Início do Conteúdo
A Coordenadoria de Esporte e Cultura do Movimento da Pró-Reitoria de Cultura da Universidade Federal do Cariri (Procult/UFCA) realiza o Torneio Unificado de Voleibol nos dias 16, 17 e 18 de maio, nas quadras poliesportivas do campus Juazeiro do Norte. O intuito do torneio é promover a integração entre os membros da comunidade acadêmica, proporcionando aos participantes experiências esportivas de caráter de rendimento e de lazer, além de congregar as ações esportivas desenvolvidas pelos estudantes bolsistas ao longo do ano. Poderão se inscrever equipes com estudantes regularmente matriculados, servidores e terceirizados da UFCA. Cada equipe poderá inscrever no máximo quatorze atletas, sendo dois líberos (atleta que fica no fundo da quadra, especializado em recepção e defesa) para a fase classificatória e final. É obrigatória a inscrição de no mínimo duas atletas mulheres, e pelo menos uma delas deve sempre permanecer em quadra. Nenhum atleta poderá se inscrever em mais de uma equipe. A inscrição deve ser realizada pela equipe interessada mediante o envio de ficha de inscrição para o e-mail: \n O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. , entre os dias 06 e 13 de maio, das 8h às 17h. Acesse o regulamento e a ficha de inscrição.   Serviço \n O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. (88) 3221.9245  
A Sétima Semana de Engenharia Civil será realizada no campus Juazeiro do Norte da Universidade Federal do Cariri (UFCA) entre os dias 14 e 17 de maio. Organizado pelo Centro Acadêmico do curso com o apoio da Projetta (Empresa Júnior do curso) e da construtora Ampla Engenharia, o evento tem como tema “Compatibilização de projetos, uso e aplicação do Building Information Modeling (BIM)”, e oferecerá cinco palestras e mais de vinte minicursos. A Semana de Engenharia Civil é realizada desde 2013 e é aberta ao público. A estudante Sabrina Saraiva, uma das organizadoras do evento, diz que a expectativa é conseguir atender cerca de 400 participantes. Os interessados podem se inscrever online ou presencialmente no pátio da UFCA, todos os dias, das 12h às 14h. Serviço VII Semana de Engenharia Civil Link para Inscrições e programação completa. Instagram: @ca.engcivil E-mail:  \n O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.      
Foi adiado até a próxima quarta-feira (8) o fim do período de inscrições para estudantes de graduação da Universidade Federal do Cariri (UFCA) participarem do Programa de Intercâmbio na Universidade do Porto, em Portugal. Os interessados devem se candidatar pela plataforma Forms. Um aditivo publicado nesta segunda-feira (6) alterou o cronograma do edital SCI Nº 06/2019, que oferece a oportunidade.   O convênio entre a UFCA e a instituição portuguesa prevê a isenção das taxas acadêmicas (matrícula e mensalidades), mas os candidatos ao intercâmbio precisam custear as demais despesas, como obtenção de passaporte e visto, passagens aéreas, alojamento, alimentação e seguro-saúde.   Para as candidaturas aprovadas, o intercâmbio na Universidade do Porto será entre setembro de 2019 a fevereiro de 2020. Os candidatos devem ter concluído, na data de inscrição, no mínimo 25% e no máximo 85% do currículo previsto para o seus respectivos cursos de graduação; não ter mais que 12 créditos de reprovações no histórico escolar e ter Média de Conclusão (MC) maior ou igual a 7,0.   Segundo a Secretaria de Cooperação Internacional (SCI/UFCA), a aprovação no processo seletivo da UFCA não garante o intercâmbio do aluno, cabendo exclusivamente à Universidade do Porto a aprovação final do candidato.   Serviço Secretaria de Cooperação Internacional (SCI/UFCA) Sala 402, Bloco I - campus Juazeiro do Norte +55 (88) 3221-9455 \n O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.  
