Início do Conteúdo

Ouvidoria da UFCA debate assédio no ambiente de trabalho em palestra no dia 24

Terça, 16 Maio 2017 15:57
 
O ato de assediar alguém se caracteriza pelo comportamento de natureza ofensiva constante e indesejada, baseada em fatores discriminatórios e em práticas inadequadas no exercício do trabalho, com o objetivo de perturbar ou constranger uma pessoa, afetar sua dignidade, ou de criar um ambiente intimidativo, hostil, degradante, humilhante ou desestabilizador no local de trabalho. 
 
Para tratar sobre o tema, a Ouvidoria da Universidade Federal do Cariri (UFCA), em parceria com a Coordenadoria de Acompanhamento de Serviços Terceirizados (CTER) da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (PROGEP), realizará, no dia 24, no novo auditório do campus Juazeiro do Norte, às 14 h, a palestra “Assédio no ambiente de trabalho”. 
 
O evento, voltado a comunidade acadêmica, mas aberto a todos aqueles que tenham interesse no tema, debaterá assuntos voltados às relações interpessoais, comunicação e comportamento dentro das temáticas de assédio moral, sexual, processual e psicológico. A palestra tem por intuito informar e abrir um espaço para diálogos, a fim de promover a prevenção de casos de assédio no ambiente de trabalho. 
 
Participarão o juiz do Trabalho Clóvis Valença, tratando dos aspectos jurídicos, e o professor Ítalo Lima, abordando os aspectos psicológicos do assédio em seus diversos tipos. A palestra será mediada por Isabelle Vieira, professora universitária e mestranda em Desenvolvimento Regional Sustentável pela UFCA. 
 
A Ouvidoria está disponibilizando, até o dia 22 de maio, um formulário online, que servirá de canal de comunicação entre a comunidade acadêmica e a organização do evento, com o objetivo de levantar questões pertinentes a serem debatidas durante a palestra. Para enviar suas dúvidas ou compartilhar situações a serem a abordadas durante o evento, preencha de forma anônima ou identificada o formulário.
 
A palestra faz parte de uma das ações da Ouvidoria, de também atuar de forma ativa e com medidas preventivas, como a realização de debates. Uma das finalidades da Ouvidoria é o desenvolvimento, junto às várias instâncias acadêmicas e administrativas, de medidas que favoreçam a participação da comunidade interna e externa na garantia dos direitos cidadãos e na promoção da melhoria das atividades desenvolvidas pela Instituição. 
 
 

Assédio

 
Os assédios mais comuns no ambiente de trabalho dividem-se entre assédio moral e assédio sexual. O assédio moral se caracteriza como violência psicológica por meio da exposição da pessoa a situações humilhantes e constrangedoras, de maneira repetitiva e prolongada, que ocorre durante a jornada de trabalho e no exercício das funções laborais.
 
Já o assédio sexual é a tentativa de aproximação sexual, não consentida, favores sexuais ou contatos verbais ou físicos que criam uma atmosfera ofensiva e hostil. Para caracterizar o assédio sexual, é necessário o “não consentimento” da pessoa assediada e o objetivo - por parte de quem assedia - de obter vantagem ou favorecimento sexual. Elogios sem conteúdo sexual, cantadas, paqueras ou flertes consentidos não constituem assédio sexual. 
 
Veja exemplos de assédio: 
 
 
 
 
 
 
 
Lido 619 vezes