas" deverão realizar os ajustes necessários no formulário de cadastro e/ou plano de trabalho dos bolsistas dentro do mesmo prazo e encaminharem através da plataforma de cadastro de ações acadêmicas. As propostas estão dispostas em ordem alfabética, pois nesta fase ainda não há classificação. A Proex destaca que prazo para interposição de recursos será de 31 de janeiro a 01 de fevereiro de 2019, conforme orientações do edital. Acesse o resultado.   
Apoiados por um projeto de extensão da Universidade Federal do Cariri (UFCA), agricultores familiares do Crato receberam, no último dia 18 de janeiro, uma Declaração de Cadastro de Produtor Vinculado à Organização de Controle Social, emitida pelo Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa). Ao todo, 9 trabalhadores conseguiram a declaração, que os inclui no Cadastro Nacional de Produtores Orgânicos. Na prática, com o documento, os trabalhadores poderão, além de feiras agroecológicas, vender seus produtos também para iniciativas governamentais que adquirem alimentos in natura, como o Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae, que oferece alimentação a estudantes da educação básica pública) e o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA, que repassa alimentos produzidos pela agricultura familiar a pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional). A declaração foi viabilizada pelo projeto de extensão “Elaboração de Produtos Orgânicos provenientes da agricultura Familiar do Município do Crato-CE”, do Centro de Ciências Agrárias e da Biodiversidade (CCAB/UFCA). O documento é o primeiro passo para a conquista de uma certificação de produção orgânica, que concede o selo do Sistema Brasileiro de Avaliação de Conformidade Orgânica (SigOrg). A diferença do selo para a declaração é que o SigOrg permite a venda dos produtos também para empresas privadas.   Projeto de Extensão Sob coordenação da professora do CCAB/UFCA, Maria Inês Rodrigues, o projeto de Elaboração de Produtos Orgânicos teve início com um mapeamento das atividades ligadas à agricultura familiar no Crato: "Com esse mapeamento, chegamos ao trabalho de produtores ligados à Associação Cristã de Base (ACB), que desde 1982 apresenta a trabalhadores rurais técnicas e tecnologias que os ajudam a ter melhor produção e melhor convívio com o semiárido”, explica. Além da ACB, é parceira do projeto a consultoria HD Quality, empresa que realizou o diagnóstico de campo e também os processos burocráticos junto ao Mapa que resultaram na declaração dos produtores. As três instituições formaram com os agricultores uma Organização de Controle Social (OCS), que apoia o processo de produção e os procedimentos pertinentes à futura certificação.   Produção orgânica Segundo Maria Inês, para ser considerado “orgânico”, o produto agrícola deve, além de valorizar a cultura das comunidades rurais, ser cultivado considerando a sustentabilidade social, a ambiental e também a econômica: “além do benefício de alimentos sem agrotóxicos e/ou transgênicos, o consumo de produto orgânico consolida a agricultura familiar e agrega valor à sua produção, o que faz com que os agricultores tenham segurança alimentar, diversidade nutricional e preço justo para os seus produtos”, argumenta. De acordo com a professora, muitos dos agricultores do projeto já cumpriam os requisitos da produção orgânica, mas não tinham meios de terem seu trabalho reconhecido pelo Mapa: “alguns praticam produção orgânica há mais de 10 anos. A declaração e a futura certificação são maneiras de valorizar o trabalho dos agricultores e também de reconhecer a resistência que eles travam no seu cotidiano para manter o manejo orgânico”, acredita. Segundo Maria Inês, para conseguir uma certificação de produção orgânica, há vários custos envolvidos, desde questões administrativas até as despesas do auditor: “No ano passado, o valor de uma certificação oscilou entre R$ 5 mil e R$ 5,8 mil”, relata. O Mapa não prevê isenção para a emissão do selo SigOrg. O selo é concedido por uma empresa certificadora, pública ou privada, credenciada junto à pasta, que avalia a produção requerente obedecendo a legislação brasileira e seguindo critérios reconhecidos internacionalmente: “Para alcançar a certificação, precisaremos verificar meios e novos parceiros. Ainda temos muito trabalho para 2019", finaliza.   Serviço Centro de Ciências Agrárias e da Biodiversidade (CCAB/UFCA) Rua Ícaro de Sousa Moreira, s/n, Barro Branco - Crato \n O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.    (88) 3221-9502
