Início do Conteúdo

I Simpósio Caririense de Neurociências ocorre até domingo na FAMED

Sexta, 12 Junho 2015 10:56

A Liga de Neurociências do Cariri (Linecc) deu início nesta quarta-feira, 11, ao I Simpósio Caririense de Neurociências. Realizado na Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Cariri, o evento reúne até o próximo domingo, 14, pesquisadores da região, do país e exterior para debater sobre estudos que norteiam atualmente as pesquisas no campo das neurociências.

Durante a abertura, apresentou-se um breve histórico sobre a necessidade de fortalecer a produção de conhecimento referente às neurociências no Cariri, considerando o ambiente universitário criado com a implementação da faculdade pública e curso privado de Medicina, assim como os fatores ambientais, a exemplo da Chapada do Araripe, como potencial fonte de medicamentos para tratamento de doenças do sistema nervoso.

Buscando a aproximação entre espaço e desenvolvimento de pesquisa, o Simpósio abriu os trabalhos com a professora da Universidade Federal do Cariri e da Faculdade de Medicina Estácio Juazeiro do Norte, Maria Elizabeth Pereira Nobre, além do neurofisiologista Tadeu Mello e Souza. O articulador do Programa Institucional de Extensão em Tecnologias Socioambientais, Carlos Wagner Oliveira, também desejou as boas-vindas aos participantes no auditório da FAMED.

Durante esta manhã, 12, ocorrem duas palestras: “Estado da arte das neurociências”, apresentado pela palestrante Ângela Maria Pinheiro, fundadora do mestrado de neurociências da Universidade Federal de Minas Gerais. A segunda aborda sobre questões da memória, sob condução do professor neurofisiologista da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Tadeu Mello e Souza.

No período da tarde, os palestrantes representantes da Região do Cariri explanam sobre “Química das Emoções” e “Neurofarmacologia”. Os conferencistas são a professora da Faculdade de Medicina Estácio de Juazeiro do Norte, Sheyla Xenofonte de Almeida, e o professor da Universidade Federal do Cariri, Iri Sandro Pampolha Lima.

Das 18 às 22 horas, estão previstas outras duas palestras. A primeira tratará acerca de “Interface cérebro, máquina e neuromodulação”, sob coordenação da pesquisadora do Instituto Internacional de Neurociências de Natal-RN, Mariana Ferreira. Em seguida, o tema a ser debatido será “Plasticidade”, pelo doutor em neurologia e neurociências da Universidade Federal de São Paulo, Giovany Michely Pinto da Cruz.

No terceiro dia do I Simpósio Caririense de Neurociências, volta à programação o palestrante Tadeu Mello e Souza, com “Estudo da Consciência pelas Neurociências”. Às 10 horas, a Doença de Parkinson será analisada pelo convidado Jean-Christophe Houzel, PhD em Neurociências pela Université Paris e pós-doc no Max-Planck Institut für Hirnforschung.

A partir das 13h30min, o neurocirurgião Cícero Juazeiro Job abordará sobre o “Estudo do Sono”, no auditório da Faculdade de Medicina. Em seguida, haverá outra palestra: “Neurodegeneração: aprendizado, memória espacial e aspectos neuroquímicos”, com exposição da pesquisadora Ângela Maria Ribeiro.

Para finalizar as atividades de sábado, será realizada mesa redonda a partir das 18 horas, intitulada “Estudo da Mente: Ciência x Filosofia”, com a participação do doutor em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Cícero Antonio Cavalcante.

No domingo, último dia do simpósio, doenças como o Acidente Vascular Cerebral (AVC) e a Hanseníase serão discutidas no período da manhã, respectivamente, pelo neurologista Henrique Brito Alencar Alves e pelo professor da Universidade Federal do Cariri, Marcos Cunha. Pela tarde, a partir das 13h30min, a esclerose lateral amiotrófica será o assunto em debate, a ser coordenado pelo palestrante Francisco Gondim, livre docente em Neurologia pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

À noite, encerram as atividades as palestras sobre “Doença de Alzheimer: redes neurais e metabolismo”, ministradas por Jean-Chrisophe Houzel, e “Neurofarmacologia (drogas de abuso), por Iri Sandro Pampolha Lima.

Na programação, são ofertados ainda dois minicursos: “Interpretação do eletroencefalograma”, a ser realizado hoje, das 13h30min às 17h30min, e “Princípios básicos da neurociência experimental”, que ocorrerá domingo, das 13h30min às 17h30min.

Os alimentos não perecíveis arrecadados durante o credenciamento serão doados ao Instituto de Apoio às Crianças com Câncer (IACC), em Barbalha.A comissão organizadora lembra que os certificados de 40 horas serão entregues mediante a participação de, pelo menos, 60% dos encontros.

Confira galeria

 

Lido 1450 vezes