Início do Conteúdo

Notícias de Ensino de Graduação, Pós-graduação, Pesquisa e Inovação, Extensão, Cultura, Assistência Estudantil, Cooperação Internacional etc.

A Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis da Universidade Federal do Cariri (Prae/UFCA) divulgou, nesta sexta-feira (14), o resultado final da seleção que concederá o Auxílio Inclusão Digital. Pelo edital, cada um dos selecionados receberá até R$ 1.500,00 (mil e quinhentos reais) para financiar a compra ou a manutenção/upgrade de um computador portátil. O objetivo é permitir a inclusão digital de estudantes em situação de vulnerabilidade socioeconômica.    Ao todo, foram convocados 319 estudantes. O resultado final já contempla a análise dos recursos de quem solicitou revisão da listagem preliminar.   Após receber o benefício, a(o) selecionada(o) terá que comprovar a aquisição de um computador portátil ou, ainda, o pagamento por manutenção/upgrade de um equipamento do tipo. Para realizar a comprovação, é preciso anexar nota fiscal, em nome do beneficiário, no formulário de prestação de contas. O prazo para a comprovação vai até o dia 29 de março de 2019.   Serviço   Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (Prae/UFCA) Coordenadoria de Atenção e Integração Estudantil Sala 201, bloco I, campus Juazeiro do Norte Horário: 8h às 12h e 13h às 17h (segunda a sexta-feira) Telefone: (88) 3221.9363  
A Universidade Federal do Cariri (UFCA) teve nove projetos aprovados na Chamada Universal 2018, um edital de incentivo à pesquisa promovido pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). O resultado foi divulgado no último dia 5 de dezembro. Todos os anos, a Chamada Universal do CNPq apoia financeiramente projetos que contribuam significativamente para o desenvolvimento científico, tecnológico e inovador do país, em qualquer área do conhecimento.    Ao todo, serão distribuídos R$ 200 milhões, entre 5.572 projetos de pesquisa aprovados em todo Brasil. O edital prevê três faixas de apoio: a faixa A, com verbas de até R$ 30 mil; a faixa B, até R$ 60 mil e a C, até R$ 120 mil. Os projetos da UFCA foram aprovados na primeira faixa. Os recursos serão liberados em até três parcelas.    Na lista a seguir, os projetos da UFCA contemplados pela Chamada Universal do CNPq:    1. "Taxonomia do filo porifera para o Estado do Ceará: inventário faunístico", proposto pelo professor do Instituto de Formação de Educadores (IFE/UFCA), George Santos;    2. "Biossensores eletroquímicos estruturados com proteínas redox de cogumelos silvestres", proposto pelo professor do Centro de Ciência e Tecnologia (CCSA/UFCA), Thiago Mielle;    3. "Flexibilização das relações de trabalho na economia do compartilhamento: um estudo no nordeste brasileiro", proposto pelo professor do Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA/UFCA), Jeová Torres;    4. "Web semântica e web pragmática: estudo de representação e recuperação de informação em acervos informacionais digitais", do professor do Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA/UFCA), Denysson Axel;    5. "Consumo colaborativo e economia criativa na região do Cariri", da professora do Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA/UFCA), Beatriz Gondim;    6. "Mapeamento da maturidade tecnológica e da demanda tecnológica da região do Cariri", do professor e coordenador do Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT/UFCA), Elias Pereira;    7. "Biogeoquímica de metais traço em estuário sob clima semiárido: contribuição para monitoramento das mudanças ambientais no Delta do rio Parnaíba", do professor do Centro de Ciência e Tecnologia (CCSA/UFCA), Francisco José de Paula.    Outros dois projetos aprovados foram propostos pelos professores Francisco Wirley, do Instituto de Formação de Educadores, em Brejo Santo, e José Euclides Gomes, do curso de Engenharia Civil da UFCA.    Serviço   Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) St. de Habitações Individuais Sul - Blocos A, B, C, D - Lago Sul, Brasília - DF (61) 3211-9000 cnpq.br  