A estudante de Administração Pública da Universidade Federal do Cariri (UFCA), Rhana Erika, vai integrar o grupo de 14 jovens que representarão o Brasil como delegados no Youth Assembly (YA, "assembleia da juventude", em tradução livre): um evento anual da Organização das Nações Unidas (ONU) que debate o papel da juventude no desenvolvimento sustentável global e oferece a jovens de todo o mundo a oportunidade de serem protagonistas na implementação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, ao lado de grandes líderes mundiais.    O evento ocorrerá em Nova Iorque, onde fica a sede da ONU, de 15 a 17 de fevereiro de 2019, na New York University (NYU). A conferência vai promover debates, workshops, minicursos e mentoria. Segundo Rhana, durante a programação, os jovens poderão ouvir grandes líderes e também explanar as suas iniciativas locais. Conforme a descrição do evento, no site da Youth Assembly, "todas as sessões da conferência procurarão desenvolver e fortalecer habilidades práticas tangíveis e pragmáticas que possam ser usadas de maneira imediata e eficaz para resolver problemas locais e globais".    A YA é organizada pela Friendship Ambassadors Fondation (FAF): organização sem fins lucrativos, formalmente associada ao Departamento de Informação Pública das Nações Unidas (DPI.NGO), que promove educação global desenvolvendo lideranças juvenis e programas de intercâmbio cultural. No Brasil, foi criado o grupo NovaVoz ONU, para reunir os jovens interessados em participar da conferência. Enactus UFCA Rhana é integrante da rede global de empreendedorismo social Enactus, com atuação no Brasil desde 1998. Na UFCA desde 2009, a Enactus desenvolve atualmente três projetos no Cariri, idealizados e realizados por estudantes locais, sob supervisão de professores da universidade: o Bio+, que fomenta práticas e tecnologias de baixo custo para o plantio de hortaliças e frutas de forma sustentável; o Rede de Associados do Time Enactus UFCA (Redae), que atua na comercialização e divulgação do que é produzido; e o Mulecas, que auxilia a inserção de mulheres no mercado de trabalho com oficinas de artesanato. Rhana compõe a Enactus UFCA desde junho de 2018.    Candidatura de delegada Ainda segundo a estudante, o caminho até a YA começou com a visualização de um post em perfis digitais da estudante de arquitetura da Universidade de Fortaleza (Unifor), Mariana Saraiva. Mariana foi nomeada embaixadora brasileira do evento e, portanto, foi responsável por auxiliar a seleção dos jovens delegados que representarão o Brasil no YA: "Eu troquei e-mails com a Mariana e contei sobre o meu trabalho na Enactus UFCA. Alguns meses depois, ela me comunicou da minha aprovação", relata. Segundo o NovaVoz Onu, para ser um delegado na YA, é preciso ter de 16 a 28 anos, estar engajado na implementação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, estar se destacando em sua comunidade local pelo impacto de seus projetos, ter perfil de liderança e ser capaz de se comunicar em inglês (falar e compreender).   Serviço 23ª Sessão da Assembleia da Juventude - Youth Assembly (YA) De 15 a 17 de fevereiro de 2019, na New York University (NYU)   Enactus UFCA   Sala 73, Bloco E - campus Juazeiro do Norte (88) 3221.9229 \n O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.  
A Pró-Reitoria de Extensão da Universidade Federal do Cariri (Proex/UFCA) prorrogou para o próximo dia 20 de janeiro o fim do prazo para submissão de propostas de cadastramento ou renovação de projetos do Programa de Integração Ensino Extensão (Peex), gerenciado pela Proex em parceria com a Pró-Reitoria de Graduação (Prograd/UFCA). Antes, o prazo para submissão de propostas iria até esta sexta-feira (11). O Aditivo I  ao Edital 02/2018/PROEX-PROGRAD oficializou a prorrogação do prazo. O Peex é um programa que incentiva a prática de extensão universitária vinculada a componentes curriculares de cursos de graduação, por meio de concessão de bolsas. Orientadores, bolsistas, voluntários do projeto e estudantes das disciplinas devem desenvolver as ações em conjunto. O Peex efetiva, na UFCA, o que prevê o Plano Nacional de Educação (PNE 2014/2024), segundo o qual 10% da carga horária total dos cursos de graduação devem ser voltados a programas e projetos de extensão universitária.   