O Instituto de Formação de Educadores da Universidade Federal do Cariri (IFE/UFCA), em Brejo Santo, vai realizar, entre os próximos dias 15 e 17 de maio, a Segunda Semana da Química. As palestras, minicursos e mesas redondas do evento serão pautados pelo tema “Tendências em Química: O papel do professor–pesquisador”. As 90 vagas para participação no evento já foram preenchidas. A mesa de abertura, “Desafios do Ensino e Pesquisa”, está marcada para a próxima quarta-feira (15), às 18h, no campus Brejo Santo. A mesa será formada pelos químicos Thiago Mielle e Jonathas Lopes Ferreira - professores, respectivamente, da UFCA e da Escola Estadual de Educação Profissional Otília Correia Saraiva, em Barbalha. Após a mesa, às 20h, está prevista palestra “Formação Movente: Microfísica de uma mudança”, a ser ministrada pela química, professora da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Rochele de Quadros Loguércio. No segundo dia de evento, serão ministrados três minicursos. Um deles, “Análise de Solos”, será facilitado pelo Reitor da UFCA, Ricardo Ness. Os demais, “A imaginação como presuposto da ciência: Literatura de divulgação científica” e  “Química no Cotidiano: Perfumes e Sabonetes”, serão ministrados, nesta ordem, pela já citada professora Rochele Loguércio e pela química, professora da Universidade Federal Rural do Semiárido (Ufersa), Sanderlir Silva Dias. A mesa de encerramento terá como tema “O feminino e ensino de química”, com a presença das professoras Rochele e Sanderlir e também da química, professora do IFE/UFCA, Tatiana Santos Andrade. A palestra final, “Reflexões sobre o ser professor pesquisador e a pesquisa em sala de aula”, será proferida pelo ministrada pelo químico, professor da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), Verno Krüger. Serviço Segunda Semana de Química Quando: de 15 a 17 de maio de 2019 Onde: campus Brejo Santo - UFCA Informações: Instituto de Formação de Educadores (IFE/UFCA) \n O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. + 55(88) 3221.9590
Informamos à comunidade acadêmica e externa da Universidade Federal do Cariri (UFCA) que no último dia 30 de abril, sofremos um bloqueio de crédito no orçamento para despesas discricionárias, ou seja, aquelas destinadas a capital e custeio, pelo Ministério da Educação (MEC).    O bloqueio – da ordem de R$ 8.863.621,00 (oito milhões, oitocentos e sessenta e três mil, seiscentos e vinte e um reais) – foi constatado no Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal (SIAFI). O orçamento que o MEC  destinou à UFCA, para despesas discricionárias, totalizou R$ 30.134.292,00 (trinta milhões, centro e trinta e quatro mil, duzentos e noventa e dois reais). Assim, apenas o bloqueio do último dia 30 de abril corresponde a 29,4%, ou seja: a aproximadamente 30% de cortes no orçamento das universidades federais divulgados na imprensa.   Cabe destacar, no entanto, que - há pouco mais de um mês - já havia ocorrido um primeiro bloqueio de recursos destinados à UFCA, por meio de emendas de bancada. Esse valor corresponde a R$ 9.983.363,00 (nove milhões, novecentos e oitenta e três mil, trezentos e sessenta e três reais), bloqueados por determinação do Decreto 9.741/19. A Lei Orçamentária Anual de 2019 (Lei 13.808/19), por sua vez, especificamente para despesas discricionárias, designou para a  UFCA R$ 40.117.655,00 (quarenta milhões, cento e dezessete mil, seiscentos e cinquenta e cinco).   A soma dos dois valores  bloqueados chegou aos R$ 18.846.948,00 (dezoito milhões, oitocentos e quarenta e seis mil, novecentos e quarenta e oito reais), ou seja, 47% do orçamento previsto na LOA para despesas discricionárias. Torna-se importante assinalar que os recursos do Programa Nacional de Assistência Estudantil (PNAES) não sofreram bloqueio.   Para uma universidade nova, que em pleno processo de implantação, chegando aos seis anos de existência, já conta com 23 cursos de Graduação, 14 cursos de Pós-Graduação (cinco mestrados e nove especializações) e 3.292 estudantes em cinco campi, um bloqueio de 47% no orçamento, se não for revertido, inviabilizará o funcionamento do grande patrimônio do Cariri que se tornou a UFCA.   Para debater esse novo cenário orçamentário, a Reitoria convoca a comunidade acadêmica para participar de Assembleia Geral Universitária, marcada para o próximo dia 7 de maio de 2019, às 16h30, no pátio do campus Juazeiro do Norte.   A Reitoria.