Iniciado em 2018, o UFCão é um projeto de extensão da Universidade Federal do Cariri (UFCA), de caráter educativo, que leva a estudantes do ensino médio de escolas publicas palestras sobre a causa animal, com temas como abandono, maus tratos, zoonoses, higiene e alimentação animal. Nas visitas às escolas, o UFCão também aborda o papel dos protetores de animais. Nesses encontros, por exemplo, os estudantes são orientados sobre como fazer denúncias de maus tratos e de abandono, sobre o controle da reprodução animal, sobre os benefícios da castração e sobre os riscos das vacinas anticoncepcionais. Após as palestras, os estudantes respondem questionário sobre os assuntos discutidos, para que a organização possa avaliar os impactos das falas e também pensar em melhorias.    A proposta de promover educação sobre a causa animal veio da estudante de Administração da UFCA, Fernanda Bastos, que hoje atua como voluntária do projeto. Ela conta que sempre foi próxima à causa, mas nunca atuou efetivamente pela questão até deixar Fortaleza e vir morar no Cariri: “Quando comecei a estudar na UFCA eu senti que era o momento de eu fazer algo, de tomar a frente de alguma ação. Todos deveriam fazer algo pela sociedade onde vivem”, disse. Para Fernanda, especialmente o abandono de animais é um problema socioambiental sobre o qual todos devem ter responsabilidade: “acreditamos que um projeto de extensão, com seu caráter educativo, traria a correta mensagem sobre o abandono de animais”, explica. Ainda segundo Fernanda, não é necessário fundar uma organização não governamental (ONG) ou associação para ser um protetor dos animais, o que é frisado nas palestras do UFCão.   A ideia de Fernanda foi formalizada como um projeto de extensão da UFCA por meio de um edital da Pró-Reitoria de Extensão (Proex/UFCA) voltado a propostas da comunidade acadêmica. Sob a coordenação da professora do curso de Administração da UFCA, Waleska Félix, o UFCão já realizou 8 palestras em 2018, superando a programação inicial de 6. Ao todo, o projeto já atingiu 900 estudantes, todos no eixo Crajubar. O UFCão também participou de 5 feiras de adoção, orientando pessoas sobre adoção responsável, e da primeira edição da ação UFCA Itinerante, em Salitre, com duas palestras para crianças de 5 a 15 anos.   A UFCA Itinerante (iniciativa que leva atividades da UFCA a cidades do Cariri distantes dos seus campi) foi a última das ações do UFCão de 2018. Na visita a Salitre, nos dias 1º e 2 de dezembro, o desafio foi lidar com um público formado, em maioria, por crianças - portanto de menor faixa etária que o habitual no UFCão: “Eu pude me ver numa situação diferente, usando uma linguagem diferente”, diz Fernanda, que ressaltou a boa participação dos pequenos: “As crianças eram muitos sinceras e elas afirmaram a importância de cuidar e de respeitar os animais. Fiquei feliz por ter conseguido transmitir essa mensagem”, completa.   Para financiar o projeto, o UFCão também realiza ações como bazares e "dias doces", nos quais vende brigadeiros para arrecadar dinheiro. O projeto mantém ainda perfis no facebook e no instagram para divulgar suas pautas e atividades.  Parceiros O UFCão faz parcerias com diversas entidades, como a Associação Protetora dos Animais (Apac), o Projeto Acolhe (também de conscientização sobre a causa animal), a Associação de Proteção à Vida (Aprov), o Centro de Controle de Zoonoses de Juazeiro do Norte e o curso de Medicina Veterinária do Centro Universitário Leão Sampaio (Unileão). Pessoas físicas, como a protetora dos animais Jaqueline Gouveia e os médicos veterinários Huedo e Samira Batista, também apoiam o UFCão.  