Inscrições Apenas coordenadores de projetos podem inscrever as iniciativas, via formulário eletrônico. Para efetuar inscrição, é necessário apresentar os seguintes documentos:    - Projeto de Monitoria;  - Declaração de Parceria Externa, nos casos cabíveis - O plano de ensino da disciplina, constando a execução de atividades de extensão em seu currículo.   As iniciativas contempladas poderão conceder bolsas a estudantes de graduação da UFCA, que deverão ter disponibilidade de 12 horas semanais para o desenvolvimento das atividades.   Serviço  Coordenadoria de Gestão das Ações (CGA-Proex/UFCA) Sala 202, Bloco I, segundo andar - campus Juazeiro do Norte Horário de Funcionamento: das 8h às 12h e das 13h às 17h (segunda a sexta-feira) \n O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. (88) 3221-9285
Estudantes da Universidade Federal do Cariri (UFCA) já podem propor ações de extensão para o Programa Protagonismo Estudantil 2019 (Prope), da Pró-Reitora de Extensão (Proex/UFCA). O objetivo do Prope é fortalecer o protagonismo estudantil na UFCA por meio da participação de discentes em projetos de extensão.   Pelo edital de seleção, publicado nesta sexta-feira (28), as propostas deverão ser elaboradas por estudante(s) regularmente matriculado(s) em qualquer curso de graduação da UFCA, tutorados por um docente da mesma instituição em efetivo exercício. No caso da não indicação de um tutor, a proposta será desclassificada do processo seletivo.   Ainda segundo o edital, as iniciativas inscritas deverão seguir diretrizes como interdisciplinaridade indissociabilidade Ensino-Pesquisa-Extensão-Cultura e impacto e transformação social.   As inscrições poderão ser feitas até o dia 25 de janeiro de 2019, na página do Cadastro Unificado de Ações Acadêmicas. É preciso apresentar, nesta etapa, o Formulário de Cadastro de Ação de Extensão (Anexo I) e o Plano de trabalho do bolsista (Anexo II), devidamente preenchido pelo proponente.Após o resultado parcial, previsto para o dia 28 de fevereiro de 2019, os proponentes podem interpor recursos, entregando à Proex o Formulário de Interposição de Recursos (Anexo VII) entre os dias primeiro e 7 de março.   O resultado final da seleção deve ser divulgado em 12 de março e o início das atividades dos projetos está previsto para o dia primeiro de abril.   Procedimento pós-seleção   Após ter o projeto selecionado no Prope, o proponente deverá entregar, na Proex/UFCA, o Termo de Compromisso do Bolsista (Anexo IV) ou o Termo de Compromisso do Voluntário (Anexo VI), com carga horária indicada; o Termo de Compromisso do Tutor (Anexo III); o Formulário de Cadastro do Proponente/Bolsista e do Voluntário  (Anexo V), cópias de RG e CPF e comprovante de conta-corrente ativa em instituição bancária, individual, em nome do estudante.   Em cada mês de vigência do projeto, o bolsista deverá entregar, até o dia 10 do mês subsequente, a sua Frequência Mensal (Anexo X), assinada pelo tutor, também na sala da Proex. A entrega deste documento é condição para o recebimento da bolsa.    Em caso de desistência, o bolsista deverá entregar à Proex o Termo de Desistência (Anexo VIII), sob pena da impossibilidade de substituição do bolsista. Já em caso de cancelamento da ação de extensão, o proponente deverá assinar, na sala da Proex, o Termo de Cancelamento  (Anexo IX).    Serviço   Coordenadoria de Gestão de Ações (Proex/UFCA) Sala 202, Bloco I - campus Juazeiro do Norte \n O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. (88) 3221-9285/3221-9286/3221-9287  