O projeto “Trilhas UFCA”, promovido pela Pró-Retoria de Cultura da Universidade Federal do Cariri (Procult/UFCA) teve início no último dia 13 de abril – com atividade realizada no Parque Estadual Sítio Fundão, em Crato – e tem como objetivo realizar caminhadas em grupo nas trilhas da Região. Atuando nas cidades de Crato, Juazeiro do Norte, Barbalha e Missão Velha, a ação visa estimular a prática de atividades físicas, melhorar a qualidade de vida dos participantes e também promover conhecimentos tanto sobre a fauna e a flora da Região quanto sobre a importância da sua preservação. De acordo com Victor Jacques, estudante do curso de Medicina e proponente do projeto, a ideia é começar por trilhas de nível mais leve e aumentar a dificuldade ao longo do ano. Podem participar das trilhas estudantes, servidores e professores da UFCA como também a comunidade externa, cada atividade é formada por grupos com no máximo 20 integrantes. As atividades ocorrem nos fins de semana pela manhã, três vezes a cada mês. Os interessados em participar do projeto podem entrar em contato com a Procult/UFCA através do endereço eletrônico \n O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .   Serviço Projeto Trilhas UFCA Pró-Reitoria de Cultura UFCA – Campus Juazeiro do Norte \n O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
A Universidade Federal do Cariri (UFCA) formou, no último mês de abril, a sua Comissão Permanente de Heteroidentificação e Avaliação de Autodeclarações de Cor/Raça. As autodeclarações são entregues à UFCA, durante os processos seletivos do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), por candidatos postulantes a vagas reservadas a grupos beneficiados com a Lei de Cotas. Com a formação da comissão, essas autodeclarações agora passam por verificação – disciplinada, em todo país, pela Portaria Normativa Nº4, de 6 de abril de 2018. A pauta sobre uma comissão de verificação de autodeclarações de cor/raça na UFCA foi levantada em deliberações do Comitê de Direitos Humanos da universidade, em novembro de 2018. Agora, formalmente estabelecida pela Portaria N° 149, de 5 de abril de 2019, a comissão tem por objetivo analisar e julgar as denúncias, recebidas por meio da Ouvidoria da UFCA, referentes às vagas reservadas para autodeclarados pretos, pardos ou indígenas. O objetivo é garantir que sejam beneficiados com a reserva de vagas de natureza étnica apenas os candidatos que efetivamente se enquadrem nesses perfis. Os procedimentos da comissão da UFCA são estabelecidos pela Portaria Nº 163, de 15 de abril de 2019. Neste mês de abril, a comissão já se debruçou sobre casos que geraram manifestações junto à Ouvidoria Geral. Para analisar os casos indicados, a comissão passou por formação de 20 horas sobre heteroidentificação com a professora do Instituto Federal da Bahia (IFBA), Marcilene Souza. A formação também contou com servidores da Universidade Regional do Cariri (Urca) e do Instituto Federal de Educação do Ceará (IFCE), dos campi Juazeiro do Norte e Crato.   Cotas na UFCA Na edição 2019.1 do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), a UFCA estabeleceu 9 ações afirmativas: uma própria (para candidatos surdos) e 8 cotas, que consideram a renda familiar dos candidatos, a etnia, se estudaram o ensino médio em escolas públicas ou se têm alguma deficiência, podendo esses fatores estarem combinados. A adequação de candidatos postulantes a cotas relacionadas à renda e/ou à deficiência já são verificadas por setores competentes da universidade. Os questionamentos sobre deficiência alegada, por exemplo, são encaminhados para perícia médica, que faz uma averiguação e emite um parecer, do qual dependerá a matrícula do candidato. Já as denúncias sobre renda alegada são encaminhadas para a Assistência Social da universidade, que revê os documentos apresentados, realiza entrevista e também emite relatório a respeito. Agora, também as cotas de natureza étnica dispõem de regulamentação para verificação. Conforme Portaria Normativa nº 18 do Ministério da Educação (MEC), os estudantes que prestarem informação destoante das verificadas pelas instâncias supracitadas com o objetivo de ingressar na UFCA por meio de ações afirmativas poderão perder suas matrículas a qualquer tempo, em procedimento que lhe assegure o contraditório e a ampla defesa.   Serviço Pró-Reitoria de Graduação (Prograd/UFCA) Bloco I, sala 205 – campus Juazeiro do Norte + 55 (88) 3221.9267 \n O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