Com o fim do ano letivo de 2018, os Refeitórios Universitários dos campi Crato, Juazeiro do Norte e Barbalha da Universidade Federal do Cariri (UFCA) vão funcionar apenas no horário de almoço a partir desta segunda-feira (10). De acordo com a Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (Prae/UFCA), responsável pelo equipamento, a suspensão do jantar nos RUs da universidade deve durar até o início do semestre 2019.1. Na UFCA, as aulas devem começar no próximo dia 11 de março.   Ainda segundo a Prae, os RUs vão suspender a oferta de todas as refeições a partir da véspera de Natal, no dia 24 de dezembro. O almoço nos refeitórios deverá ser retomado em 7 de janeiro de 2019.     Serviço   Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (Prae/UFCA) Sala 201, bloco I - campus Juazeiro do Norte (88) 3221-9366 \n O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
A Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis da Universidade Federal do Cariri (Prae/UFCA) divulgou, nesta terça-feira (4), o resultado preliminar do processo seletivo para concessão do Auxílio Inclusão Digital. O objetivo do edital é financiar equipamentos eletrônicos que permitam a inclusão digital de estudantes da UFCA em situação de vulnerabilidade socioeconômica. Os selecionados terão até R$ 1.500,00 (mil e quinhentos reais) à disposição para a finalidade citada. Ao todo, são ofertadas 200 vagas.   O resultado final da seleção será divulgado no próximo dia 14 de dezembro. Recursos O estudante que tiver sua solicitação indeferida poderá interpor recurso, por meio da plataforma Forms, a partir de amanhã (5). O prazo termina no dia 10 de dezembro. Os comprovantes e/ou documentos pendentes solicitados pelo Serviço Social devem ser entregues na sala da Prae/UFCA ou na Secretaria de Documentação e Protocolo (Sedop/UFCA) do respectivo campus. No caso dos estudantes inadimplentes com qualquer programa de bolsa ou auxílio da Prae/UFCA relacionada à devolução de recursos públicos indevidamente recebidos ou utilizados, também é possível entrar com recurso, comprovando a sanação da inadimplência.   Serviço Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis – (Prae/UFCA) Sala 201, bloco I, campus Juazeiro do Norte Horário: 8h às 12h e 13h às 17h (segunda a sexta-feira) Telefone: (88) 3221.9363  Dúvidas sobre documentação Serviço Social - Prae/UFCA Sala 26, bloco A (azul), piso inferior, campus Juazeiro do Norte Horário: 8h às 12h e 13h às 17h (segunda a sexta-feira) Telefone: (88) 3221.9364  
Professores e profissionais que atuam na área de acessibilidade relataram suas experiências no evento "Acessibilidade na Prática", realizado nesta segunda-feira, no campus Juazeiro do Norte da Universidade Federal do Cariri (UFCA), em alusão ao Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, celebrado em 3 de dezembro. A programação foi organizada pela Secretaria de Acessibilidade (Seace/UFCA), em parceria com o curso de Letras-Libras da UFCA, atualmente em implantação. Pela manhã, o professor da Universidade Federal do Ceará (UFC), Rodrigo Nogueira Machado, proferiu a palestra "Relato de experiência no departamento de Letras Libras da UFC". Na sequência, foi a vez da intérprete de Libras, Graziele Gomes, ministrar a palestra "Relato de experiência enquanto tradutora intérprete no Letras-Libras da UFC".   