A Pró-Reitora de Extensão da Universidade Federal do Cariri (Proex/UFCA) publicou, nesta sexta-feira (28), um aditivo que altera o cronograma do Edital 05/2018/PROEX, referente à concessão de bolsas para projetos e programas de extensão que entrarão em vigor em 2019.    Com o Aditivo I, o prazo para submissão das ações, que antes iria até 30 de dezembro, agora vai até o dia 8 de janeiro de 2019, por meio de formulário eletrônico. A submissão deve ser feita apenas pelos coordenadores de cada projeto. As alterações também afetaram o início das atividades das iniciativas selecionadas. Antes, elas começariam em primeiro de abril de 2019; agora, em 8 de abril. EditalO Edital 05/2018 trata de ações compreendidas na modalidade "ampla concorrência", que reúne projetos elaborados dentro das temáticas gerais da extensão. São elas: Comunicação, Cultura, Direitos Humanos e Justiça, Educação, Meio Ambiente, Tecnologia e Produção, Saúde e Trabalho. Essas temáticas foram definidas pelo Fórum de Pró-Reitores de Extensão das Universidades Públicas Brasileiras (Forproex). Serviço Coordenadoria de Gestão de Ações (Proex/UFCA) Sala 202, Bloco I - campus Juazeiro do Norte Horário de Funcionamento: 8h às 12h e 13h às 17h (segunda a sexta-feira) \n O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. (88) 3221-9285  
Iniciado em 2018, o UFCão é um projeto de extensão da Universidade Federal do Cariri (UFCA), de caráter educativo, que leva a estudantes do ensino médio de escolas publicas palestras sobre a causa animal, com temas como abandono, maus tratos, zoonoses, higiene e alimentação animal. Nas visitas às escolas, o UFCão também aborda o papel dos protetores de animais. Nesses encontros, por exemplo, os estudantes são orientados sobre como fazer denúncias de maus tratos e de abandono, sobre o controle da reprodução animal, sobre os benefícios da castração e sobre os riscos das vacinas anticoncepcionais. Após as palestras, os estudantes respondem questionário sobre os assuntos discutidos, para que a organização possa avaliar os impactos das falas e também pensar em melhorias.    A proposta de promover educação sobre a causa animal veio da estudante de Administração da UFCA, Fernanda Bastos, que hoje atua como voluntária do projeto. Ela conta que sempre foi próxima à causa, mas nunca atuou efetivamente pela questão até deixar Fortaleza e vir morar no Cariri: “Quando comecei a estudar na UFCA eu senti que era o momento de eu fazer algo, de tomar a frente de alguma ação. Todos deveriam fazer algo pela sociedade onde vivem”, disse. Para Fernanda, especialmente o abandono de animais é um problema socioambiental sobre o qual todos devem ter responsabilidade: “acreditamos que um projeto de extensão, com seu caráter educativo, traria a correta mensagem sobre o abandono de animais”, explica. Ainda segundo Fernanda, não é necessário fundar uma organização não governamental (ONG) ou associação para ser um protetor dos animais, o que é frisado nas palestras do UFCão.   A ideia de Fernanda foi formalizada como um projeto de extensão da UFCA por meio de um edital da Pró-Reitoria de Extensão (Proex/UFCA) voltado a propostas da comunidade acadêmica. Sob a coordenação da professora do curso de Administração da UFCA, Waleska Félix, o UFCão já realizou 8 palestras em 2018, superando a programação inicial de 6. Ao todo, o projeto já atingiu 900 estudantes, todos no eixo Crajubar. O UFCão também participou de 5 feiras de adoção, orientando pessoas sobre adoção responsável, e da primeira edição da ação UFCA Itinerante, em Salitre, com duas palestras para crianças de 5 a 15 anos.   A UFCA Itinerante (iniciativa que leva atividades da UFCA a cidades do Cariri distantes dos seus campi) foi a última das ações do UFCão de 2018. Na visita a Salitre, nos dias 1º e 2 de dezembro, o desafio foi lidar com um público formado, em maioria, por crianças - portanto de menor faixa etária que o habitual no UFCão: “Eu pude me ver numa situação diferente, usando uma linguagem diferente”, diz Fernanda, que ressaltou a boa participação dos pequenos: “As crianças eram muitos sinceras e elas afirmaram a importância de cuidar e de respeitar os animais. Fiquei feliz por ter conseguido transmitir essa mensagem”, completa.   Para financiar o projeto, o UFCão também realiza ações como bazares e "dias doces", nos quais vende brigadeiros para arrecadar dinheiro. O projeto mantém ainda perfis no facebook e no instagram para divulgar suas pautas e atividades.  Parceiros O UFCão faz parcerias com diversas entidades, como a Associação Protetora dos Animais (Apac), o Projeto Acolhe (também de conscientização sobre a causa animal), a Associação de Proteção à Vida (Aprov), o Centro de Controle de Zoonoses de Juazeiro do Norte e o curso de Medicina Veterinária do Centro Universitário Leão Sampaio (Unileão). Pessoas físicas, como a protetora dos animais Jaqueline Gouveia e os médicos veterinários Huedo e Samira Batista, também apoiam o UFCão.  