A Secretaria de Cooperação Internacional (SCI) da Universidade Federal do Cariri (UFCA) divulga aos estudantes do Curso de Música, o programa de mobilidade na Aix Marseille Université (AMU) na França. O objetivo do programa é promover a cooperação entre as instituições de ensino superior e contribuir com a qualidade da formação de estudantes de graduação do curso de Música, através da mobilidade estudantil. Dentre as vantagens previstas pelo programa para os estudantes estão a isenção das taxas acadêmicas; a disponibilidade de alojamento universitário e apoio pedagógico para aulas de francês. Outras despesas como obtenção de passaporte e visto, passagem aérea, alojamento, alimentação, seguro saúde ou outros gastos serão por conta do(a) beneficiado(a). Serão ofertadas 2 (duas) vagas no curso de Diplôme Universitaire de Musicien Intervenant (Diploma Universitário de Interventor Musical) da Aix Marseille Université (AMU), que será ministrado em francês. As inscrições estarão abertas, através da plataforma forms ufca  até o dia 15 de maio. Para mais informações acesse o edital completo e os demais documentos na página internacional do portal da UFCA.     Serviço Secretaria de Cooperação Internacional E-mail: 
A Comissão Própria de Avaliação (CPA/UFCA) e a Coordenadoria de Informação, Monitoramento e Avaliação Institucional (Cimai-Proplan/UFCA) informam que já está disponível para toda a comunidade acadêmica o Relatório Anual de Autoavaliação Institucional da UFCA referente ao ano de 2018 que pode ser consultado na página da Avaliação Institucional na UFCA. Seguindo as diretrizes da Lei nº 10.861/2004, que instituiu o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES) e da Nota Técnica nº 065/2014/INEP/DAES/CONAES, a autoavaliação das instituições de ensino superior ocorre em ciclos trienais. Na UFCA, o atual ciclo avaliativo foi iniciado em 2018 e segue até 2020. Em 2018, o processo avaliativo teve como premissa a observância das ações previstas no Plano de Desenvolvimento Institucional – PDI UFCA 2020 relacionadas às dez dimensões do Sinaes, quais sejam: Missão e Plano de Desenvolvimento Institucional; Políticas para o Ensino, a Pesquisa, a Extensão e a Cultura; Responsabilidade Social da Instituição; Comunicação com a Sociedade; Políticas de Pessoal; Organização e Gestão da Instituição; Infraestrutura; Planejamento e Avaliação; Política de Atendimento aos Discentes e Sustentabilidade Financeira da Instituição. De modo complementar, a avaliação levou em consideração a percepção da comunidade acadêmica sobre tais dimensões, a partir dos questionários direcionados a docentes, discentes, técnicos administrativos, terceirizados e sociedade civil. Assim, para além da Autoavaliação em relação ao aprendizado e a avaliação dos processos de formação através do ensino, os estudantes da UFCA responderam perguntas sobre as condições de funcionamento do curso, tais como infraestrutura, atuação da coordenação, projeto pedagógico, oportunidades oferecidas pela universidade, habilidades e competências adquiridas no curso e interesse em relação ao mesmo. O momento foi oportuno também para a atualização das informações sobre o perfil socioeconômico da comunidade discente. Os servidores técnico-administrativos avaliaram questões relacionadas à gestão institucional, políticas de pessoal e carreira, infraestrutura e serviços, função social e PDI. Os docentes avaliaram as condições de funcionamento do curso e de exercício da docência. Os resultados da avaliação institucional contribuem para que a UFCA possa identificar, por meio das análises presentes no relatório, quais ações, demandas e decisões devem ser implementadas para que a instituição esteja em um processo permanente de melhoria das suas ações e da qualidade dos serviços oferecidos, cumprindo assim sua missão institucional. Acesse aqui os relatórios de Autoavaliação Institucional da UFCA.
