Início do Conteúdo

Parceria entre Famed/UFCA e Secretaria de Saúde de Farias Brito amplia campo de prática no Internato

Terça, 09 Julho 2019 16:18

Na última segunda-feira, dia primeiro de julho, foram iniciadas as atividades do Internato em Saúde Comunitária do curso de Medicina da Universidade Federal do Cariri (Famed/UFCA) nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) do município de Farias Brito. 

Cinco estudantes do Internato irão atender no município, até o fim deste ano. A cidade, que está a 65 km de distância de Barbalha, está oferecendo ainda alojamento e alimentação para os estudantes da UFCA. O contato com o município começou por meio da tutoria do Programa Mais Médicos, e foi ela a responsável por proporcionar a ampliação do campo de prática para o internato. 

Emille Sampaio, coordenadora do curso de Medicina da UFCA, afirma que é muito importante  para os estudantes da Famed a experiência de estarem inseridos em um município em que a rede de atenção à saúde funciona da forma mais adequada possível.

Emille afirma que Farias Brito é um dos municípios da Região do Cariri com a melhor rede de atenção. “Eles conseguem ter as UBS bem estruturadas, bem equipadas, com bons profissionais e fluxos de serviço, atenção secundária funcionando e fluxos de encaminhamento para atenção terciária”, disse. 

Sheyla Martins, Secretária de Saúde de Farias Brito, diz que agora a saúde do município passa a ser campo de aprendizagem da UFCA, possibilitando a interlocução de conhecimentos e saberes, e contribuindo com a formação dos futuros médicos. “Recebendo os estudantes do curso de Medicina, possibilitamos uma troca de saberes entre os nossos serviços e a Academia.” Os estudantes serão acompanhados pelos médicos preceptores, Dra. Natália Parente e Dr. Arthur Siebra, e por Professores Doutores da UFCA. 

Larissa Lima Barros, estudante do internato do curso de Medicina, conta que sua primeira impressão foi muito boa. Ela acredita que Farias Brito pode contribuir na formação dos estudantes, pois é um exemplo a ser seguido. "Lá, conseguimos ver que a atenção básica funciona e que existem lugares onde ela é bem feita, onde as pessoas acreditam no ‘médico do posto’ e no que ele pode fazer pela população", conclui.

O Internato

O internato do curso de Medicina se constitui nos dois últimos anos do curso (quatro semestres), funcionando como o estágio obrigatório. Os estudantes atuam totalmente inseridos no serviço médico e não há aulas teóricas, só a prática da medicina. O Internato de Saúde Comunitária dura seis meses. Emille afirma que a ideia dessa parceria é que os internos estejam no município, colaborando com o processo assistencial e aprendendo com os médicos.

Na foto: Médicos preceptores, internos da Famed/UFCA e funcionários da gestão de saúde de Farias Brito
Lido 337 vezes