À tarde, a fala da pedagoga Adenize Queiroz, professora da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), focou a acessibilidade no ensino superior. Para Adenize, que é cega e ingressou no ensino superior em 1996, houve avanços na superação de barreiras arquitetônicas, mas o maior desafio a superar é o chamado capacitismo, que inferioriza as pessoas com deficiência: "A universidade hoje é bem mais inclusiva do que foi no passado, mas nós temos que nos organizar também contra as barreiras das atitudes. Podemos ter as estruturas físicas mais acessíveis do mundo, mas se as pessoas não forem acessíveis, não vamos a lugar nenhum. É preciso que parem de ter pena das pessoas com deficiência, que acreditem no potencial dessas pessoas e, principalmente, que não ajam (pela inclusão) 'por' elas, mas 'com' elas, porque nós, pessoas com deficiência, fazemos a nossa parte. Não esperamos mais os nossos pais ou os nossos professores (para reivindicar direitos)". Fechando a programação, uma mesa redonda formada por servidores e estudantes da UFCA dissertou sobre acessibilidade. Uma das participantes da mesa, a estudante da Licenciatura Interdisciplinar em Ciências Naturais e Matemática, Maria Darlane Pereira, cega, relatou suas principais dificuldades no curso ministrado em Brejo Santo: "Passei meses só para aprender o nome do curso, mas a principal dificuldade ainda é ter acesso ao que os professores escrevem no quadro durante as aulas. No mais, estou gostando do curso", relatou. Também participaram da mesa a arquiteta da Diretoria de Infraestrutura (Dinfra/UFCA), Igliane Telles, a estudante de Biblioteconomia Maria Furtado de Sousa (Lelis), que usa muletas para se locomover, e a pedagoga servidora da Faculdade de Medicina (Famed/UFCA), Joana Angélica, que também usa muletas, para conviver com sequelas de poliomielite. Lelis relatou uma produção acadêmica intensa: "Entrei (na UFCA) sem (sistema de) cotas, já publiquei vários artigos sobre acessibilidade e também escrevi livros sobre esse tema. Pessoas com deficiência são capazes", afirmou. Joana, por sua vez, contou, com bom humor, experiências sobre o desrespeito a regras de acessibilidade por pessoas sem deficiência: "Certa vez fui ao supermercado e encontrei a vaga para pessoas com deficiência ocupada. Não vi nenhuma identificação ou adesivo indicando que o veículo conduzia alguém com deficiência e 'tranquei' o carro. Não deu 5 minutos e ouvi pelo sistema de som do supermercado um aviso para que eu tirasse o carro da frente (do veículo trancado). Não me importei. Com a insistência dos funcionários, que disseram que o dono do outro carro estava impaciente, eu disse apenas 'que ele se sente'. Quando terminei as compras, de fato o condutor não tinha nenhuma deficiência e deu a desculpa de que 'foi só um instante'. Isso acontece sempre. Em lugares com estacionamento disputado, muitos acabam usando as vagas especiais porque acham que os deficientes não estarão lá", acredita.   Serviço   Secretaria de Acessibilidade (Seace/UFCA) Sala 2 - Bloco A, campus Juazeiro do Norte  (88) 3221.9374 / 3221.9375
Uma equipe de servidores da Universidade Federal do Cariri (UFCA) visitou, na tarde desta sexta-feira (30), a Escola de Ensino Fundamental e Médio Simão Ângelo, em Penaforte, na divisa entre Ceará e Pernambuco. A escola realizou a sua primeira Feira das Profissões, da qual - além dos estudantes locais - participaram representantes de instituições de ensino superior públicas e privadas.   Os estudantes da escola organizaram exposições de cursos diversos, como Jornalismo, Medicina, Biologia, Engenharia Civil, Farmácia, Matemática e Letras. Um grupo escolhido pela coordenação da escola participou de uma apresentação da UFCA, exposta pelo professor Alessandro Soares, do Instituto de Formação de Educadores (IFE/UFCA).   Na ocasião, foi exibido um vídeo de apresentação da UFCA, explanados quais são os cursos de graduação que a universidade oferece e mencionadas as oportunidades de bolsas e de assistência estudantil. Entre o grupo de estudantes que participou da apresentação, os cursos de maior interesse citados foram Música, História, Psicologia (ainda não ofertado pela UFCA) e Medicina.  