Promovido pela Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas da Universidade Federal do Cariri (Progep/UFCA), o Primeiro Curso de Formação de Brigadistas da Universidade Federal do Cariri (UFCA) teve sua primeira aula teórica na última terça-feira, 23 de abril, e, nesta quinta-feira, 25, ocorreu a primeira aula prática, ambas ministradas pelo corpo de Bombeiros do Estado do Ceará. O curso visa a cumprir exigências legais, capacitando de quinze a vinte por cento dos servidores da instituição. Todo o curso será ministrado no Auditório Beata Maria Araújo no período da manhã, no campus Juazeiro do Norte da UFCA, e aboradará os temas primeiros socorros e identificação e combate a princípios de incêndio. O Soldado Beltrão, um dos bombeiros convidados para conduzir as aulas da formação, afirmou que o conhecimento sobre o atendimento pré-hospitalar pode ser decisivo para salvar a vida da vítima. “Em uma ocorrência como uma parada cardiorrespiratória, por exemplo, é de fundamental importância que uma pessoa inicie o atendimento o quanto antes, até a chegada do socorro, para que quando o pessoal capacitado chegue, possa assumir e dar continuidade. Vimos aqui no curso que os órgãos nobres como cérebro, coração e pulmão começam a entrar em falência a partir de cinco minutos sem oxigenação, e eu tenho quase certeza que o socorro não chegaria em menos de cinco minutos com o trânsito da nossa cidade”. Beltrão também parabenizou a UFCA pela preocupação em formar a brigada. “Bom seria se todas as instituições tivessem essa iniciativa. Acredito que quem está aqui já tem uma tendência a se preocupar com o próximo, e isso é muito importante. Nós do Corpo de Bombeiros estamos sempre a disposição para auxiliar nessas ações, estimulando e dando força para essas iniciativas acontecerem cada vez mais”, disse. Uma das servidoras da UFCA que está participando do curso, Lívia Duarte, diz que os conhecimentos dos cuidados pré-hospitalares são essenciais para o desempenho de suas atividades. “Sou Coordenadora de Esporte e Cultura do Movimento na Pró-reitoria de Cultura (Procult/UFCA) e na maioria das atividades que eu desenvolvo, que são atividades desportivas, ou atividades físicas em geral, existem casos em que podem haver acidentes. O conhecimento do curso como um todo pode ser fundamental num primeiro atendimento que vamos fazer a um membro da comunidade que sofra um acidente participando de uma atividade” afirma. Um dos organizadores da atividade, o médico Miguel Marx, chefe do Núcleo de Perícias e Segurança do Trabalho na Progep/UFCA, explica que o curso é dividido em duas frentes: a primeira de atendimento pré-hospitalar, também conhecido como primeiros socorros - que teve um módulo teórico dia 23 de abril, e um prático, dia 25 de abril - e a segunda frente será sobre prevenção e combate a incêndios - com um módulo teórico dia 30 de abril, e um prático, fechando o curso, no dia 02 de maio. “Estamos trazendo o Primeiro Curso de Formação de Brigadistas para os nossos servidores porque, além de ser uma exigência legal, a UFCA precisa ter esse corpo formado. Os conhecimentos transmitidos aqui são extremamente úteis para todos os ambientes organizacionais, e acredito que serão empregados nos mais diversos ambientes, até mesmo fora dos muros da universidade. Os servidores terão a oportunidade de aplicar os conhecimentos em casa, num outro trabalho, enfim, serão multiplicadores de boas práticas de segurança. Pretendemos fazer disso uma prática continuada, queremos continuar recrutando e capacitando os servidores, para que esses conhecimentos não se apaguem, fiquem sempre vivos”, disse ele.   Serviço Primeiro Curso de Formação de Brigadistas da UFCA Datas: 23, 25 e 30 de abril e 02 de maio de 2019. Horário: Das 08:00 às 12:00 h Local: Auditório Beata Maria de Araújo Campus Juazeiro do Norte \n O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.  
«IniciarAnt12345678910PróxFim»
Pagina 5 de 352