Nesta terça-feira (27), a Pró-Reitoria de Extensão da Universidade Federal do Cariri (Proex/UFCA) lançou edital referente à concessão de bolsas para projetos e programas de extensão que entrarão em vigor em 2019. O edital trata de ações compreendidas na modalidade "ampla concorrência", que reúne projetos elaborados dentro das temáticas gerais da extensão. São elas: Comunicação, Cultura, Direitos Humanos e Justiça, Educação, Meio Ambiente, Tecnologia e Produção, Saúde e Trabalho. Essas temáticas foram definidas pelo Fórum de Pró-Reitores de Extensão das Universidades Públicas Brasileiras (Forproex).   O prazo para submissão das ações vai até 08 de janeiro, por meio de edital aditivo, por meio de formulário eletrônico. A submissão deve ser feita apenas pelos coordenadores de cada projeto. Ainda conforme o edital, dentre os documentos requisitados, o "Formulário de Cadastro Projeto/Programa" e o "Plano de Trabalho dos Bolsistas" devem ser anexados à inscrição. Cada coordenador não poderá estar à frente de mais de duas ações de extensão ao mesmo tempo.   Os estudantes candidatos a serem contemplados com uma das bolsas de extensão oferecidas pelo edital deverão ter disponibilidade de 12 horas semanais para o desenvolvimento das atividades de extensão. Somente estudantes de graduação poderão concorrer às bolsas. Os candidatos às bolsas não devem ultrapassar o limite de participação em até dois projetos/programas de extensão como bolsista e/ou voluntário.   Serviço Coordenadoria de Gestão de Ações (Proex/UFCA) Sala 202, Bloco I - Campus Juazeiro do Norte Horário de Funcionamento: 8h às 12h e 13h às 17h (Segunda – Sexta) \n O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. (88) 3221-9285
A Pró-Reitoria de Extensão da Universidade Federal do Cariri (Proex/UFCA) – responsável pela interação entre a universidade e a comunidade externa – vai promover, nos próximos dias 1º e 2 de dezembro, na cidade de Salitre, a ação UFCA Itinerante. O objetivo é levar atividades e projetos da UFCA para cidades do Cariri que, por razões ligadas principalmente à distância, ainda não são impactadas pelas iniciativas.    "Atualmente, as ações de extensão da UFCA concentram suas atividades no eixo Crajubar [Crato, Juazeiro do Norte e Barbalha]. E nós somos a Universidade Federal do Cariri inteiro", disse a Pró-Reitora de Extensão, Fabiana Lazzarin. Para Fabiana, é importante levar essas ações para cidades distantes dos campi da UFCA e, ainda, fazer com que a universidade seja conhecida nos 29 municípios que compõem o Cariri cearense: "Há famílias que vivem de agricultura familiar que sequer sabem da existência de uma universidade pública no Cariri, que não sabem que a UFCA tem projetos de extensão de preparação para o Enem [Exame Nacional do Ensino Médio, usado como critério de seleção em universidades públicas]. Divulgar a UFCA para essas pessoas é uma responsabilidade social importantíssima", afirmou.   De acordo com o Coordenador de Integração e Fomento das Ações de Extensão da Proex, Thiago Santiago, é comum que, em cidades mais afastadas do Crajubar, os estudantes sequer conheçam a UFCA: “Em Salitre, estive em salas lotadas com estudantes do ensino médio em que dois ou três sabiam da existência da UFCA. Levamos para Cedro-PE o projeto "Luar do Sertão", do Centro de Ciência e Tecnologia (CCT), para observar corpos celestes com um telescópio. Lá, muitos nos perguntaram ‘o que é isso’, apontando para o equipamento”, recorda.   De acordo com a Proex, a edição de Salitre da UFCA Itinerante será importante para consolidar a iniciativa tanto na comunidade externa quanto na própria UFCA: "Será um laboratório para todos nós. Esse primeiro evento vai mobilizar 68 pessoas da UFCA, entre professores, servidores e estudantes. Nossa expectativa é que 18 projetos cadastrados na Proex participem da ação em Salitre e, com os resultados, vamos planejar as próximas edições", disse a Pró-Reitora Fabiana.    As inscrições de projetos de extensão interessados em atuar na UFCA Itinerante de Salitre começam hoje (1º) e vão até a próxima quarta-feira (7). Para que os projetos selecionados sejam os mais conectados às demandas atuais da cidade, a seleção terá participação de representantes do município. Ainda segundo a Proex, a comunidade acadêmica que irá até Salitre terá ajuda de custo da UFCA para hospedagem e alimentação. IDH das cidades visitadas Para elencar as primeiras cidades a serem visitadas pela UFCA Itinerante, a Proex utilizou como critério a ordem crescente de Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) dos municípios caririenses. O IDH – que considera dados de saúde, de educação e de renda de uma população – varia de 0 a 1. Com o IDH mais baixo do Cariri (0,54), Salitre é seguida, nesse critério, pelas cidades de Potengi (0,562), Araripe (0,564) e Tarrafas (0,576). Os melhores IDHs do Cariri são justamente os das cidades do Crajubar: Crato tem índice 0,713; Juazeiro do Norte, 0,694 e Barbalha, 0,683. Serviço Pró-Reitoria de Extensão (Proex/UFCA) Coordenadoria de Integração e Fomento das Ações de Extensão Bloco I, sala 202 – campus Juazeiro do Norte Telefone: (88) 3221-9287 \n O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
«IniciarAnt12345678910PróxFim»
Pagina 1 de 13