Foi lançado nesta sexta-feira (30) edital para seleção de novos bolsistas para o Programa de Aprendizagem Cooperativa em Células Estudantis (PACCE). Pelo edital, serão ofertadas 25 vagas remuneradas e outras 25 voluntárias. Podem se inscrever estudantes matriculados em cursos de graduação da Universidade Federal do Cariri (UFCA), com 12h semanais disponíveis para atividades da bolsa, que não tenham integralizado mais de 80% dos créditos do curso até 2018.2 e que não sejam bolsistas de outros programas da universidade.   As inscrições começam no próximo dia 8 de dezembro e seguem até 8 de fevereiro de 2019, pela plataforma Forms. No ato de inscrição, é preciso anexar histórico escolar (SIGAA) e um memorial, cuja confecção é especificada no anexo I do edital.   Os selecionados para bolsas remuneradas terão, cada um, auxílio mensal de R$ 400,00, com vigência de março a dezembro de 2019. O resultado final da seleção deve ser divulgado no dia 28 de fevereiro.     Serviço   Pró-Reitoria de Graduação (Prograd/UFCA) Coordenadoria para o Fortalecimento da Qualidade de Ensino - CFOR (88) 3221 - 9267
A Pró-Reitoria de Graduação da Universidade Federal do Cariri (Prograd/UFCA, antiga Pró-Reitoria de Ensino) lançou, nesta quinta-feira (29), edital para implementação ou renovação de Projetos de Monitoria do Programa de Iniciação à Docência (PID), nas modalidades "monitoria remunerada" e "monitoria voluntária". As inscrições de projetos começam nesta sexta-feira (30) e vão até o dia 4 de janeiro de 2019, no cadastro unificado de ações acadêmicas. Toda a documentação necessária está listada no edital.   Poderão submeter projetos de iniciação à docência professores efetivos da UFCA com regime de trabalho de 20h, 40h ou 40h dedicação exclusiva, que estejam em pleno exercício do magistério. Os docentes interessados deverão encaminhar seus projetos de iniciação à docência solicitando vagas para monitoria(s) remunerada(s) e/ou voluntária(s).   Ao todo, o edital oferta 128 bolsas, divididas igualmente entre monitoria remunerada e monitoria voluntária. Para os estudantes que participarem de projetos do PID como bolsistas remunerados, será concedida bolsa no valor de R$ 400,00 mensais, durante nove meses, com início no mês de abril de 2019. É proibida a acumulação de bolsas concedidas pela UFCA a discentes com quaisquer outras bolsas vinculadas a órgãos públicos municipais, estaduais ou federais, sob pena de ressarcimento dos valores recebidos.   Serviço   Pró-Reitoria de Graduação (Prograd/UFCA) Coordenadoria para o Fortalecimento da Qualidade de Ensino - CFOR (88) 3221 - 9267 \n O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
Na próxima terça-feira (4), um evento sobre enriquecimento ambiental vai encerrar o ciclo de atividades para a promoção de saúde mental discente, desenvolvido em 2018 pela Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis da Universidade Federal do Cariri (Prae/UFCA). A atividade será realizada no gramado entre os blocos A e C do campus Juazeiro do Norte (Moringa), às 14h, tendo como público prioritário estudantes da UFCA.    Na ocasião, serão oferecidas estratégias para tornar ambientes mais acolhedores. O objetivo é explorar formas de promover o bem-estar por meio de mudanças simples nos espaços de convivência.   Segundo a Divisão de Acompanhamento Psicopedagógico da Prae/UFCA, vinculada à Coordenadoria de Apoio ao Desenvolvimento Discente, as ações de promoção de saúde mental discente começaram no último mês de agosto, buscando fortalecer os vínculos entre os estudantes por meio do diálogo sobre questões que fazem parte do cotidiano universitário. As discussões focaram temáticas como Identidade, Assertividade, Resiliência, Gerenciamento do Estresse, Acolhimento e Coletividade. Serviço Enriquecimento Ambiental: estratégias para tornar o ambiente mais acolhedor Data: 4 de dezembro de 2018 Horário: 14h Local: Gramado entre os blocos A e C (Moringa)  
«IniciarAnt12345678910PróxFim»
Pagina 1 de 83